Ficou fácil viajar com crianças!

Grécia: 24h em Atenas, o que fazer com crianças?

Alguns destinos fazem mais parte do imaginário dos viajantes do que outros. E certamente, esse é o caso da Grécia com sua história, mitologia, sítios arqueológicos espetaculares, além das ilhas, águas transparentes e casinhas brancas! Quem não sonha em ver de perto o Parthenon?

A nossa viagem pela Grécia foi um circuito de 10 dias entre Athenas, Santorini e Mykonos. Chegamos em Athenas, via Paris, com um voo da Air France. Outra opção teria sido pegar um voo low cost (com a problemática de pagar por peso/mala extra) ou outras companhias internas como a própria Aegean, grega, que faz Paris-Atenas com preço bem em conta se a passagem for comprada com antecedência.

Passamos 3 dias/2 noites em Atenas e gostamos:

O sistema de transportes é muito prático desde o aeroporto. É fácil ir para a cidade: de metrô (linha azul claro) ou de ônibus X95 que vai até a Praça Syntagma, bem central. De lá podem pegar o metrô. Ambas opções parecem melhores do que o táxi, porque há bastante trânsito (o ônibus tem corredor especial) e a cidade fica a 45mn/1h do aeroporto. O metrô é muito limpo e moderno e tem elevadores em várias estações, o que facilitou bastante com o carrinho de bebê! É fácil comprar os bilhetes nas máquinas (apesar da língua, os botões ficam destacados em vermelho). Existem também tramways na superfície que vão até a costa, igualmente práticos e limpos.

metrô AtenasMetrô limpíssimo de Atenas

Visita da Acrópole. Este é definitivamente o principal objetivo da passagem por Atenas: ver monumentos do início da civilização! Levamos o carrinho porque o caminho da estação de metrô Acrópole até chegar na entrada do monumento é longo e levemente em subida. Em alguns lugares há degraus, mas bem largos e espaçados, onde ainda é possível andar com o carrinho. Passamos pelo Teatro de Dionísio e depois pelo Teatro de Heródes Ática, bem conservado e onde acontecem shows e concertos (que devem ser lindos neste contexto)!

Teatro de Heródes ÁticaChegando na bilheteria, não é mais possível continuar com o carrinho. Temos que deixá-lo em um guarda-volumes (gratuito) ao lado. Nessa hora podem optar por um sling para ficarem mais confortáveis. Depois disso, ainda subimos vários degraus e desta vez são mais altos. Os ingressos custam €12 (adulto) e permitem a entrada na Acrópole, no Teatro de Dionísio, no Templo de Zeus, em Keramikos, na Ágora Antiga, Ágora Romana e na Biblioteca de Hadrian! As crianças não pagam.

Acrópole em AtenasAcrópole em AtenasChegando lá em cima é tudo bastante impressionante mas perde muito do seu charme com a quantidade de turistas. 🙁 Não dá para esquecer que o Parthenon é uma das sete maravilhas do mundo moderno e é missão quase impossível tirar fotos sem pessoas aparecendo. Outra coisa que atrapalha a paisagem são as gruas para reformas e manutenção. Claro que isso tudo não aparece nas fotos de cartão postal! Mas ainda assim, é claro que é impactante ver um monumento tão bem elaborado, verdadeira obra arquitetônica e de engenharia e que não foi destruída pelo tempo (foi construído em 450 AC)!
Coloque tênis nas crianças nesse dia, o terreno é irregular com muitas pedras pequenas no chão. E não esqueça do chapéu, filtro solar, óculos, garrafinha de água…além do calor, não tem sombra, nem café ou qualquer comércio. Se for verão, redobrar o cuidado com o calor!

Parthenon AtenasConfesso que eu gostei mais das Cariátides, extremamente bem conservadas! E dali também se tem a vista para o Monte Licavitus e sua pequena igreja.

Cariátides AtenasCariátides de AtenasFizemos essa visita em 1h30 aproximadamente…

Depois, descemos e fomos direto para o Novo Museu Acrópolis que tem uma arquitetura super moderna. A entrada dele é um piso de vidro por cima de escavações que foram descobertas justamente durante a sua construção!

Escavações do Museu AcrópolisLá dentro a história está muito bem exposta em um misto de contemporâneo com esculturas milenares, objetos encontrados em escavações. É muito interessante ver como as peças do acervo estão inteiras e são cheias de detalhes! Este é um passeio complementar com a Acrópole. Custa €5/adulto.

Sauromates II, King of the Kimmerian Bosporus

Sauromates II, King of the Kimmerian Bosporus, Foto disponibilizada pelo Museu Acrópolis

Para as famílias com crianças maiores, o Museu disponibiliza mochilas com jogos e informações de forma lúdica como, por exemplo, encontrar as 12 representações da Deusa Atenas espalhadas pelo Museu…Essas mochilas são entregues no limite do estoque disponível e, no final da visita, podem ser compradas na loja.

Para as crianças menores há uma sala com trocador e o Museu disponibiliza carrinhos gratuitamente! Nós usamos o nosso mesmo, que foi muito útil porque o Museu é grande.

E é possível almoçar no restaurante do Museu com vista para a Acrópole. Tem menu infantil.
Definitivamente, é um dia de imersão na história grega e da civilização!

Na saída, para fazer um programa mais infantil e divertido, podem pegar o trenzinho que faz um Tour turístico: ele passa pelo charmoso bairro de Plaka com suas tavernas e mesas nas calçadas, pelo Parlamento onde podem assistir à troca da guarda todo domingo às 11h (post do Blog Quatro Cantos do Mundo) e em frente ao Estádio Paratenáico onde aconteceram as primeiras Olimpíadas da era moderna em 1896!

Trenzinho em AtenasDia seguinte, conhecemos a Praça Monastikari mas não achamos nada de muito especial; talvez porque não nos interessamos pelo Mercado de pulgas que existe ali. Com a pequena, ficou difícil ver quinquilharias. O melhor dali é a vista do Parthenon que fica um pouco acima e “coroa” o centro da cidade.

Praça MonastikariAlmoçamos em uma típica taverna grega, uma das mais antigas da cidade (1898): a Psaras, na ruela Erotokritou, com mesas do lado de fora. Tudo bem charmoso e tradicional, fugindo do demasiadamente turístico.

Taverna PsarasTaverna PsarasProvamos as especialidades: salada com queijo Feta, espetinho de cordeiro e para a criança, Moussaka, lasanha de beringela com purê de batata e carne moída, fácil de comer. Tudo muito fresco e saboroso!

salada com queijo fetáMoussakaVisitamos o Monte Licavitus, o ponto mais alto da cidade (277m) para ter uma visão geral: fomos de táxi, mas os carros não podem subir até a entrada do monte. Ele nos deixou então no bairro residencial de Kolonaki, numa ruazinha “vertical”, Ploutarchou, e tivemos que subir escadarias arborizadas entre prédios modernos, antes de chegar na entrada do funicular! Esta parte é bem divertida para as crianças: trata-se de um vagão que sobe na vertical, como um elevador. Custou 6,50 euros/pessoa. Lá em cima, a vista da cidade é bem bonita. Dá para ver o mar e o quanto o tom principal de Atenas é o branco! Há também uma pequena igreja de São Jorge e um café mais sofisticado onde deve ser agradável tomar um aperitivo e assistir ao pôr do sol, mas não sabíamos disso e fomos logo depois do almoço.

Monte LicavitusFunicular para Monte LicavitusBar do Monte LicavitusE para terminar o dia, fomos aproveitar a piscina do $$$$ Novotel Athenas, hotel kids friendly com o programa “Family & Novotel”: a filhota ganhou uma pelúcia no check in, havia menu infantil no restaurante, kids área com brinquedos e tv dentro da área social, o que facilitava para vigiá-la enquanto jantávamos.

Novotel AtenasE, uma das coisas que nos fez optar por este hotel: a bela piscina na cobertura com vista para o Parthenon!

Novotel AtenasPiscina Novotel AtenasAo contrário de muitos hotéis em Atenas, ele era novo com uma decoração moderna e despojada, um serviço amigável e uma lojinha com uma vendedora brasileira muito simpática cheia de dicas preciosas! Detalhe importante: o hotel disponibilizava mapas da cidade! Pode parecer besteira, mas achamos a cidade bem difícil de se localizar (a língua e as letras não facilitam e as pessoas pouco falam inglês) e não encontrávamos mapas para comprar! Até salvamos uns brasileiros pelo caminho, dando os nossos mapas do Novotel! 🙂
O único inconveniente: ele poderia estar no bairro de Plaka, mais central e com melhor localização para os turistas. Mas ele fica a umas poucas quadras da estação de metrô Larissa. Porém, não aconselho chegar muito tarde, pois as ruas em volta eram pouco iluminadas. Nesse caso, é melhor pegar um táxi.

Gostamos menos:

Confesso que não adoramos Atenas, 24h foram suficientes. Obviamente, a cidade tem partes históricas interessantíssimas, mas talvez a nossa expectativa fosse alta demais e não esperávamos uma cidade tão poluída com uma confusão urbana, trânsito caótico, pessoas sisudas, rudes até em alguns momentos! Problemas de uma capital normal, que acolhe turistas loucos para ver a simpatia grega das fotos (nosso caso)! Para encontrar isso, tem que correr para as ilhas ou pelo menos para fora da cidade! 🙂

Uma dificuldade que tivemos: a língua, os caracteres diferentes e o pouco inglês que é falado. Difícil então se comunicar, falar com os taxistas (que nem sempre ligavam o taxímetro), encontrar nomes de ruas que ora estavam escritos com caracteres latinos ora gregos…

 

No terceiro dia de manhã, pegamos o avião (Olympics) para Santorini, onde passamos 4 dias e 3 noites. De Santorini a Mykonos fomos de ferry. E de Mykonos, onde passamos 5 dias e 4 noites, voltamos para Atenas de avião (Aegean) e de lá voamos direto para Paris. Vale ressaltar que o Duty Free do aeroporto tem preços interessantes e que existe uma área kids para as crianças esperarem o voo: uma salinha cheia de brinquedos e jogos! Inspiração para os nossos novos aeroportos!

área kids do aeroporto de Atenas

Viagem feita em setembro de 2010: tempo bom, sol e já fora de alta temporada.

Para mais informações:

Atenas: breathtakingathens.com

Outras opções de passeios e parques: breathtakingathens.com/node/5000220

Você pode gostar de ler:

Santorini com crianças

Mykonos com crianças

Blog Pouco ou Muito, que foi para Atenas com filha pequena

Ou Blog Family Trip, que foi com crianças um pouco maiores.

Sem contar os blogs super detalhados que me ajudaram tanto: Wazari e Turomaquia.

As crianças podem curtir O Diário de Pilar na Grécia

Também estamos por aqui:

FACEBOOK TWITTER | INSTAGRAM | GRUPO VIAGENS EM FAMÍLIA

6003 Visualizações

Sut-Mie Guibert, Family Travel Blogger, Blogueira especializada em Viagens em Família, com crianças e bebês. Jornalista e mãe de duas meninas de 5 e 2 anos, adora levar as crianças para conhecer o mundo! Mas também gosta de escutar e falar sobre o assunto com outras famílias, que são sempre bem-vindas por aqui!

2 comentários para este artigo

  1. Eder Rezende disse:

    Ola Sut
    valeu pela citação

    bjs
    Eder

  2. Muito legal o post Sut!!! Obrigado pela indicação também.

    Bjs!

Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios