Ficou fácil viajar com crianças!

Bariloche com crianças: dicas do João (4 anos), da Clara (2 anos e meio) e dos seus pais.

San Carlos de Bariloche ao sul da Argentina, está a 2h de vôo de Buenos Aires (do Aeroparque) e tem vôos fretados de São Paulo e Rio de Janeiro. Uma boa oportunidade para mudar completamente de paisagem e levar as crianças para conhecer a neve, ou se já a conhecem, esquiar por um preço mais acessível que na Europa ou nos Estados Unidos! A paisagem aqui é MA-RA-VI-LHO-SA, com uma bela mistura entre montanhas, lagos verdes, neve, casas de madeira. A cidade é charmosa, come-se muito bem, o câmbio está atualmente a nosso favor e os argentinos já estão tão acostumados aos brasileiros, que na alta temporada, chegam a chamar a cidade de “Brasiloche”, de tanto que esta é visitada por nossos conterrâneos! Tudo isso explica porque a cidade é um dos destinos favoritos para as famílias nas férias de julho!

A família ficou 1 semana e adorou:

Alugar um carro para passear pela região e não depender de ônibus ou táxis (“remis”): um Ecosport com 2 cadeirinhas e correntes para as rodas (não esquecer, pois é obrigatório na neve!) custou somente R$ 494,00 com seguro, por uma semana (fora a gasolina). Assim, a família, que além das crianças ainda viajou com uma avó, pôde circular tranquilamente de um lado para o outro sem se preocupar com horários, colocando casacos no carro, sacolas…

O carro foi alugado na Rent a Car Bariloche, que tem site em português!

Porém, se optarem por não alugar carro, saibam que a cidade é bem servida por ônibus, que não custam caro, e por táxis, que muitas vezes podem ser agendados do hotel (por exemplo, para subir para Cerro Catedral).

Para se hospedar, a família escolheu o Hotel Villa Sofia, um bangalô com cozinha, o que foi bem prático com as crianças para esquentar, lavar as mamadeiras.

Além disso, o Hotel ainda tinha uma piscina coberta e aquecida, uma pracinha com brinquedos de madeira e um lago com patos…tudo para divertir as crianças!

==> No quesito roupas, saibam que roupas de frio são bem diferentes de roupas para a neve, como já foi dito neste post aqui! Antes de conhecer a neve, eles trataram de se equipar na própria cidade, pois os preços são mais competitivos, tem mais opções de lojas e para as crianças pequenas, é onde vão achar roupas mais facilmente. É possível comprar, alugar ou até comprar de segunda mão (brechó), o que também pode ser uma boa opção. Para o João, eles acharam casaco e camisetas de manga comprida tipo “segunda pele” na loja La Bolsa Del Deporte, que não tem site, mas fica na Diagonal Capraro 1081, tel (02944) 433431. O bacana é que ela vendia roupas novas ou usadas para as crianças. E vale muito à pena olhar na Decathlon antes de sair do Brasil! É bom já levar luvas impermeáveis do tamanho certo, pode ser que não encontrem no destino.

Para a Clara de 2 anos e meio, só encontraram roupa na loja They and They, no Shopping Patagônia. Compraram calças compridas impermeáveis e casaco. As luvas foram compradas no Cerro Catedral.

De casa mesmo, levaram casacos de lã, gorro, cachecol, meia-calça de lã, luvas de lã (que não servem para a neve, pois ficam molhadas!), mas servem na cidade. E saibam que devem alugar também botas específicas para a neve, pois tênis ou outras botas escorregam muito na neve ou no gelo, além de molhar e não proteger os pés!

Dica: leve sempre uma mochila com uma troca de roupa, 2ª pele, meias, casacos de lã…para poder trocar, caso as crianças se molhem. Além disso, não esqueçam do filtro solar, manteiga de cacau para os lábios e óculos, por causa do reflexo que é muito grande na neve.

Devidamente equipados, a família partiu finalmente para conhecer a neve!

Eles adoraram os 3 Cerros (colinas) da cidade, que são diferentes entre si e merecem todos uma visita!:

Cerro Otto (1.405 m de altitude): este é o mais perto do centro da cidade, fica a 5 km e tem um teleférico com cabines fechadas para 4 pessoas, para subir. No caso, eles foram de carro, mas se quiserem é possível agendar este passeio (de ida e volta) no centro da cidade, de onde partem ônibus vermelhos específicos. Eles levam até o teleférico. A subida é íngreme e mais demorada que nos outros Cerros (12 min), porque o teleférico parte desde a base na cidade e sobe passando por cima de casas, florestas…mas como a cabine é fechada, vocês estão protegidos contra vento, chuva ou neve e a vista é simplesmente maravilhosa, vê-se o Lago Nahuel Huapi bem de frente. Lá em cima, a diversão é tomar um chocolate quente na confeitaria que é rotativa! Sim! Ela gira bem devagarzinho, faz 360° a cada 20 mn…é quase imperceptível, mas se conseguirem uma mesa perto da janela, verão que a paisagem varia!

Pode-se passear em volta do restaurante, tirar foto com o cão São Bernardo, brincar com a neve, fazer bonecos, e tirar muitas fotos!

Cerro Catedral a 19 Km da cidade é o maior centro de esqui da América Latina! Programem-se para passar o dia inteiro!

Dá para chegar em Cerro Catedral de ônibus, táxis ou carro. A estação é como um vilarejo, com vários restaurantes, hotéis, lojas onde alugar roupa e material de ski, escolas para marcar aulas, como na Escuela Xtreme (só de olhar o site em português, já dá para imaginar o seu pimpolho na situação! Muito fofo!). Tem até Kids Club, onde as crianças podem ficar brincando enquanto os pais, já acostumados, descem as pistas de ski.

No caso desta família, as pistas ainda não estavam abertas, só abriram em meados de junho/julho, mas foi uma boa opção, pois os lugares não estavam cheios, não fizeram fila para pegar os teleféricos e já que a intenção era ver a neve pela primeira vez, as crianças puderam aproveitar sem se preocupar com eventuais esquiadores que, por vezes, chegam em alta velocidade! O divertido aqui foi mexer na neve, brincar de trenó, skibunda, que pode ser alugado.

Existem diversos restaurantes na estação, mas para almoçar com uma vista deslumbrante, vocês podem pegar o teleférico e subir até a parte central, onde tem uma lanchonete para tomar um chocolate quente. E, emocionante mesmo, é continuar subindo com cadeirinhas, até o cume, onde existe o Refúgio Lynch, o restaurante mais alto da Patagônia (1.900m de altitude!), um chalé de madeira super acolhedor. Dali, a paisagem “é toda para baixo”, não se vê mais nada para cima, além do céu! Provem o delicioso “hamburguesa”, e para queimar as calorias, brinquem na neve em volta do chalé!.

No site do Cerro, é possível saber preços de aluguel de equipamento de ski e snowboard, tarifas para subir e pode-se até imprimir o mapa das pistas.

Outro site que também pode ser consultado é este aqui, e com todas as informações em português.

E caso não tenham tempo de conhecer Cerro Catedral, ou quiserem conhecer uma estação menor com crianças, tentem visitar a pequena Estação de ski Piedras Blancas: aqui

Cerro Campanário (1.050 m de altitude): o mais afastado do centro da cidade, mas que oferece uma das melhores vistas da região, com o visual de vários lagos! Aqui, sobe-se de teleférico com cadeiras duplas, por isso, escolham fazer este passeio em um dia bonito, sem neve ou chuva! De lá de cima, realmente a vista é maravilhosa! Se estiverem com frio, existe uma confeitaria chalé muito charmosa, com grandes janelas de vidro para ver o visual, bem protegidos!

Um pouco após o Cerro Campanário, a família gostou de visitar a região e foi até o Llao Llao, um dos melhores hotéis da região, que fica dentro do Parque Nacional de mesmo nome, frente ao lago Moreno. Este hotel tem 3 restaurantes abertos ao público. Eles optaram pelo Café Patagônia, um restaurante todo de madeira, com vista panorâmica para os lagos. Apesar do preço ser um pouco mais caro que os restaurantes dos outros dias, com o câmbio, acabou ficando uma “extravagância” absolutamente acessível!

Eles adoraram a comida, a sobremesa (um delicioso creme de leite!), o lugar, a vista e as crianças brincaram bastante no gramado em frente ao Hotel e ao lago.

Passar o dia na Colônia Suíça, uma região à beira dos lagos Morenos a 25 Km de Bariloche. Trata-se de um vilarejo cheio de córregos de água límpida, com casas de madeira, vários restaurantes, lojinhas, casas de chá. Aqui, eles almoçaram no restaurante Las Siete Cabritas, um restaurante encantador, todo de madeira, com uma entrada com imitação de raízes de árvores, como em um conto de fadas ou de duendes! O menu foi fondue de queijo, mas em vez de mergulharem pedaços de pão, a especialidade era mergulhar pedaços de salsicha alemã! Uma delícia!

Outro lugar onde eles recomendam passar o dia é na Villa La Angostura, a 82 Km de Bariloche, do outro lado do lago, no Parque Nacional Nahuel Huapi. A cidade é pequena, charmosa, cheia de lojinhas e restaurantes e uma opção mais tranquila fora dos agitos de Bariloche. Daria para passar mais de um dia, tantos são os passeios a fazer: conhecer os lagos, as margens de areia preta, as cascatas, o Cerro Bayo, para ver mais neve ou pegar um barco aquecido e confortável para conhecer o imperdível Bosque de Arrayanes, que se tornou famoso porque foi onde Walt Disney se inspirou para fazer o filme “Bambi”! O bosque tem árvores cor de canela e uma casinha de chá de madeira, a Disney’s cabin que parece de desenho! Muito lindo!

E no centro de Bariloche, chamado de Centro Cívico, aproveitem para ver a bela Catedral, o Museu da Patagônia, que expõe a fauna e a flora da região, tirar fotos com o cão São Bernardo e comprar chocolates no Mamuschka, na rua principal. A visita da loja já vale à pena: toda vermelha, cheia de bonequinhas russas! E para matar a fome de um bife de chorizo, experimentem o Boliche do Alberto, considerada a melhor parilla de Bariloche!

Eis uma bela maneira de fazer uma viagem realmente especial e diferente! E mesmo se, aparentemente, as crianças podem esquecer da viagem, vocês sempre lembrarão dos sorrisos e empolgação da primeira vez que elas viram a neve!

Viagem feita no final de Maio de 2010: uma boa época para ver neve sem pegar muito frio. As pistas ainda não estavam abertas, os preços mais baixos, e como não havia tanta neve na cidade, as estradas não estavam escorregadias.

Leia também:
Onde se hospedar em Bariloche com crianças?
O nosso roteiro no Chile e Argentin

No Blog Wazari: Bariloche
No Blog Família Recomenda: Todos querem Bariloche!

No Viaje na Viagem: Primeira vez em Bariloche.

Onde ficar?

Bariloche tem opções para todos os gostos e bolsos, procurem no Booking.com*

$$$$$ Charming Luxury Lodge & Private Spa (fotos, avaliações e reserva): piso aquecido, piscina externa aquecida, de frente para o lago, parquinho infantil, quartos familiares para até 9 pessoas!

$$$$ Villa Sofia Resort & Spa (fotos, avaliações e reserva)

$$$$ Panamericano Bariloche (fotos, avaliações e reserva): de frente para o lago, tem SPA, piscina aquecida, quartos familiares e clube infantil.

$$$$ Hotel Edelweiss (fotos, avaliações e reserva): bem central com piscina aquecida.

$$$ Best Western Villa Sofia Apart Hotel (fotos, avaliações e reserva): tem apartamentos para até 6 pessoas com cozinha equipada, piscina coberta, spa.
Onde ficar em Bariloche com crianças?

*Somos afiliados Booking, recebemos uma comissão pelas reservas feitas através do blog. Você não paga nada mais por isso e nos ajuda a manter as melhores dicas!

Também estamos por aqui:

FACEBOOK TWITTER | INSTAGRAM | GRUPO VIAGENS EM FAMÍLIA

 

17667 Visualizações

Sut-Mie Guibert, Family Travel Blogger, Blogueira especializada em Viagens em Família, com crianças e bebês. Jornalista e mãe de duas meninas de 5 e 2 anos, adora levar as crianças para conhecer o mundo! Mas também gosta de escutar e falar sobre o assunto com outras famílias, que são sempre bem-vindas por aqui!

53 comentários para este artigo

  1. Alexandra - destemperadinhos disse:

    Amei o post. Nunca levei as criancas para a neve, mas pretendo um dia.
    Abraços
    Alexandra

  2. Eliane disse:

    Mais uma viagem deliciosa e um super post pra deixar a gente com água na boca! 🙂
    Bjs,
    Eliane

    • Sut-Mie,
      adorei seu post, completíssimo! Vou fazer uma atualização naquele meu post para indicá-lo, pois acho que vai ser de grande utilidade a quem for fazer este roteiro.
      Obrigada por citar meu blog, fiquei lisonjeada.
      Um abração,
      Claudinha.

  3. Luciana disse:

    Viagem de muito bom gosto do Jõao e da Clara! Neve é mesmo tudo de bom!!! A familia do meu marido acaba de voltar de lá e pela descrição deles fiquei com água na boca. Agora de ver essas lindas fotos e excelentes dicas, tenho certeza que um dia vamos tentar visitar Bariloche!

    Beijos!

    Lu do Nic

  4. Carol disse:

    nossa, ameeeei!
    apesar de morar pertinho, ainda nao fiz essa viagem. Mas valeu pelas dicas, de repente espero mais um pouquitcho e levo o baby!

    beijos!

  5. Patricia disse:

    Aodrei o post.

    DEve ser muito gostoso fazer esta viagem. As crianças parecem estar se divertindo em todas as fotos!!

    Só fui pra Bariloche no verão (!?!), quando estava voltando do Chile.

    beijos

    PAti

  6. Mãe Mochileira, Filho Malinha disse:

    Aiii,babei!!
    rsrs..mas meu coração ficou apertadinho..pq iamos p bariloche esse ano e não deu..snif!
    ;-(

    Mas as fotos ficaram expetaculares,o lugar é mesmo muito lindo…e neve com crianças sempre é sinonimo de diversão garantida,não é??
    Bjaaao,otima quinta..eu estava meio sumidinha dos blogs,mas to voltando,rsrs..
    😉

  7. Ana disse:

    Olá! Cheguei agora por aqui e AMEIIIIII
    Nós, que amamos viajar é sempre muitoooo bom ler sites e blog´s relacionados no assunto.
    Parabéns as dicas são valiosíssimas
    Um bjo carinhoso e aguardo sua visita lá no Viajar é tudibom! Conto a minha experiência de mãe de 1ª viagem e tmbém nossos diários de viagens.
    Ana
    http://www.anaeguto.blogspot.com
    Blog: Viajar é tudibom!

  8. piscardeolhos disse:

    ai, que fotos mais lindas! delícia de viagem!?
    eu sempre deixo pra ler seu blog de manhã, assim eu me inspiro e passo um dia bem mais esperançoso…
    beijão, querida

  9. Lilian disse:

    Oie!
    Que post completíssimo! Adorei!

    Tem selinho pra vc lá no meu blog!
    Bjos!!!

    Lilian
    http://viajemaispormenos.blogspot.com

  10. Tati disse:

    Nossa! só conheci agora seu blog e amei! Estamos planejando uma super viagem com nosso pequeno e aqui parece o lugar perfeito para desvendar as aventuras!
    Adorei mesmo! Até já linkei!
    bjs, bjs

  11. Mariana disse:

    Oi, queridona! Te vi na Pais e Filhos! ADOREI! Parabéns pelo depoimento. Citei-o no meu post de hoje! Bjs!

  12. piscardeolhos disse:

    queridona do nome bonito, passei pra agradecer pelas dicas de entretenimento a bordo lá no blog.
    a-do-rei, obrigadíssima!
    ainda não sabemos se vamos ter tempo em paris (estamos indo pra bretagne para o casamento de minha cunhada e pretendemos ficar alguns dias lagarteando por lá…)
    mas se tivermos tempo pretendo ficar uns 2 dias em paris, na volta.
    daí COM CERTEZA vou imprimir as sugestões do seu blog!
    eu queria passar em londres também (SAUDADE) mas não sei se com noah é uma boa idéia (e sem ele não tenho coragem – da série dilemas maternos…)
    e vcs vão em setembro, que bacana!!!
    beijo beijo!

  13. Oi Sut!!

    Engraçado a gente se falar através do blog! :o)

    Mas pelo menos é mais uma forma da gente diminuir a distância.

    Seu blog é bem bacana. Viajei com Bruno quando ele era pimpolho, mas não lembro mais de nenhuma dica boa… Agora, aos 12 anos, nada mais tá bom pra ele.. Tudo é “um saco”…. Ah, a adolescência…

    Coloquei seu blog lá na lista de preferidos no meu blog. Tomara que gere visitinhas extras pra você!

    Um beijo grande, sempre com saudades,

    Claudia

  14. fernanda disse:

    Sut Mie que viagem deliciosa, fizemos algo semelhante mas nosso filho tinha 8 meses então vc imagina a limitação, mas foi uma trip para chile e argentina com 25 pessoas, toda a family do meu marido pra comemorar o niver de 60 anos do tio dele (que por acaso é dono de uma agencia de turismo) ou seja, o roteiro foi maravilhoso, região dos lagos do Chile, cada noite em um hotel maravilhoso diferente, passeios de barco, ônibus, estação de sky, avião, e finalizamos a trip no Lhao Lhao que foi luxo e riqueza, maravilhosooooooooooooooooooooooooooo melhor massagem da minha vida, curtir nosso pimpas lá foi o máximo e mesmo baby se adaptou super em todos os lugares e ficou super super bem, foi inesquecível, olhei seu post e revivi várias coisas, foi o máximo. beijos

  15. Mãe MOchileira,filho Malinha disse:

    Oieee..eu de novo…passei aqui so para deixar um beijo e desejar uma otima semana..ah, e aproveito para falar que amei a nova cara do blog,ficou showww!!;-)
    bjs!!!

  16. patipapp disse:

    OI! Adorei o novo layout!

    Quando vai ter post novo para eu ficar babando???

    beijos

    Pati

    http://coisasdemae.wordpress.com

  17. patipapp disse:

    Oi Sut-Mie! Tem selinho pra você la no blog!

  18. Ana Luisa disse:

    Olá;
    Conheci o seu blog através do blog do Riq e qual não foi a minha surpresa ao me deparar com esse post! Estou indo na terça feira para Villa La Angostura com meu marido, 2 filhos de 6 e 10 anos e uma sobrinha de 13.
    Já havia estado em bariloche com o mais velho quando ele tinha 5 anos, agora vou levar a menor e minha sobrinha, mas preferi ficar em Angostura porque acho mais tranquilo.
    Sempre fica uma pontinha de preocupação, se vai dar tudo certo, se eles vão resistir bem ás baixas temperaturas, se alguém vai se machucar….e principalmente se vou conseguir chegar lá, porque sabe como é a Aerolineas Argentinas…..já fizeram 3 mudanças no meu vôo. Acabei de me aborrecer com o supervisor deles….Enfim, espero que dê tudo certo. Me animei em ver que vc foi com crianças tão pequenas e saiu tudo bem.

    • Sut-Mie disse:

      Oi Ana,
      Claro que vai dar tudo certo e eles vão AMAR! Vão pedir bis no ano que vem, se preparem!!
      Bjs e obrigada por ter deixado o seu comentário tão entusiasmado com o blog!

  19. Alessandra Lyra disse:

    Oi!
    Achei muito legal esse blog!
    Ainda não li tudo por correria do dia-a-dia mesmo, mas me ajudará muito na minha 1ª viagem internacional com meus filhos!
    Somos eu, a mamãe, Lucas de 8 e Tarsila de 5! Eles muito mais do que eu, estão ansiosíssimos para ver a neve e escolhi Bariloche, por ser perto aqui do Rio!
    Já estão nos meus Favoritos!

  20. Débora disse:

    Prometi aos meus filhos (Sofia de 05 e Luiz Otávio de 02) que iria levá-los para conhecer a neve. Este post era tudo que eu estava precisando. Muito obrigada pelas dicas!

  21. Aglaia disse:

    Estamos indo com as crianças daqui a 3 dias, certamente as dicas serão aproveitadas !!

  22. Camila disse:

    Adorei este post, as crianças sempre amam a neve mesmo!

    Muito bacana teu blog, parabéns!

    Abraço,
    Camila Joner
    http://novidadesdaneve.blogspot.com/

  23. cezaretti disse:

    com sua ajuda já estou me programando para última semana de julho de 2011…..valew

    • Sut-Mie disse:

      Muito bacana você nos dar esse feed back! Isso é uma realização para nós: quando conseguimos ajudar e “botar pilha” para pôr o pé na estrada com os pimpolhos!
      Obrigada 🙂

  24. aline disse:

    Seu blog é inspirador, só aumentou a minha vontade de levar meu pimpolho pra lá!
    E que vida gostosa, cheia de viagens.
    Parabéns

  25. Ivana disse:

    Suit-Mie,

    Tenho seguido muitas das dicas dadas aqui no blog. Agora, estamos planejando nossas férias (eu, maridão e filho de quase 3 anos) e penso que Bariloche pode ser maravilhoso. Queria ir numa época em que pudesse ver neve nos cerros, mas não muito fria. Deixa eu me explicar melhor, quero ir num período em que a neve, embora existente, não atrapalhe os outros passeios. Estou considerando o fim do inverno. Vc acha que setembro é um bom mês? E a família do post, vc sabe em que época eles foram?

    bj

    Ivana

    • Sut-Mie disse:

      Oi Ivana,
      Esta família viajou no final de maio, pegaram neve, sem muito frio (vide as roupas usadas em algumas fotos do post!). As pistas ainda não estavam abertas, mas com crianças pequenas, isso nem é tão ruim, pois podem aproveitar a neve, sem se preocupar com a eventual chegada de esquiadores mais radicais! Além disso, como alugaram um carro, as estradas não estavam escorregadias.
      Eles foram no início do inverno, vocês querem ir no final, penso que é uma boa opção!
      O seu filho vai adorar e se divertir!
      Bjs,

  26. Giselli disse:

    Adorei as dicas,meu esposo estava propondo irmos p/ Bariloche agora nas férias de julho com as crianças (uma de 5 e outra de 12 anos),fiquei um pouco insegura mas agora me empolguei e acho que vai ser fantastica a viajem.Abçs

  27. Debora disse:

    Amei seus comentários… foram bastante claro, objetivo e simples. Tenho 2 pequenos (4 e 6anos) e estava bastante insegura com uma viagem à Bariloche, mas me senti preparada depois desta leitura. Obrigada.

  28. Camila disse:

    Achei seu blog na net e ameeeeiiii… Parabéns! Já estou te seguindo no twitter. Adorei as dicas de Bariloche, meu marido e eu acabamos não viajando tanto por causa do trabalho dele, mas agora que nossas kids estão em uma idade legal (2 e 5 anos), não perderemos mais nenhuma férias ficando em casa…rrrsss… Beijinhos!!!

  29. Andrea disse:

    Obrigada pelas dicas estou indo com meu filho de 2 anos e meio e minha filha de 5 anos..espero nao ser uma loucura por conta do tempo.

  30. Carolina disse:

    Adorei achar esse post! Me caiu como uma luva! Estou louca para ir em Junho/14 (durante a Copa) para lá com meus filhos (6 anos e 2 anos), mas estou um pouco apreensiva pela de 2 anos, dela não curtir tanto (li em algum lugar que ski bunda em Piedras Blancas só a partir de 4 anos, procede?), dela se estressar com a roupa de neve… estou numa dúvida tremenda!!

  31. Baran disse:

    Que legal… eu e minha esposa adoramos Bariloche (passamos nossa lua-de-mel lá) eu estávamos pensando se valia a pena voltar lá com nosso filho de 3 anos. Agora estou convencido de que vale!

    Só uma dúvida: a aerosilla do Cerro Campanario é segura para crianças pequenas? A do Cerro Otto é fechada e eu fico tranqüilo, mas a do Campanário é aberta e me dá um cerro receio subir com nosso pequeno, ele se mexer demais e se soltar.

    • Sut-Mie Guibert disse:

      Olá Baran,
      Efetivamente, a cadeirinha do Campanário é aberta, mas tem que segurá-lo bem…Às vezes, em função do que está vivendo, curtindo, ele pode ficar espantado e até ficar quietinho! (são 9mn de subida) 😉
      Ou, se vcs acharem que ele é muito agitado…nesse caso é melhor mudar mesmo o programa. Há tantas outras coisas para fazer!
      Um abraço

      • Baran disse:

        Dando o retorno: fomos a Bariloche e subimos o Cerro Campanário com ele no meio de nós dois. Foi muito tranqüilo e ele adorou a experiência! 🙂

        • Sut-Mie Guibert disse:

          Ah…adoro quando voltam e dão retorno sobre alguma dica ou interação! Que legal!
          Bariloche é muito linda, que bom que deu tudo certo!
          Um abraço #VolteSempre

  32. Baran disse:

    Sut-Mie, obrigado pela resposta!
    Fechamos nossa viagem para Bariloche no final do ano. Acho que vamos tentar primeiro o Cerro Otto. Se ele subir bem naquele teleférico de cabine fechada, creio que vai subir direitinho no aberto.

  33. KATIANE disse:

    OLA!!! BOA TARDE. ESTOU LEVANDO MINHA FILHA ANO QUE VEM NO MES DE JULHO PRA LA. E LOUCA PRA VER NEVE RSRSR E VOU MATAR A VONTADE DELA. MAIS ENFIM… ADOREI A DICA DAS ROUPAS NÃO SABIA. QUE TINHA QUE TER ROUPAS PRA FRIO E PARA NEVE. BOM SABER…. O QUE VOCE ACONSELHA DE ROUPAS PARA AS CRIANÇAS ?

  34. Sérgio disse:

    Olá !!!

    Como vc conseguiu a mágica de alugar um Ecosport por 1 semana a 494,00 reais ?
    Me conta ?
    Hoje em dia e impossível conseguir esse valor..

    • Sut-Mie Guibert disse:

      Olá Sérgio,
      O post é de 2010, 4 anos atrás essa família conseguiu esse preço espetacular! Mas temos que ver também que foi em maio, antes da abertura da temporada, portanto os preços ainda não estavam elevados.
      Ainda assim, mande um email para Rent a Car Bariloche, onde eles alugaram e veja como está a cotação atual: http://www.rentacarbariloche.com/?idioma=pr

      Um abraço

  35. Apoena Horta disse:

    Olá! Pretendo levar meus filhos de 5 e 7 anos para conhecer a neve nas próximas férias de julho de 2015, num equema menos caro possível. Qual estação de ski vc me recomenda (melhores preços e com atrações diversas para crianças além do ski)? Bariloche, Valle Nevado ou alguma outra do Chile?
    Desde já muito obrigada e parabéns pelo blog excelente!
    Apoena Horta

    • Sut-Mie Guibert disse:

      Olá Apoena,
      Normalmente, se for só para ver e brincar na neve, Bariloche é mais adaptado porque tem mais opções de passeios e atividades do que Valle Nevado, por ex, que é essencialmente uma estação de ski, ideal para quem já sabe esquiar.
      E a moeda argentina está mais desvalorizada que o peso chileno. Porém tenha em mente que férias na neve não são exatamente baratas (aluguel de material, lift, etc..)
      Um abraço

  36. Uyalla Aguilar disse:

    Oi! Gostamos muito do seu post sobre Bariloche, foi uma luz no fim do túnel p nossa família. Estamos planejando mine ferias nas ferias de Julho com crianças de 3 e 5 anos. Acha que a temperatura seja muito extrema para eles em Julho? Tem como alugar toda a roupa la? Moramos em Salvador e este vai ser o primeiro encontro deles com a neve. Outra pergunta, o que sugere fazer em 3 ou 4 dias, alguma dica de programação?
    Um abraço,

    • Sut-Mie Guibert disse:

      Olá Uyalla,
      Vcs podem alugar roupa na cidade de Bariloche mesmo. Mas é bom sair do Brasil com algumas coisas pelo menos. Vc pode ver na Decathlon. E não esqueça que a roupa tem que ser impermeável (luvas – não adianta serem somente de lá, porque vão ficar molhadas).
      A programação, podem acompanhar a programação que essa família fez: visitar o Cerro Otto e restaurante que gira, tirar fotos com os cães São Bernardo, visitar o Cerro Campanário e tirar fotos da vista, visitar de Bariloche com as lojas de chocolate…se der tempo, ir até Villa La Angostura…
      Um abraço

  37. Ana Carolina disse:

    Adorei as dicas e fiquei muito animada em fazer este passeio com meus filhos 3 e 7anos e marido. Se formos no mesmo esquema no final de maio, êh arriscado não pegar neve? Com as pistas fechadas êh possível as crianças brincarem um pouco de esquiar?

    • Sut-Mie Guibert disse:

      Olá Ana Carolina,
      Se vc for final de maio, como essa família do post, vc vai encontrar as estações de ski fechadas porque a temporada ainda não terá começado! Vai dar para brincar na neve, como eles fizeram (lá no restaurante mais alto), mas só. As lojas para locação de material para esquiar estarão fechadas), os lifts tb estarão fechados.
      Por outro lado, estará menos frio, vai dar para andar de carro com mais segurança…
      Mas se a intenção for ver bastante neve e brincar de esquiar, é melhor ir mais tarde, em julho/agosto…
      Um abraço

  38. Alex disse:

    Fui a Bariloche em 2013, em Julho, no início da época da neve.

    Tudo é muito lindo mesmo, conforme descrito neste post, e valeu cada centavo gasto.

    Só gostaria de ressaltar o seguinte: CUIDADO COM O CERRO CATEDRAL.

    Passei o dia lá, meu filho tinha 11 anos de idade. Achei tudo lá extremamente inseguro, a única proteção em algum precipício é uma telinha de borracha em umas varetas (tenho fotos!). Se você passa rápido, arrebenta e cai lá de cima (2000m). Não tem indicações claras de onde é bom você ir, e você pode ir para QUALQUER LUGAR. Um exemplo, eu nunca tinha esquiado e acabei descendo em uma pista intermediária e acabei atropelando uma menina de 6 anos !
    As únicas indicações de pedras no meio do caminho também são algumas bandeirinhas em varetas, mas se você cair antes não tem nem como desviar !

    Não tem ninguém lá para falar para você se você pode ou não descer em certo lugar. Meu filho ia na minha frente (crianças!) e ficava com um aperto no coração. Tenho medo de voltar lá !

    Alex ( http://www.familiaturista.com.br )

  39. Renata disse:

    Socorro!!!!estou achando Bariloche uma FRIA!!!!
    Cheguei há 3 dias com uma criança de 1,5 anos e uma de 6 anos
    as coisa super caras e, o pior, de péssima qualidade!
    Hoje, por exemplo inventamos de ir no piedras blancas. (Li em vários blogs que seria “a Disney” para a criançada
    Quanta exploração! Deixamos quase R$ 1000,00 pra esquibunda 2 adultos e uma criança, almoco (super meia boca!) um par de botas e um de luvas, o aluguel do capacete obrigatório para crianças e totalmente desnecessário para o esquibunda….
    Quando se sobe para as pistas a estrutura fica mais tenebrosa ainda. Lá em cima só tem um tal de refúgio, que é um salão apertado e quente onde vende praticamente só café, chocolate quente e água. O banheiro é do lado de fora. é QUIMiCO e em péssimo estado de conservação e limpeza.
    Enfim, estrutura pra criança pequena é igual à temperatura: abaixo de zero!!!!!
    Espero ter uma experiência melhor no cerro campanário
    Se alguém tiver uma ideia de lugar com um pouco mais de estrutura e diversão para os pequenos, por favor, me ajude
    Ainda tenho uma semana nesse lugar frio e caro!

    • Sut-Mie Guibert disse:

      Oi Renata,
      Poxa que experiência difícil! É muito ruim quando as coisas não saem como esperado! Vcs alugaram carro? E o que acha de irem para Villa la Angostura, ao lado de Bariloche. Como é uma estação menor, pode ser mais aconchegante.
      Eu vou ver com outros leitores se alguém tem dicas mais em conta!
      Um abraço quentinho! 🙂

  40. Caroline disse:

    Olá, vamos viajar a Bariloche em agosto eu minha mãe e meu filho Ulisses que vai estar com 2 anos, e amei suas dicas, super completo.
    Vamos ficar menos tempo, 4 noites e 5 diárias, no entanto vamos tentar conhecer todos estes lugares ou quase todos rsrsrsrs
    Estamos todos muito empolgados, e ver essas fotos da um up ainda maior, afinal é nossa primeira viagem internacional.
    Espero ter muitas fotos lindas assim para compartilhar, eu simplesmente amei as dicas, obg.

Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios