Ficou fácil viajar com crianças!

Giverny com crianças: os encantadores jardins de Monet!

A chegada da Primavera no nosso hemisfério é um excelente momento para falar de Giverny, na França. Para quem não sabe, é lá que ficam a casa e os jardins de um dos maiores pintores impressionistas, Monet. Uma visita obrigatória para quem gosta de suas obras, mas também para quem admira flores, jardins e belas paisagens.

Giverny fica a 75 Km e menos de 1h de Paris de carro ou de trem, um passeio perto que vale muito à pena, até com crianças.

Fizemos o passeio e adoramos:

O charme e atmosfera impressionista da pequena cidade, com suas casas medievais, de pedra e ruelas floridas com diversos jardins interessantes sinalizados por placas especiais: “jardins remarquables” (jardins de exceção). Tudo por ali é florido e há vários jardins, museus, ateliês e locais interessantes para visitar. Para quem gosta do assunto, dá facilmente para flanar várias horas ou até um final de semana, se quiser entrar no clima e aproveitar plenamente o ambiente. Por exemplo, morri de vontade de alugar uma bicicleta e sair pedalando pelos campos, como vi algumas famílias fazerem, ou até curtir um piquenique. Atividades que combinavam plenamente com a atmosfera!

Visitar a casa e os jardins de Monet: esta foi a casa do famoso pintor de 1883 a 1926. A casa ainda tem alguns móveis e objetos originais que pertenceram ao pintor e sua família, assim como a sua coleção de estampas japonesas e reprodução de alguns de seus quadros e croquis. Até a cozinha toda azulejada e decorada é bem graciosa, mas infelizmente, é proibido tirar fotos dentro da casa, somente da janela para fora.

Os jardins são interessantes, claro, e com certeza, é uma visita que deve ser feita em diferentes épocas do ano para pegar diversas espécies de plantas e flores floridas. A paisagem muda o tempo todo. Nós, por exemplo, em julho, pegamos o final das rosas.

Os jardins são separados em duas partes por uma estrada. Ainda bem, existe uma passagem subterrânea para não ter que atravessa-la. E do outro lado, fica o “Jardin d´eau“, o lago de nenúfares e pontes japonesas, tão bem reproduzido em tantas obras, sendo uma das mais famosas, Les Nymphéas, com parte do acervo exposto na L´Orangerie em Paris. Emocionante ver essas paisagens normalmente observadas em quadros e tão bem reproduzidas por Monet. Tudo estava ali: o lago, os nenúfares, os saule-pleureurs (weeping willows em inglês), o barquinho, as pontes japonesas…Paisagens incansáveis de serem admiradas. Pena que havia muita gente, difícil pegar as pontes vazias, por exemplo. Imagino que para conseguir essa proeza, tenha que ser no horário de abertura! :)

Além dos visitantes, alguns estudantes de artes se exercitam, inspirados pela paisagem. Este aqui, dos tempos modernos, pasmem, desenhava com um Ipad! E o seu desenho estava altamente realista!

A visita começa e acaba pelo “Atelier des Nymphéas”, uma grande loja onde se pode encontrar todos os tipos de lembranças. Para as crianças, livros infantis em francês e em inglês, que contam a história do pintor e descrevem o lugar.

Na hora do almoço, várias opções bucólicas na rua, com cafézinhos e terraços que servem principalmente crepes e sanduiches.

Café no trailer, com grandes baldes reproduzindo o lago de nenúfares! ;)

Mas nós ainda preferimos a opção do Terra Café, restaurante e casa de chá do Museu des Impressionnismes, com terraço florido e menu infantil por 8 euros (prato e sobremesa) e menu adulto entrada + prato ou prato + sobremesa por 19 euros e todo o conjunto por 23 euros.Vários outros passeios ainda podem ser feitos para quem se interessar: Museu des Impressionnismes, o Jardim de rosas do Hotel Baudy e até a tumba de Monet!

Recomendações:

É um passeio que merece um belo dia de sol e céu azul, tentem se programar.

Como é um passeio muito cobiçado, tentem ir durante a semana, quando tem menos gente. As filas são grandes, vale a pena comprar os bilhetes por internet aqui. Custam 9 euros/adultos e 6 euros/maiores de 7 anos. Os jardins de Monet ficam abertos de 1 de abril a 1 de novembro, de 9h30 às 18h.

A entrada na casa e bilheteria é estreita e tem umas pequenas escadas. Não foram feitas para carrinhos. Mesma coisa na passagem subterrânea que também tem escadas. Ainda assim, levamos o carrinho. Melhor carregá-lo um pouco nas escadas do que levar a crianças com mais de 10Kg no colo durante todo o passeio! ;-)

Para cadeiras de rodas, há uma entrada pela lateral em outra rua. Penso que poderíamos ter ido por lá com o carrinho também.

Para chegar

De carro: pegar a autoestrada A13, direção Rouen e sair na saída 14 (Bonnières). A autoestrada é gratuita até Mantes-la-Jolie e depois é paga 2 euros. Seguir as placas para Vernon ou Giverny. Em alguns momentos a estrada fica na beira do Sena. Na chegada, 3 estacionamentos gratuitos.

De trem: sair da Gare Saint Lazare e pegar um bilhete para Vernon (ver horários aqui). O trajeto dura 45 mn e custa 13,30 euros/ida. Na estação é possível comprar o ingresso da volta com horário em aberto. Ao chegar a Vernon, é preciso pegar um ônibus indicado que vai até Giverny, com trajeto de 10 mn, e custa 3,25 euros/ida.

De excursão: 5h de passeio de ônibus pela Cityrama (75 euros/adultos e 37,50/de 4 a 17 anos) ou de mini van Paris Vision (96 euros/adultos e 67,20/de 4 a 17 anos). Ver opções aqui.

Para mais informações:

Giverny: vários sites em inglês, o oficial giverny.fr

Giverny-Monet: giverny-monet.com

Giverny e Vernon: giverny.org com página específica com outros passeios, hotéis e restaurantes para famílias: giverny.org/family

Também estamos por aqui:

FACEBOOK TWITTER | INSTAGRAM | GRUPO VIAGENS EM FAMÍLIA

 

 

3132 Visualizações

Sut-Mie Guibert, Family Travel Blogger, Blogueira especializada em Viagens em Família, com crianças e bebês. Jornalista e mãe de duas meninas de 5 e 2 anos, adora levar as crianças para conhecer o mundo! Mas também gosta de escutar e falar sobre o assunto com outras famílias, que são sempre bem-vindas por aqui!

21 comentários para este artigo

  1. Ahhh esse passeio estava no nosso itinerário mas acabou riscado no último minuto, quero muito ir! Vai ficar pra próxima…lindo o lugar e as fotos!

  2. Tereza disse:

    Visitamos os Jardins mês passado – agosto e ficamos encantados. Nossas filhas de 06 e 03 anos aproveitaram muito e de quebra conheceram um pouquinho deste genial pintor

  3. Lindas as fotos Sut Mie! Este lugar e realmente encantador…tenho muitas lembrancas e fotos…

  4. beirouth disse:

    Também fomos no Verão com as crianças e adoramos! Passeio obrigatório. Também pretendo voltar em outras estações. Beijos!

  5. Edson Maiero disse:

    Giverny é muito bom, especialmente para quem gosta de arte e creio que levar as crianças lá é uma ótima forma de ensiná-las a beleza das pinturas de Monet

    • Edson e Tereza,
      Crianças adoram jardins, espaços verdes…e neste caso aqui, a filhota ainda adorou a casa. Compramos o livro infantil em francês e agora ela fala que conheceu os jardins e a casa onde tinha um velhinho que pintava! A interpretação das crianças é ótima! :)
      Não há forma mais bucólica de despertar para a arte!
      Bjs e obrigada pela visita!

  6. Todo ano eu tento ir, mas sempre chego na Europa em novembro e quase nunca consigo estar em Paris quando está aberto. Fico me maravilhando com posts como o seu. Fotos liiiidas!

  7. Luciana, Paula, Beirouth, Celina…obrigada pelos elogios. Mas quase não tenho responsabilidade nisso. O lugar e as belas fotos faz o post sozinho! :)
    Mas é realmente um local apaixonante onde voltaremos com certeza!
    Bjs e merci pela visita e comentários!

  8. Rosa Paula disse:

    Sonho em visitar este lugar mas fui 2 vezes para a França no inverno e ele estava fechado. Lindas fotos!

  9. Ana disse:

    Vcs estiveram lá agora, né danada!!!
    Este dia foi realmente um dos mais maravilhosos que tivemos na França, se é que é possível dizer isso pq todos foram especialíssimos!

  10. Luciana Betenson disse:

    Sut, que post lindo! As fotos estão o máximo, adorei o final com os desenhos – de fato o desenho no ipad está incrível! Adoro este livro “Linéia no jardim de Monet”, tenho em casa e meus filhos desde pequenos curtem lê-lo. Um dia vamos :-) Beijos!

  11. dieta disse:

    O ônibus custo 4 euros (ida e volta, guarde o ticket para usar na volta, não dpa uma de jacu como nós que não perguntamos se poderíamos usar na volta e pagamos duas vezes!!!!) e são menos de 10 minutos até a Fundação Monet . Você pode pegar um taxi também (não compensa!) ou até alugar uma bicicleta, que eu queria muito fazer mas haviam várias questões sem resposta. Vamos então esclarecer: serão 10 a 15 minutos de pedalada tranqüila (maior parte é reta), numa paisagem linda, você aluga na porta da estação e na porta da Fundação tem uma área reservada só para bicicletas (não tem que pagar)! Vale a pena sim se for no verão. Chegando na Fundação (o ônibus pára em frente, tem só que atravessar a rodovia e andar 1 quarteirão cheio de casas muito antigas, uma vilinha bem francesa mesmo, lindo de se ver) você tem que pagar para entrar, foram 6 euros por cabeça (passeio carinho esse né? Rsss).

  12. letícia disse:

    Que post maravilhoso! Ainda não conheço Paris, mas estou com a viagem programada para maio e com um dos dias reservados especialmente para esse passeio, pois amo Monet e essas dicas vieram no momento certo!
    Certamente minha filha de 5 anos sairá dos jardins tão apaixonada quanto eu!
    Amei!! Parabéns!! Beijos!

  13. Carmem disse:

    Passei pra dar um oi, babar com as fotos e dicas e chorar porque só chegarei a Zoaris em dezembro, com frio e sem Giverny…

  14. Oi Sut, tenho lido tudo sobre Paris com criancas para montar minha ida em Maio com minha filha de 9 anos. Dicas preciosas! Definitivamente essa visita vamos escolher, talvez alugando carro ou escolhendo umas das indicacoes de motoristas ou excursões de grupos pequenos (nao curtimos excursoes muito guiadas) mas algumas pessoas me disseram que em uma manha conheceriamos tudo e sobraria a tarde para talvez emendar com Versailles… Confesso que ainda nao me localizei no mapa para saber se ficam na mesma regiao… Qual sua opiniao? Muito corrido para quem quer respeitar o ritmo de criancas viajando?

    Bjs
    Luciane

    • Sut-Mie Guibert disse:

      Olá Luciane,
      Ai, em maio esse jardim vai estar lindíssimo! Imagino que com tulipas e tudo (suspiros)! :)
      Mas é puxado para fazer Giverny com Versailles, até porque os jardins de Versailles são enormes, é uma visita que demora (em geral, as pessoas separam 1 dia para Versailles)!

      Algumas soluções:
      – se forem de carro alugado, podem esticar até Honfleur onde passam a noite. Dia seguinte, visitam Etretat ao lado e voltam para Paris!
      – se forem de excursão, deve levar a manhã e parte da tarde. Nesse caso melhor fazer algum programa de tarde em Paris que não seja Versailles, como passeio de Bateau Mouche ou Jardim do Luxemburgo…
      Bjs

Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios