Ficou fácil viajar com crianças!

O nosso roteiro…pela Inglaterra: Londres e road trip pelo interior – parte 1

Convidada Especial | Claudia Cosentino

A nossa amiga e parceira, Claudia Cosentino, esteve recentemente na Inglaterra com a família e conjugou sua visita a Londres com uma pequena road trip pelo interior do país. Foram poucos dias (11), mas muito bem aproveitados e cheios de dicas para crianças! 🙂

O nosso roteiro:
Dia 1 – Chegada em Londres – aluguel do carro – Stonehendge – Norton St Philip – Hospedagem no Best Western Limpley Stroke.
Dia 2 – Longleat House and Safari
Dia 3 – Check out – Bath (termas e almoço) – Vilarejo em Costwolds – Stratford Upon Avon- check in no Hotel Falcon
Dia 4 – Casa de Shakespeare – Anne Hathaway´s Cottage – Mary Arden´s Farm
Dia 5 – Check out – Warwick Castle – Premier Inn Slough
Dia 6 – Legoland
Dia 7 – Check out – Windsor ou Highclere Castle – devolução do carro alugado – Londres – check in Castletown House – compras e passeio pelas imediações
Dia 8 –  Buckingham Palace – troca da guarda – Parlamento, Big Ben, Westminster Abbey, London Eye – Dungeons – Shrek adventure – Sea Life Aquarium – Jubilee Gardens
Dia 9 – Torre de Londres – Tower Bridge – Trafalgar Square, National Gallery Greenwich
Dia 10 – Greenwich
Dia 11 – Check out – Kensington park – Science museum – Vôo de volta

 

Assim que chegamos no aeroporto de Londres, alugamos o carro pela Europcar (com um pouco de filas e espera) e pegamos a estrada rumo à Bath, onde passamos duas noites na região e fizemos uma programação de 2 dias pelos arredores.

aluguel-carro-londres

Stonehendge – O famoso círculo de pedras feito pelo povo pré histórico que habitou aquela região, fica bem no caminho entre o Aeroporto de Heathrow e Bath, portanto, ainda que não esteja nos seus planos parar por lá para conhecer, vale dar uma olhadinha da estrada mesmo, de onde é possível ver a estrutura, ainda que um pouquinho de longe. É uma pena que não haja nenhuma área de “hard shoulder” como os britânicos chamam o acostamento, para dar uma paradinha e tirar fotos melhores…

Caso queira visitar o círculo de perto, é recomendável reservar com antecedência on line, se for nos horários de pico ou em épocas de muito movimento, pois o número de visitantes é restrito. Lá, vai encontrar um Centro de Visitantes bastante incrementado, com reproduções de residências neolíticas, museu arqueológico e outras instalações com apelo audiovisual e interativo, que podem agradar às crianças.

Stonehendge

Para dar um gostinho mais “countryside” a essa viagem, eu recomendo hospedar-se em um dos vilarejos charmosíssimos da região. Duas sugestões são Norton St. Philip e Limpley Stoke. Ambos são povoados lindos de estradinhas estreitas e íngremes, com muitas casinhas de pedra com paredes cobertas de hera, Pubs históricos e aquelas igrejas com o cemitério do lado, como vemos nos filmes.
Limpley-StokeLimpley-StokeLimpley-Stoke

Sugestões de Hospedagem:
Best Western Limpley StokeOptamos por este, com quarto pequeno, mobiliário um pouco antigo  mas atendimento muito gentil.
Ou The George Inn, Norton St. Philip

Best-Western-Limpley-StokeBest-Western-Limpley-StokeBest-Western-Limpley-Stoke

PARQUE DE LONGLEAT

Esbarrei com o site de Longleat por acaso, enquanto procurava hotel na região de Bath. Apesar de nunca ter ouvido falar sobre o parque, achei a proposta incrível! Um complexo que unia um safári, um parque infantil e uma linda propriedade tipicamente inglesa para visitação!

É possível comprar ingressos para apenas parte das atrações, o Safári ou o palacete e jardins, mas eu optei pelo pacote completo e foi ótimo, pois tivemos diversão para um dia inteiro! Seja como for, vale comprar com antecedência pela internet, pois há um bom desconto.
Longleat

O Safári
Confesso que não sou nada fã de zoológicos. Por isso entrei bem desconfiada nessa atração, mas me surpreendi muito positivamente!

LongleatOs animais parecem felizes e bem tratados, andam em grupos grandes e em espaços bastante razoáveis. Não vi sinal de stress com o movimento de carros, que é lento e controlado, apesar de intenso. No site há informações de que muitos animais são oriundos de resgates e outros tantos nasceram em cativeiro (o que costuma ser sinal de adaptação ao ambiente).

LongleatLongleatÉ possível interagir com alguns animais (alimentar girafas e veados) e há programações especiais de shows e outras atividades, dependendo da época.

LOngleatLongleatO mais interessante do Safári é, sem dúvida, a área dos macacos! É possível alugar um carro apenas para fazer o Safari, e há quem faça isso, porque eles são terríveis! 🙂 É também possível pegar um atalho e pular essa parte. Mas, caso queira continuar, há vários avisos, pois os macacos sobem nos carros e podem morder antenas, puxar borrachas, arrancar limpadores de para-brisa… Nosso carro saiu intacto, mas foi uma questão de sorte.

LongleatLongleat

Adventure Park
Não há grandes brinquedos tecnológicos, com exceção de um “simulador de realidade aumentada”, que é engraçadinho.
O forte do parque são os labirintos, desafios de pistas e um enorme parquinho de brinquedos para exploração pelas crianças, onde podem passar horas se divertindo!

LongleatLongleatLongleat

Longleat House
Por fim, a parte que era de interesse desta mamãe: a visita ao palácio em estilo elisabetano!

LongleatPara quem assistia à série Downton Abbey, há uma clara semelhança de estilo e história (tem até um quadro de campainhas igual ao que tanto marcava a série). Infelizmente não é permitido tirar fotos do interior. A casa ainda é ocupada pela família do Lord of Bath, mas os andares inferiores estão disponíveis para visitação com uma riqueza e opulência que impressionam.
Há também um pequeno museu com reminiscências da família e objetos dos séc. XIX e XX.

LongleatLongleatPara comer há diversas opções de lanchonetes e food trucks espalhados pelo parque.
Super aprovamos a experiência e recomendamos!

Longleat

Centro de Bath – Dia seguinte, fizemos check out e demos continuidade à nossa road trip pelo interior da Inglaterra, seguindo rumo ao centro da cidade de Bath, onde está o famoso museu de banhos romanos. Como toda visita a centro histórico de carro, é importante pesquisar onde estacionar antes. Recomendo o Bath Sports and Leisure Centre, que fica bem próximo da praça principal, onde ficam as principais atrações. Com um pouco de sorte, pode-se até assistir a um jogo de cricket no campo ao lado! 😉
BathBath é uma cidade um tanto monocromática, mas capricha na decoração com flores, o que a deixa bem simpática!

Bath-com-criancasBath-com-criancasBath-com-criancasBath-com-criancasNa praça principal sempre há artistas de rua se apresentando. Nessa praça encontramos a Abadia de Bath, uma belíssima igreja que começou a ser construída no Séc. VII. A visita à Abadia tem preço apenas sugerido de 2,50 libras. Em seu interior o que mais chama a atenção são os detalhes no teto.

Bath-com-criancasBathBathBathNas termas romanas, o preço do ingresso dá direito aos audioguias. Apesar de não terem a versão infantil traduzida, a versão adulta (em português de Portugal) era fácil de entender e entreteve o Enzo imensamente! Ele adorou visitar o museu, que trata não só do estilo de vida dos romanos da época, inclusive utilizando recursos multimídia bem interessantes, mas também de detalhes da engenharia do prédio e da obtenção da água aquecida. É divertido, muito bem organizado e interessante, inclusive para crianças.

Bath-com-criancasBath-com-criancasMas a minha parte preferida foi o contato com os atores que se revezam próximos à piscina principal interpretando romanos típicos da época da ocupação! Foi uma experiência sensacional conversar com eles e me sentir viajando no tempo!

Inglaterra-com-criancasBath-com-criancasBath-com-criancas

No nosso próximo post, continuaremos falando dos vilarejos de contos de fadas em Costwolds e da bem conservada Stratford Upon Avon, que é a cidade natal de Shakespeare!
A seguir…. 🙂

 

Leia também:
Roteiro de carro pelo interior da Inglaterra: vilarejos de Costwolds e Stratford Upon Avon, a cidade de Shakespeare

653 Visualizações

Sut-Mie Guibert, Family Travel Blogger, Blogueira especializada em Viagens em Família, com crianças e bebês. Jornalista e mãe de duas meninas de 5 e 2 anos, adora levar as crianças para conhecer o mundo! Mas também gosta de escutar e falar sobre o assunto com outras famílias, que são sempre bem-vindas por aqui!

Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios