Ficou fácil viajar com crianças!

Yosemite com crianças: dicas do Caio (5 anos) e da sua família.

Convidada Especial | Lúcia Klem

“Eu e meu marido estivemos na Califórnia em Out/2008, na época sem filhos. Uma das coisas que mais gostamos no estado foi o Parque Nacional de Yosemite. Este parque tem uma beleza natural incrível, foi sem dúvida um dos lugares mais lindos que já visitamos. Então, quando decidimos que iríamos novamente visitar o Golden State, uma coisa era certa: tínhamos que rever Yosemite! Tínhamos várias dúvidas do que incluir no roteiro, mas Yosemite não era uma delas. Queríamos compartilhar o que vimos e sentimos com o nosso pequeno, e para aproveitar ainda mais e conhecer lugares que não conhecemos antes, pensamos em dormir no parque.

Pronto, vamos dormir no parque, mas onde?

Existem diversas opções para dormir dentro do parque, que é imenso. Algumas são muito distantes do vale (onde fica a vila de Yosemite), que é onde tudo acontece. Já outras são dentro da vila, que fica bem no meio das principais atrações. Como queríamos aproveitar bem e perder pouco tempo com deslocamentos, optamos em fica lá.

Dentro da vila existem dois hotéis The Ahwahnee e Yosemite Lodge at the Falls e dois alojamentos tipo acampamento Curry Village e Housekeeping Camp. Para quem quer acampar existem vários campgrounds. Não importa qual sua escolha é altamente recomendável a reserva antecipada.
Quando decidimos as datas e fomos fazer a reserva, em torno de 3 meses de antecedência, não tinha mais vagas para os hotéis, só tinha vaga para a cabana sem aquecimento no Curry Village e para o Housekeeping Camp. Optamos pelo Housekeeping pois tinha mais clima de acampamento e achamos que nosso filho curtiria mais.
Com a reserva feita, fiquei acompanhando as temperaturas diárias da Vila de Yosemite. Fiquei bem assustada. Em Abril, as mínimas quase sempre foram abaixo de zero. Como moramos em Manaus e aqui não existe frio, fiquei bem preocupada e todo dia eu entrava para ver se tinha vaga em hotel ou barraca com aquecimento. Para minha sorte apareceu disponibilidade na cabana no Curry Village com aquecimento e fiz a troca, foi a decisão mais acertada.

Enfim chegou o dia da nossa viagem, fomos de AA num vôo diário que sai de Manaus as 00:05h. Voo tranquilo, Caio dormiu a viagem toda, imigração em Miami (MIA) e conexão, mais 5h de vôo até Los Angeles (LAX). Cansativo para os adultos que não dormem (oi?), se tivéssemos mais tempo pernoitaríamos em MIA e seguiríamos viagem no dia seguinte.
Chegamos em LAX às 11h da manhã, pegamos o carro e seguimos em direção de Yosemite. Como esse percurso dura quase 6h de carro optamos em fazer uma parada em uma cidade chamada Tulare. Como eu e Caio não tínhamos casacos de frio, já programamos, compramos pela internet (Amazon) e mandamos entregar no Hotel Fairfield Inn & Suites by Marriott Visalia Tulare, onde passamos a noite. Aproveitamos e passamos em um supermercado e compramos água e comida para levar ao parque e também colocamos gasolina, porque não há postos dentro do parque.

Entrando em Yosemite

A viagem para Yosemite começou mesmo no dia 07 de maio, saímos cedo de Tulare, por volta das 08h da manhã e seguimos em direção a entrada Sul de Yosemite (existem 4 entradas). A entrada no parque custa US$ 20 por carro pequeno e dá direito a ficar 7 dias no parque.

Captura de tela 2014-08-28 às 16.26.50Mapas de Yosemite

Mariposa Grove

Nossa primeira parada foi o Mariposa Grove e suas sequóias gigantes (ver no site oficial, dá para baixar mapas e folhetos em diversas línguas). Como fomos durante a Primavera, a estrada que dá acesso à trilha estava aberta (Mariposa Grove Rd). Uma dica é olhar no site oficial quando as estradas abrem. Fizemos uma pequena trilha de mais ou menos 40min, vimos várias sequóias e tiramos muitas fotos. Caio foi andando, não tem como levar carrinho, tem muitas ladeiras, pedras e degraus; ele reclamou um pouco, falou algumas vezes que estava cansado e nessas horas o Henry colocava ele no cangote. Outra opção para quem não quer andar ou está com crianças muito pequenas, é fazer um tour de 1h15 de ônibus aberto (de maio até outubro). Ainda assim, Caio adorou ver as árvores vermelhas gigantes. Estava bem frio, como não estou acostumada e meu casaco não tinha gorro tive dor de cabeça. Fica a dica então para quem vai: checar as temperaturas e cobrir-se bem. Não menosprezar gorros e luvas! E mesmo que esteja calor de dia, pode esfriar bastante à noite! 🙂

Yosemite5Yosemite6Quando saímos do Mariposa Grove já passava de 12h e decidimos parar um área para picnic para lanchar e depois seguimos caminho para o Glacier Point, esse definitivamente seria o ponto alto do dia.

Glacier Point

Quando vimos que a estrada para o Glacier Point abriu no dia 14/04 vibrei de alegria, lemos comentários sobre o lugar e queríamos muito ir até lá. Para chegar no Glacier Point, saímos de Mariposa Grove e seguimos para norte na Wawoma rd e entramos na Glacier Point Rd (tem várias indicações). A viagem até o topo demora em torno de 1h, com vistas lindíssimas. Tivemos sorte que tinha ainda muita neve em vários pontos e podemos parar para Caio brincar um pouco, nem preciso dizer que ele amou!

Yosemite 10334422_830362003658345_5342936024195660162_nYosemite4Chegando lá em cima paramos em um primeiro mirante e só tínhamos uma palavra: UAU!! Parecia um quadro, várias montanhas, árvores, a vista lateral do Half Dome (símbolo do parque), várias cachoeiras, incrível. Não dava vontade de sair de lá. Sempre que via uma placa explicativa, Caio pedia que nós lêssemos pra ele, estava muito curioso.

 

Yosemite1509748_830361910325021_1049396873559589058_nContinuamos caminho até a parada final, apenas mais algumas curvas, paramos o carro no estacionamento enorme. Lá tem uma ótima estrutura: banheiro, lojinha, lanchonete. Fomos passear pelas trilhas e chegamos ao mirante (acho que andamos uns 30 metros), mais uma vez ficamos impressionados com a vista maravilhosa, o vale de Yosemite lá embaixo, o Half Dome de um lado e El Captain do outro, lindo demais, uma maravilha da natureza. Nosso pequeno posou para várias fotos e toda vez levantava os braços e gritava AWESOME!
Mais uma vez deixamos o carrinho do Caio no carro, mas quem quiser levar a(s) criança(s) no carrinho achei tranquilo, os caminhos são todos cimentados e tudo é muito bem sinalizado.

Saímos do Glacier Point por volta das 16h e iniciamos caminho para a vila de Yosemite.

Vila de Yosemite

A Vila de Yosemite fica em um vale, cercados de montanhas, árvores, cachoeiras. A vila tem uma estrutura incrível: praça de alimentação, lojas, museu, hoteis, campgrounds, aluguel de bicicletas e se tiver sorte ursos, Yosemite é habitat natural do urso-negro. Chegamos à vila por volta 17:30h, fizemos algumas paradas para fotos mas como estávamos bem cansados seguimos para nosso check in no Curry Village.

Curry Village

O check in foi tranquilo, a atendente informou onde ficavam os banheiros (que são coletivos) e reforçou que não podíamos deixar NADA com cheiro dentro da cabana, comida, água, perfume, shampoo, hidratante, tudo tinha que ficar trancado no Bear Locker que fica do lado de fora da cabana. Pegamos o número e a chave da nossa cabana/cabine/tenda e lá fomos nós. Caio estava super eufórico, o que ele mais falava para todos antes da viagem era que acamparia em Yosemite. Pela descrição do meu filho: dormimos em uma barraca do tamanho de uma casa, ela tem a estrutura de metal, é coberta por uma lona e tem uma porta de madeira. Sobre o aquecimento, saiba que eles desligam as máquinas no final de maio e só ligam novamente meados de outubro.

Yosemite3A diária de uma cabine com aquecimento é US$ 142 para época que fomos (início da alta temporada), é bem caro se você pensar que é (literalmente) só um lugar para dormir, mas lembre-se, você está no coração de Yosemite.
Chegando à barraca arrumamos nossas coisas, colocamos as coisas no locker, checamos o aquecedor e fomos jantar. Comemos uma pizza deliciosa na praça de alimentação, acho impressionante como eles conseguem fazer coisas gostosas mesmo no meio do nada e com preço justo, pagamos uns US$ 15. Já passava das 20h e Caio já dava sinal de cansaço.

O céu em Yosemite à noite é incrível, ficamos muito tristes por não ter conseguido ver pois estava muito nublado. Mais um motivo para voltar.

Dia 2 em Yosemite

Acordamos umas 7h da manhã e tomamos café no Dinning Pavilion, tudo isso na área do Curry Village. Após o café fizemos logo o check out da cabine e alugamos 2 bicicletas, sendo uma delas com um trailer para o Caio, e fomos passear pelo parque. Pagamos em torno de US$ 100 pela diária das 2 bicicletas e do trailer, valeu cada centavo.
Pegamos um mapa com a trilha de bicicleta e lá fomos nós. O passeio de bike foi muito legal, passeamos na floresta, beira de um riacho, ponte, cachoeira, cada paisagem mais linda que a outra.

Yosemite2Por volta das 13h entregamos as bicicletas, pegamos nosso carro, comemos um sanduíche em uma lanchonete no Visitor Center e iniciamos nosso caminho para São Francisco, Caio queria muito ficar mais um dia, explicamos para ele que a viagem estava só começando e que ainda iríamos em muitos lugares legais! No total, foram 17 dias pela Califórnia, mas sem dúvidas o lugar favorito do Caio durante essa viagem foi o Yosemite!

Yosemite

Muito obrigada por compartilhar a sua viagem conosco, Lúcia! 

Para mais informações:
Site oficial Yosemite: nps.gov/yose/index.htm
Yosemite: yosemitepark.com
Discover America: Yosemite

No Visitor Center é possível comprar um livrinho (dividido por idade) para as crianças completarem e ganharem um bottom de “Junior Ranger! É bacana para integrar as crianças ao passeio e ensinar-lhes um pouco mais sobre os ursos, sequoias gigantes…

Saiba também que o Yosemite inspirou o novo filme da Disney “Aviões 2: heróis do fogo ao resgate“. Vale a pena vê-lo para entrar no clima!

=> Para organizar a sua roadtrip, veja o site do Discover America: discoveramerica.com.br/usa/road-trips.aspx

Onde dormir?
Dentro do Parque:

$$$$$ The Ahwahnee (ver fotos, avaliações e disponibilidade)*

$$ Yosemite Lodge at the Falls (ver fotos e avaliações)

$$ Wawona (ver fotos e avaliações)

$ Curry Village (ver fotos e avaliações)

Housekeeping Camp (ver fotos e avaliações)

Fora do Parque:
Yosemite Lodging at Big Creek Inn B&B a 2Km da entrada Sul do Parque (ver fotos e avaliações)

$$$$ Tenaya Lodge (ver fotos e avaliações)
$$$ Best Western Plus Yosemite Gateway Inn a 24Km da Entrada Sul (ver fotos e avaliações)

Para ver outros hotéis em Yosemite ou perto

*Somos afiliados Booking e recebemos uma comissão pelas reservas feitas através do Blog. Você não paga nada mais por isso e nos ajuda a manter as melhores dicas!

Você também pode gostar de ler:
Blog Felipe, o Pequeno Viajante, que foi de motorhome

Blog Pequenas Escolhas do Universo dos Pequenos

Blog Mauoscar, sem crianças, mas com uma série de posts muito detalhada!

Blog A Vida é uma Viagem

Em inglês: 10 Things to do in Yosemite with Kids

Também estamos por aqui:

FACEBOOK TWITTER | INSTAGRAM | GRUPO VIAGENS EM FAMÍLIA

 

4074 Visualizações

Sut-Mie Guibert, Family Travel Blogger, Blogueira especializada em Viagens em Família, com crianças e bebês. Jornalista e mãe de duas meninas de 5 e 2 anos, adora levar as crianças para conhecer o mundo! Mas também gosta de escutar e falar sobre o assunto com outras famílias, que são sempre bem-vindas por aqui!

5 comentários para este artigo

  1. Karina disse:

    Adorei essa matéria!
    Irei a Yosemite no final de novembro, junto com meu marido e nosso filho de 1 ano e meio.
    Será que é muito frio nessa época pra ele?
    Tem algum lugar do parque que dá pra levar um carrinho?
    Que pontos você sugere para nós, para apenas 2 dias?

  2. Andressa disse:

    Como está o nome de vcs no Instagram?

Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios