Ficou fácil viajar com crianças!

Porque levar as crianças para o Peru?

Nada como começar o ano com inspiração, falando de um destino pouco frequente com crianças: o Peru. Durante a nossa viagem por lá, no final do ano, eu me perguntei diversas vezes porque demoramos tanto para conhecer esse país tão encantador? Antes de começar a série de posts sobre esse destino, acho que vale à pena enumerar as razões pelas quais você deveria colocar uma viagem ao Peru na sua top list de viagens:

=> O Peru fica pertinho, na América Latina, o que significa que você pode viajar só com RG se quiser, e a viagem é rápida, com tempo médio de 5h de voo entre São Paulo ou Rio de Janeiro e Lima. Há voos diários da Avianca e Latam.

=> Essas companhias, aliás, tem feito muitas promoções para Lima.

=> Os peruanos são muito simpáticos, sorridentes e acolhedores. E bem voltados para o turismo, facilitam tudo.

=> O Peru é um país muito colorido, tanto na paisagem quanto na cultura, arte, artesanato…A viagem vai render fotos lindas, no mínimo!

Machu-Picchu-Peru-com-criancasimg_6342Machu-Picchu-Peru-com-criancas=> A história do país e cultura são incríveis, com ruínas e vestígios Incas sensacionais e misturas com a colonização espanhola que deixou marcas na arquitetura e religião, por exemplo. É interessante descobrir as misturas das duas culturas. Muitas coisas aprendidas dos espanhóis foram adaptadas, estilizadas, criando uma terceira cultura: nem a Inca, nem a espanhola, mas uma mistura das duas, a cultura peruana atual. Até hoje, os peruanos falam espanhol e quéchua, principalmente no interior do país.

=> Ainda nessa mesma ideia, aproveitando a cultura milenar do país, é super interessante para crianças em idade escolar, aprender sobre os Incas, ver como eles eram organizados, como eram excelentes arquitetos, engenheiros, agrônomos,… Isso é visível em Machu Picchu, claro, mas também em outros sítios arqueológicos, como em Saqsaywaman, em Cusco ou Ollantaytambo, no Vale Sagrado.

Machu-Picchu-Peru-com-criancasMachu-Picchu-Peru-com-criancasMachu-Picchu-Peru-com-criancas=> Ainda tem as lhamas, alpacas, ovelhas… Não há criança que não se encante!

Machu-Picchu-Peru-com-criancasMachu-Picchu-Peru-com-criancasMachu-Picchu-Peru-com-criancas=> Como o Peru tem uma cultura e arte muito ricas, além das fotos, a viagem rende belos souvenirs de viagem. Há muitas coisas interessantes, prepare uma bolsa extra: tapetes com trabalhos/desenhos manuais, muitos casacos, xales de alpaca, tudo com modelos lindos e diferentes, cerâmicas, itens alimentares, prata (a prata peruana é tão pura que não escurece), camisetas (a malha peruana é excelente. Muitas empresas como Lacoste e Ralph Lauren tem fábricas lá), etc. E não esqueça que a regra nos mercados é pechinchar.
Sobre a alpaca especificamente, é importante entrar em lojas sérias e reconhecidas por oferecerem realmente a lã de alpaca (e não itens “Made in China”). A alpaca é uma lã mais pesada e fria do que as demais e é conhecida por esquentar bastante. Os casacos e itens de Alpaca são lembranças mais caras (por exemplo, comprei um xaile por US$100), mas você não encontra itens com essa qualidade de lã e por esse preço, fora do Peru. Normalmente, são mais caros!

Peru-com-criancasMachu-Picchu-Peru-com-criancas=> O Peru é um país relativamente barato. As companhias aéreas tem feito várias promoções, há hotéis de todos os tipos e a moeda nacional, Novo Sol (PEN) vale praticamente a mesma coisa que o Real. Os táxis em Lima são baratos (não pagamos mais de 15 soles), a comida em Cusco também é bem em conta, ainda mais considerando que as porções peruanas são grandes: um prato serve facilmente para 2 pessoas!

=> O Peru tem mais de 3.000 espécies de batatas, 56 espécies de milhos (sendo um roxo e outro branco, com grãos enormes), muitas frutas, pimentas e legumes andinos e da Amazônia, muitos peixes vindos da Costa…ou seja, ingredientes para uma culinária rica e diferente. Não por acaso, Lima está entre as principais capitais gastronômicas do mundo, com excelentes restaurantes e Chefs conhecidos, como o Gastón Acurio. Na lista dos 10 melhores restaurantes da América Latina, 3 estão em Lima!
Não deixe de provar o ceviche, a bebida pisco sauer, a bebida de milho chicha morada, as causas (beslisquetes com bases de purê de batata e recheios diversos),…

Machu-Picchu-Peru-com-criancasimg_6961Peru-com-criancasCeviche-Peru-com-criancas=> O país tem tantas riquezas e é tão variado que é fácil tirar férias curtas, 10 dias, 1 semana ou até um feriado prolongado de 5 dias no Vale Sagrado…Isso é excelente para quem não tem tempo. Dá para passar uma excelente semana de férias, tão intensa e relaxante que vai parecer 15 dias!
E não esqueça que 2017 tem diversos feriados prolongados! 😉

=> Qual a melhor época para essa viagem? Muitos guias peruanos afirmam que só existem duas estações no Peru: a seca e a chuvosa, que tem o seu ápice em janeiro e fevereiro. Portanto evite ir para o Peru com as crianças nas férias de janeiro! Em Lima pode estar sol, mas é uma pena pegar chuva em Cusco e principalmente Machu Picchu, onde tudo fica escorregadio e a subida pode até estar fechada, como já aconteceu em alguns anos. Já nas férias de julho, é a melhor época (seca), mas prepare-se para pegar tudo cheio, porque também é o mês de férias na América Latina, Europa e EUA! E, Machu Picchu sendo uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno, é claro que é super visitada, como qualquer outro grande Monumento!
A melhor época para visitar o Peru e Machu Picchu é entre abril e outubro. Nós viajamos em novembro e já pegamos umas chuvinhas finas em alguns passeios.

=> Qual a melhor idade para essa viagem? Em função da altitude e, principalmente, das diversas ruínas e sítios arqueológicos que podem ser visitados, pessoalmente, não acho que seja uma viagem adaptada para bebês e crianças muito pequenas. Acho que a partir de 6 anos, é uma boa idade: a criança já anda bem, já se interessa e entende as histórias Incas. A nossa filha de 5 anos ainda pediu colo algumas vezes… 🙂 Já para a filha de 9 anos, foi uma viagem perfeita!

Machu-Picchu-Peru-com-criancas=> Mas…”e a questão da altura/altitude?” muitos me perguntaram. Bem, essa questão específica merece um post inteiro com dicas de como se prevenir (e remediar). Mas saiba que dá perfeitamente para se adaptar e curtir os passeios.

=> Quem leva? A Agência Viajar com Crianças, parceira do nosso blog. Ela tem roteiros de vários dias entre Cusco, Vale Sagrado, Machu Picchu e Lima. Ou roteiros rápidos de feriados prolongados em Cusco/Machu Picchu. O interessante aqui é que como se trata de uma agência especializada em viagens em família, ela tem todo o cuidado e conhecimento do assunto. Andamos com transfers exclusivos, guias em português, e, principalmente, tivemos um roteiro bem diferente com atividades em família, como piqueniques em paisagens lindas e aulas de cerâmica ou ceviche. Maneiras de ter um roteiro bem diferenciado e com experiências e lembranças em família.

Machu-Picchu-Peru-com-criancasPeru-com-criancasPeru-com-criancasPeru-com-criancas

 

* Viajamos com o nosso parceiro oficial, a Agência de viagens Viajar com Crianças, e conhecemos o roteiro Cusco e Machu Picchu com crianças.

Veja mais fotos desta viagem no instagram @viajandocompimpolhos, hashtag #pimpolhosnoPeru

Para mais informações:
Viajar com Crianças: www.viajarcomcriancas.com.br | Facebook | Pinterest

Leia também:
Viajar para o Peru com crianças
Dicas para prevenir o soroche ou mal de altitude com crianças
Viajar com Crianças: roteiros especializados para viagens em família

Também estamos por aqui:

FACEBOOK TWITTER | INSTAGRAM | GRUPO VIAGENS EM FAMÍLIA

922 Visualizações

Sut-Mie Guibert, Family Travel Blogger, Blogueira especializada em Viagens em Família, com crianças e bebês. Jornalista e mãe de duas meninas de 5 e 2 anos, adora levar as crianças para conhecer o mundo! Mas também gosta de escutar e falar sobre o assunto com outras famílias, que são sempre bem-vindas por aqui!

2 comentários para este artigo

  1. Daiana disse:

    Adoro acompanhar suas dicas, seu blog me empolgou a trilhar esse caminho de viagem com filhos, mas no meu caso aos pais de crianças especiais…um grande abraço.

    • Sut-Mie Guibert disse:

      Olá Daiana,
      Que comentário legal! Que honra! Fico feliz que o blog tenha inspirado vocês. E é muito interessante e importante ter blogs de viagem com crianças especiais.
      Bem vindos ao mundo dos blogs e boas viagens! 🙂
      Um abraço

Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios