Ficou fácil viajar com crianças!

Dicas para identificar as crianças durante as férias e viagens!

Ontem recebi o email de uma mãe prestes a anular as férias na Disney porque bateu o pânico de perder o seu filho na multidão! Quem nunca teve medo disso? Este é um dos maiores pavores de todo pai e mãe! O assunto fica em pauta o ano todo, mas verdade que durante as férias, em parques lotados, shoppings ou praias, as crianças ficam mais vulneráveis e suscetíveis de se perderem! Em países estrangeiros, ainda tem a agravante de que geralmente não falam a língua local! Por isso a importância de abordar o assunto.

Algumas maneiras de identificar as crianças:

Minha irmã tem um método todo peculiar de escrever o seu número de celular grandão, com caneta, nos braços das filhas! 😉

Já o Luciano do Blog Malas e Panelas sai etiquetando a filha desta forma fofa aqui.

A Luciana Betenson do Blog Rosmarino e outros temperos teve a boa ideia de colocar um cartão plastificado com nome, endereço, celular e a informação de que as crianças não falam inglês, nos bolsos de seus filhos maiores.

Algo discreto e eficaz são as pulseiras que já mencionamos no nosso post sobre as 20 Dicas para sobreviver à maratona Disney: a Grudado em Você e a Cartolina Design fazem uns itens impermeáveis de plástico com lacre adesivo. Custam de R$15 a R$30/10 ou 15 unidades e o pedido pode ser personalizado por internet.

Captura de tela inteira 04072013 112317

Foto retirada do site www.grudadoemvoce.com.br

A Andreza Trivillin do Blog Andreza Dica e Indica Disney fez um post contando sobre suas etiquetas da Grudado em Você: aqui.

E a Paula Guimarães, que participa do nosso Grupo de Viagens em Família deu a dica de onde comprá-las em Orlando: na The Container Store – 4088 Millenia Blvd

Nos Estados Unidos, existem também tatuagens (como decalques) da Safety Tat que podem ser diretamente aplicadas nos braços das crianças. No Brasil: Tatuagens de Segurança, no site Cacarecos da Cacá (R$50/36 tatuagens).

Em lugares muito cheios (shoppings, parques) vale à pena vestir a criança com roupa bem colorida, quase fluo (camiseta, boné verde limão, rosa choque, etc). Ajuda a visualizar mais rápido! Ensine também à criança (maior) a ficar em um só lugar, sentar no chão e só aceitar ajuda de algum policial ou segurança (“fácil falar”, e sabemos que na hora do aperto, entramos todos em pânico, crianças e adultos! No entanto, é necessário ensinar um mínimo de regras de segurança).

Alguns pais com crianças pequenas mais agitadas optam pelos Harness Backpack, “mochilas-coleiras” que podem ser encontradas no Walmart por 8 dólares ou pelas Child Wrist Strap, mais simples e baratas, que amarram simplesmente no pulso da criança! Para ficar mais simpático, as mochilas podem ter a forma de bichinhos de pelúcia, ou também já vi na Munchkin, como uma mochila-lancheira para levar um suco e um biscoito ou como um canguru onde a própria criança leva o seu ursinho para passear.

foto(60)foto(59)

Seja qual for a sua opção, cada família sabe o que é melhor para o seu filho e o objetivo final é que conta: passar férias tranquilas, sem perder as crianças de vista! 😉

Também estamos por aqui:

FACEBOOK TWITTER | INSTAGRAM | GRUPO VIAGENS EM FAMÍLIA

11131 Visualizações

Sut-Mie Guibert, Family Travel Blogger, Blogueira especializada em Viagens em Família, com crianças e bebês. Jornalista e mãe de duas meninas de 5 e 2 anos, adora levar as crianças para conhecer o mundo! Mas também gosta de escutar e falar sobre o assunto com outras famílias, que são sempre bem-vindas por aqui!

9 comentários para este artigo

  1. Leo disse:

    Tb gosto de deixar minha filha com uma pulseira de identificação. Quando não acho uma pronta pra comprar, apelo pra fitinhas do Senhor do Bonfim: digito (fica mais legível) telefones de contato do país onde estarei, colo durex em cima (pra ficar á prova d´água) e amarro a fitinha. Fica colorido e minha filha adora. Quando e se o papel molhar, sempre tenho mais de sobra, aí colo durex de novo. Mas, quando acho algo pronto, é bem mais prático…rsrsrs…

  2. Renata Araujo disse:

    Oi Sut-Mie!
    Vou para Paris com minha filha de 3 anos e quero usar essas pulseirinhas. O que vc me recomenda escrever para que fique de facil entendimento lá? Nao sei nada de frances!! Escrever em portugues nao é legal, né? Pode ser ingles?

    Obrigada,
    Renata

    • sutmie disse:

      Olá Renata,
      Penso que vc pode escrever em inglês mesmo, assim as pulseiras servem até para outras viagens!
      Escreva: nome
      I don´t speak english/french
      Mammy: nome e telefone

      Se quiser em francês:
      Mon nom: (nome)
      Je ne parle pas français
      Maman: (nome e telefone)

      Um abraço

  3. Thalita disse:

    Olá, seu blog é muito bom! Parabéns! Tenho uma mocinha de 3 anos e um bebê de 2 meses! Sempre viajei para todo lugar com minha filha desde que ela tinha 4 meses. Agora vou viajar com os dois sozinha para Orlando (vamos encontrar meu marido lá). Vc acha q é muita loucura? Alguma dica em especial? Obrigada! Bjosss

    • sutmie disse:

      Olá Thalita,
      Se a sua filha de 3 anos viaja desde cedo e está acostumada, fica tudo mais fácil! 😉 Ainda mais indo para Orlando (digo: fica fácil botar uma pressão: “se vc não se comportar, não verá o Mickey”). Sobre a criança de 2 meses, vc já deve estar acostumada, ainda mais sendo segundo filho (que vem com manual de instruções, ao contrário do primeiro). Ficam aqui algumas dicas que normalmente uso para viajar com 2 crianças:
      Para facilitar, eu uso uma mala grande só para as 3. Se vcs quiserem fazer compras lá, recomendo que o seu marido já leve mais malas/bolsas vazias e não vc! 😉
      Qualquer dúvida é só me falar!
      Bjs

  4. Fernanda disse:

    Minha duvida é, estou indo para paris e estava pensando em comprar essas mochilas com coleira, isso é aceito lá???? vou causar tumulto?

    • Sut-Mie Guibert disse:

      Olá Fernanda,
      Eu confesso que não é tão frequente…é algo que veio dos Estados Unidos, acho eu…, mas penso que antes da preocupação com o olhar dos outros vem o bem-estar de vocês e a segurança da criança! Se vocês se sentem mais seguros assim, ninguém tem nada à ver com isso! Prefiro isso do que a aflição de perder uma criança! Claro, lá eles falam de responsabilizar os pais e crianças e blá, blá, blá…mas cada um sabe o filho que tem! 😉
      Vc leva e decide lá os lugares e horas de usar (e hj em dia existem uns modelos bem bonitinho)!
      Boa viagem!

  5. Aline disse:

    Acho muito boa essa ideia da pulseirinha!

Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios