Ficou fácil viajar com crianças!

Normandia com crianças: Etretat e suas magníficas falésias!

A Primavera chegou na Europa e na França! Bom período para fazer pequenos passeios bate e volta desde Paris. Etretat fica na costa da Normandia, a somente 215 Km da capital, 2h30 de carro com a maior parte do percurso em autoestrada, e vale MUITO  a viagem!

O mais impressionante em Etretat é a sua própria localização geográfica e a natureza, pois a pequena cidade fica de frente para o mar, entre duas enormes falésias esbranquiçadas. É possível (e desejável) visitar ambas, pois a vista de cada uma tem obviamente um ângulo diferente.

Passamos uma manhã e adoramos:

A falésia de Amont do lado direito, com a pequena Capela de Nossa Senhora da Guarda: dali tem-se uma vista maravilhosa da cidade e da outra falésia, mais bonita ainda com o seu desenho em forma de arco e segundo o escritor francês Guy de Maupassant, um elefante que mergulha a sua tromba. Mas a Capela ali em cima sozinha também é muito charmosa!

Nós chegamos de carro, mas é possível subir ou descer o morro passeando por um caminho com degraus largos, que não cansam…dizem que são 180 degraus 🙂

A praia de pedras arredondadas (galets): a praia em tons de cinza e branco é toda de pedras e não de areia. E não se tratam de pedras pequenas! Não é o conceito de praia como o conhecemos no Brasil, mas é uma praia com mar (gelado), que os franceses frequentam no verão. Para se deitar, uma canga não é suficiente porque essas pedras não são confortáveis apesar de serem redondas e lisas. É melhor ter pequenas esteiras ou colchõezinhos acolchoados para maior conforto.

A vista desde a praia de onde se vê as duas falésias de perto, uma de cada lado, é realmente interessante e as pedras redondas e lisas viram uma brincadeira!

Para completar o romantismo do lugar, há pequenos barcos de pescadores e de lazer parados no canto da praia e gaivotas por toda a parte.

Placa explicando que as pedras formam uma proteção contra a erosão das falésias e pedindo para não tirá-las do lugar. A placa conta também as especificidades dos habitantes locais, as gaivotas.

A falésia de Aval do lado esquerdo da praia: com uma subida um pouco mais demorada e comprida porém, com outra vista maravilhosa para a cidade e praia, e também para um magnífico campo de golfe que existe lá em cima. Dali também dá para ver o lado de lá e enxergar outras praias e mais falésias. Se estiverem com crianças pequenas, fica difícil fazer o passeio nesta falésia, pois nao dá para chegar de carro, só a pé mesmo e o carrinho não passa pois o caminho é todo feito com os mesmos degraus largos do lado de lá.

A cidade tem muitas construções normandas, com teto de ardósia e madeiras aparentes nas paredes, tudo muito charmoso. E nas lojas, o ambiente continua com muito elementos marinhos para comprar de lembrança: gaivotas, casacos riscados marinho…

No passeio em frente à praia, vários cafés e restaurantes servem frutos do mar. Experimentem o “moules frites” (mexilhões com batatas fritas) prato de origem belga, mas que é muito servido na França. Um deles fica bem ao lado de um parquinho infantil público, transformando-o instantaneamente em restaurante kids friendly! 😉

O lugar é realmente bonito e não será surpresa se lhes conto que a paisagem inspirou muitos pintores impressionistas!

A paisagem e a natureza é mais interessante que a cidade em si, por isso, dá para fazer só o passeio, não precisa dormir, ainda mais em família. Ali em volta tem outras cidades mais bacanas para isso. Nós, por exemplo, continuamos o passeio até Honfleur, a 40 minutos dali.

Mas se por acaso gostarem da região e decidirem ficar, um Hotel interessante é o Dormy House que tem quartos e restaurante de frente para esta vista magnífica! E aproveitem para fazer passeios de bicicleta pela região, a cavalo e circuitos de arvorismo no Etretat Aventures.

Para mais informações:

Office du Tourisme de Etretat (em inglês): aqui

Ao lado do calçadão, no centro da cidade, há um grande estacionamento pago (com moedas ou cartão comprado nas tabacarias).

Se estiverem de carro, o GPS facilita tudo. Mas o site Via Michelin também é de grande ajuda, pois indica o custo dos pedágios e todos os detalhes da viagem: aqui (pena que é só em francês).

De trem, a viagem dura 2h e é feita a partir da estação Saint Lazare em Paris até a estação de Bréauté-Beuzeville www.voyages-sncf.com

Chegando na estação, peguem o ônibus 17, e em meia-hora estarão em Etretat: horários do trem (SNCF) e da linha 17

Você também pode gostar de ler:
França com crianças: roteiro de 10 dias pela Normandia e Vale do Loire

Normandia com crianças: Honfleur, um porto cheio de charme

Giverny com crianças: os encantadores Jardins de Monet

Também estamos por aqui:

FACEBOOK TWITTER | INSTAGRAM | GRUPO VIAGENS EM FAMÍLIA

5972 Visualizações

Sut-Mie Guibert, Family Travel Blogger, Blogueira especializada em Viagens em Família, com crianças e bebês. Jornalista e mãe de duas meninas de 5 e 2 anos, adora levar as crianças para conhecer o mundo! Mas também gosta de escutar e falar sobre o assunto com outras famílias, que são sempre bem-vindas por aqui!

11 comentários para este artigo

  1. Cinthia disse:

    Sem comentários, INCRÍVEL! Um arraso de paisagem!

    Bjs
    Cinthia
    @chilecriancas

  2. Que lugar lindo, Sut-Mie! Imagino que sua filha tenha gostado mesmo 🙂 As fotos estão incríveis e me lembraram – incrivelmente – as falésias de Cape Town. Um beijo,

  3. maeviajante disse:

    Sut, fiquei morrendo de vontade!!! Que delícia de viagem! Posso publicar esse post no Mães Viajantes Mundo Afora do dia 08/06? Beijos
    Livia
    maeviajante.com

  4. Mãe Mochileira,Filho Malinha disse:

    Lugar lindoooo…eu sempre via fotos dessa pedra no mar e não sabia onde era.Misterio desvendado!!rss…Bjão e otimo fds pra vcs!! 🙂

  5. Lali disse:

    Adorei a idéia. Estou indo dia 8 de junho. Se eu quiser deixar para decidir por lá, eu consigo comprar os bilhetes de trem na hora, sem diferença de preço?

  6. San disse:

    Ótimas dicas! Estaremos lá com nossos três filhos em julho e serão muito úteis!

  7. Bruna disse:

    Olá!!!

    Comecei a ler seu blog e adorei o post sobre Etretat! Eu pesquisava justamente a respeito desse lindo lugar quando o google me direcionou para cá, hehehe…

    Você poderia me dar uma ajudinha?

    Estou indo para Paris em maio e ficarei por lá por 5 dias (metade do primeiro dia, 3 dias inteiros, e metade do último dia)… E gostaria de saber se é possível fazer esse passeio em meio período de um dos meus dias inteiros? Ouvi dizer que em maio os dias são mais longos né? Se eu saísse por volta das 14 horas de paris, chegaria lá as 16:30 +/- e daria para pegar o dia claro até que horário?

    Desde já muito obrigada!

    Beijos, Bruna!

    • Olá Bruna,
      Vc vai alugar um carro para isso?
      Os dias são um pouco mais longos em maio, mas estou achando o seu horário um pouco apertado…até porque dependendo de onde sai de Paris, pega um pouco de engarrafamento…
      Seria melhor inverter e colocar isso logo de manhá cedo. Almoçar por lá e depois voltar para Paris para tentar fazer mais alguma coisa. Por exemplo, às quintas-feiras, as lojas de departamento ficam abertas até mais tarde. As quartas e sextas, o Louvre fecha mais tarde (21h30). O Museu d’Orsay tem horário noturno às quintas-feiras (21h30)…
      Vc viu o post sobre Giverny? Ou então faz um dia off Paris: Giverny e depois Etretat! 🙂

      Bjs

  8. Monica disse:

    Olá!!!
    Fiquei encantada com o lugar, e seu texto ficou ótimo!
    Sobre o último comentário que você fez, acha que é possível um “day off” Paris com Giverny e Etretat no mesmo dia, de carro?
    Muito obrigada pela atenção!

    • Sut-Mie Guibert disse:

      Olá Monica,
      Se você tiver um carro alugado e o dia inteiro (melhor no verão que tem luz até umas 22h), pode ir bem cedo para Giverny e depois para Etretat. Eu ainda aconselho dormir em Honfleur que fica ali perto e voltar só no dia seguinte. Então, na verdade, até dá para fazer mas para ficar melhor e mais confortável em 2 dias ou pelo menos, dia e meio. Ou fazer só um dos programas (Giverny ou Etretat) e isso pode ser feito de excursão.
      Um abraço

Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios