Ficou fácil viajar com crianças!

Carnaval em Veneza com crianças

Convidada Especial | Sut-Leng Guibert

Quem disse que Veneza era só para os apaixonados? Com seus Palácios, máscaras, pontezinhas e “ruas” sem carros e cheias de gôndolas, pode ser um lugar encantador para uma viagem em família! Ainda mais na época do Carnaval, com uma das festas mais famosas do mundo!

 

 

 

Para inspirar e fazer:
– Entrar na história de Palácios, piratas e bailes de reis e rainhas.
– andar de barco nos diferentes transportes: vaporetto, taxi-lancha, traghetto, gôndola…
– Se perder nas ruelas e mais de 420 pontes,
– Comer um pannini ou uma pizza, tomar um gelatto,
– participar de um ateliê de fabricação de máscara,
– assistir à fabricação de vidro em Murano,
– alugar uma bike e passear na beira da praia no Lido,
– conhecer as casas coloridas de Burano,

Como chegar?
=> Fomos de avião de Paris à Veneza. Pegamos uma promoção da Air France, mas existem outras empresas que também fazem esse trajeto, inclusive companhias low cost. Só tome cuidado com o aeroporto de chegada: o aeroporto de Veneza é o Marco Polo, mas algumas companhias low cost vão para o aeroporto de Treviso, a 1h30 de Veneza.
Outra excelente opção para chegar em Veneza é de trem. Eles partem de várias capitais, de dia ou de noite e chegam em Veneza na Estação Santa Lucia.

=> Do aeroporto Marco Polo que fica em Mestre, no continente, há várias maneiras de chegar até Veneza: de ônibus ATVO (companhia local) ou barco vaporetto.

Nós pegamos o ônibus até a Piazzale Roma, que fica ao lado da Estação de trem Santa Lucia na própria Veneza. Custa 8€ (15€ ida e volta), mas dependendo do número de pessoas e quantidade de bilhetes, o preço diminui. Depois, pegamos um vaporetto até o nosso hotel (7,5€/pessoa/trajeto. Crianças abaixo de 6 anos não pagam). Mas na volta, nos demos conta de que poderíamos ter pego um vaporetto só, diretamente do aeroporto e pelo mesmo preço. Teria evitado a baldeação. Informe-se com o seu hotel qual o seu ponto de parada de vaporetto (veja e imprima o mapa das diferentes linhas).
Outra forma mais cara de chegar é de lancha-shuttle ou mais cara e charmosa ainda, de taxi-lancha. Se o preço não for problema, o taxi-lancha é o mais prático porque te deixa na porta do Hotel; você não fica rodando nas ruazinhas com crianças e malas!

Veneza

O apartamento
Ficamos no MyPlace Ponte Lion Apartments, super bem localizado, a 400m da Praça e Basílica San Marco e pertinho da Ponte dos Suspiros! Um quarto e sala no térreo, bem moderno, com 2 banheiros, cozinha toda equipada e wifi grátis. Eles ainda nos deixaram cápsulas de café/chá e um pacote de macarrão com molho de tomate e uma garrafa de vinho de boas vindas! Muito simpático!
Ali perto, havia um mercadinho para compras rápidas e a estação de vaporetto San Zaccaria fica a 4mn a pé.
O ponto alto é que a sala tem chão de vidro e fica em cima de escavações e um poço. As meninas acharam super diferente e divertido!
Como são aparts, não há recepção. A pessoa responsável não fica ali, mas vem abrir a porta e dar as chaves. Ela fica sempre disponível pelo Whatsapp. Na saída, é só deixar as chaves e fechar a porta!

Veneza-com-criancas

Passeios
=> Na nossa chegada, fomos à Praça San Marco onde havia um pequeno espetáculo “As 12 Marias” (12 meninas que foram levadas por piratas, etc…e o público deve eleger a mais bela das Marias…).
Na Praça, ver a Torre do Relógio, a Basílica de San Marco (sempre com muita fila), vários cafés, sendo o mais clássico deles o Café Florian, que existe desde 1720! Mas cuidado: os preços são bem salgados! Para uma brincadeira mais barata, as crianças podem correr atrás dos pombos que enchem a praça. E para uma vista imperdível da cidade e seus canais, vale subir o Campanário de San Marco. Custa 8€ e tem elevador! 😉

Basilica-San-Marco-VenezaCampanario-de-san-marco-veneza=> Dia seguinte, visitamos o Palácio dos Doges (Palazzio Ducale). Compramos os ingressos por internet no site: 19€/adulto e 12€/criança acima de 5 anos + 1 visita guiada em francês dos “itinerários secretos”. Foi como se fossem os bastidores do Palácio com as prisões, sala de torturas e a história da fantástica fuga de Casanova por cima dos telhados. A visita durou 1h30 e foi bem interessante. Ao lado do Palácio dos Doges, não podemos deixar de ver a minúscula e famosa Ponte dos Suspiros. Diz a lenda que o seu nome se deve aos prisioneiros que soltavam suspiros ao passar por ela.

palacio-dos-doges-venezaponte-dos-suspiros-veneza=> De tarde, fomos fazer o passeio imperdível de gôndola. É um passeio agora tabelado: custa 80€ para 6 pessoas por 30 mn. É caro, mas vale a pena porque como as ruas são de água, dá para ver detalhes que não conseguimos ver passeando a pé. E é fantástico ver a Ponte de Rialto de frente.

passeio-de-gondolas-venezaveneza-com-criançasponte-de-rialto-venezaEm alguns pontos, é possível simplesmente atravessar o Grande Canal (a principal avenida de Veneza), com gôndolas grandes (traghetto) que cobram 2 euros. Dá para tirar fotos, mas essa travessia é bem rápida e não se compara à beleza das gôndolas tradicionais e ao trajeto que estas fazem.

Veneza=> Para um pouco de arte moderna que tanto agrada às crianças, uma visita ao Peggy Guggenheim Collection é imperdível! A visita é rápida e nada cansativa: a exposição é pequena, tem quadros bem coloridos de Picasso e Magritte e um jardim bem agradável. Aos domingos, há sessões gratuitas das 15h às 16h30 para as crianças de 4 aos 10 anos. Inscrições por telefone, na sexta-feira anterior: +39.041.2405.444/401

=> Dia seguinte, pegamos um vaporetto até Murano, ilha famosa pela fabricação de cristais e principalmente lustres. Há várias lojinhas com artesãos que fabricam vidros e cristais (demonstrações somente pela manhã). Vimos um primeiro artesão que fazia cavalos de vidro, mas podíamos observar, sem tirar fotos. Em outras lojas, no canal principal (perto do cais da chegada), há vidraçarias que podemos visitar e tirar fotos, com demonstrações pagas (5€/adulto, gratuito para as crianças)…

Muranovros-em-murano-veneza=> Vale muito à pena ir à Burano também, outra ilhota conhecida por suas rendas e  casas coloridas, como se fossem um décor de cinema! Dá para ir de vaporetto. Se for por conta própria, conte um dia inteiro para essas visitas, porque perde-se um tempo nos transportes. Comece por Murano para assistir à uma demonstração de fabricação de vidro pela manhã e pode ir logo para Burano que é mais colorida e bucólica. Se tiver pouco tempo, opte então por uma excursão de meio-dia que passe pelas duas ilhas.

E o Carnaval?
Foi muito divertido ver todo mundo entrar no clima, amigos, famílias, casais…mas todos sempre no mesmo tema: roupas do século XVI quando nobres se fantasiavam para se juntar ao povo. Então as roupas são sempre muito ricas e cheias de detalhes. Vimos algumas poucas pessoas fora do contexto (um Batman, por exemplo), mas causam estranheza.
No cais, na chegada em Veneza, algumas pessoas fantasiadas cobravam para tirar foto com elas. Melhor é ir direto para a Praça San Marco, onde muitos desfilavam orgulhosos e pousavam com prazer, sem cobrar nada.
Podemos comprar máscaras de Carnaval por toda Veneza e os preços vão de 5€ a 25€, em papier machê.

Carnaval-em-Veneza-com-criancasIMG_6883 IMG_6885 IMG_6920 IMG_6976 IMG_6947 IMG_6987Para entrar ainda mais no clima do Carnaval de Veneza, vocês podem fazer um ateliê de máscaras em família na Ca’Macana.

Máscaras-Carnaval-VenezaEm contrapartida, não é um Carnaval tão alegre quanto no Brasil! Primeiro, não há música na rua, ou pelo menos, nada de especial… Tudo está nas roupas, na caracterização. As pessoas se mostram, como pavões, calmamente. É divertido observar o clima: temos a impressão de que fizemos uma viagem no tempo! E, de noite, nas ruelas escuras e com nevoeiro, o clima chega a ser de suspense!!
Carnaval-Veneza

Pontos de atenção

– Um senão nessa época de Carnaval: o frio. Cubra bem as crianças com roupa adequada e casacos. Não choveu, mas fazia frio com tempo bem úmido. E uma pena não ter sol para essas fotos e paisagens!
– De novembro a março também é a época da “Aqua Alta“, quando o nível do mar sobe e invade a Praça San Marco e ruelas. Os moradores são prevenidos por sirenes, não se assuste. Melhor levar botas de borracha para prevenir, senão várias lojas vendem (caro)!
– Também não aconselhamos levar carrinho; é melhor ter um sling para os bebés. Veneza tem 420 pontes, além de ruelas estreitas! Mas se tiver que ser, que ele seja bem leve e estilo guarda-chuva.
– Outro cuidado: atenção com as crianças agitadas, alguns canais não tem parapeito! 🙂

Onde comer com crianças?
Bem, as crianças ficarão felizes com o número de pizzas, massas, pannini (sanduíche no pão quente) e gelatto!
As melhores gelaterias são a Ca’D’Oro,  Il Gelatone em Cannaregio, Gelateria Nico em Dorsoduro, com vista para o Canal e com opções sem gluten ou na rede Grom, espalhada pela cidade!

A Birraria La Corte em Campo San Palo é ideal porque tem muitas mesas do lado de fora, em uma das maiores pracinhas de Veneza. As crianças podem brincar à vontade.
E lembre-se que em dias mais quentes, dá para comprar comida e fazer um piquenique agradável na beira dos canais, nas várias praças e jardins ou até na Ilha do Lido em frente, que tem praias.
Para um Kids menu tradicional, você sempre pode recorrer ao Hard Rock Café!

Onde dormir com crianças?*
MyPlace Ponte Lion Apartments com chão de vidro, perto da Praça San Marco,
Cool Apartments Venice: excelente custo-benefício! Apartamentos simples, de 2 quartos e bem localizados perto da Praça San Marco
Casa Dolce Venezia: excelente custo benefício, perto da Praça San Marco. Tem apartamentos de 2 quartos com cozinha montada, excelente para famílias.
Apart Ca Santangelo: excelente localização, apartamentos grandes e modernos com cozinha totalmente equipada.
Foresteria Levi: bom custo benefício na beira do Grande Canal. Tem decoração mais simples e moderna, adaptada para os alérgicos. Quartos quádruplos.
Locanda Poste Vecie, bom custo-benefício, bem localizado, ao lado da Ponte Rialto. Tem quartos triplos.
$$$ Hotel Sant’Antonin com quartos familiares, um belo jardim e perto da Praça San Marco
$$$ Hotel Diana, ao lado da Praça San Marco. Foi todo remodelado (novo) e tem quartos duplos conectados
$$$ Best Western Hotel Olimpia Veneza: quartos confortáveis, jardim interno e perto da estação de trem. Tem excelente café da manhã e quartos triplos/quádruplos.
$$$$ Eurostars Residenza Cannaregio: para quem prefere ambiente modernos. Tem jardim e quartos triplos ou para mais de 5 pessoas.

*Somos afiliados Booking e recebemos uma comissão pelas reservas feitas através do Blog. Você não paga nada mais por isso e nos ajuda a manter as melhores dicas! 😉

Leia também:
A abertura do Carnaval de Veneza com crianças
O nosso roteiro em… Amsterdam, Paris, Veneza e Roma com crianças
Roma com crianças
Hotel B&B em Florença

Também estamos por aqui:

FACEBOOK TWITTER | INSTAGRAM | GRUPO VIAGENS EM FAMÍLIA

2489 Visualizações

Sut-Mie Guibert, Family Travel Blogger, Blogueira especializada em Viagens em Família, com crianças e bebês. Jornalista e mãe de duas meninas de 5 e 2 anos, adora levar as crianças para conhecer o mundo! Mas também gosta de escutar e falar sobre o assunto com outras famílias, que são sempre bem-vindas por aqui!

3 comentários para este artigo

  1. Estive em Veneza em Novembro/2014, em dois dias bastante chuvosos, mas que permitiram visitar muitos locais interessantes e também a ilha de Murano, através do “metrô-lancha”. Não consigo me imaginar fantasiado naquela cidade… hehe

  2. Tati disse:

    Que legal! Estou pensando em ir com meus filhos ano que vem, as dicas foram ótimas. Já fui a Veneza 2 vezes (sem filhos) e morro de vontade de levar meus pequenos, tenho certeza que eles iriam adorar.

Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios