Ficou fácil viajar com crianças!

Atlantis Bahamas, um paraíso para todas as idades!

A Luciana Betenson, amiga virtual, hospedou-se no Atlantis Resort nas Bahamas durante um final de semana prolongado. Como ela nunca havia estado antes nas Bahamas,  pesquisou um pouco sobre este hotel e destino e achou poucas informações. Sendo assim, reuniu algumas dicas que podem ser úteis para quem pretende ir para este mega resort que deixa os brasileiros tão curiosos.

=> Onde ficar no Atlantis

“A primeira dificuldade que surge é entender onde ficam e como são os diferentes hotéis do resort. Nós ficamos no hotel intermediário, o Royal Towers, e posso dar mais detalhes deste se alguém se interessar. Mas é fácil ver as fotos e saber mais sobre todos os quartos disponíveis nos hotéis. Os links estão abaixo.

Os dois mais caros são o The Cove e o The Reef. Ficam na ponta da ilha, na área mais tranqüila do resort. Nestes hotéis os quartos são luxuosos e espaçosos e têm vistas para o mar. Têm também áreas exclusivas e semi-exclusivas. Há pequenas diferenças entre eles. No The Reef os quartos são apartamentos com cozinha e área de estar. Variam de tamanho, entre o mais básico de 49m² (com ocupação máxima de quatro adultos mais uma criança menor de 4 anos) até apartamentos de 240m² com serviço de mordomo 24 horas. No The Cove os quartos variam de 62m² (com ocupação máxima de quatro adultos mais uma criança menor de 4 anos) a 449m². Na frente deste hotel há uma área restrita onde crianças não entram, com piscina exclusiva para o hotel, barracas privativas à beira da piscina e até um pequeno bar com mesas de jogo.

O Royal Towers, com duas torres interligadas bem no centro do resort, é a opção intermediária. Os quartos têm normalmente 37m² (com ocupação máxima de quatro adultos mais uma criança menor de 4 anos) e oferecem o básico: cofre, frigobar, TV a cabo. Aqui o acesso à internet é cobrado diariamente. Há algumas suítes um pouco maiores, com dois quartos. A vista dos quartos é das instalações do resort. Este é o hotel mais bem localizado, pois fica a meio caminho de quase todas as atrações do hotel.

Os dois hotéis mais básicos são o Coral Towers e o Beach Tower, ambos localizados na ponta oposta ao The Cove e ao The Reef. São os mais afastados das atrações aquáticas do hotel e ficam mais próximos da muvuca do cassino, da boate e das lojas. No Coral os quartos têm em média 28m² (com ocupação máxima de quatro adultos mais uma criança menor de 4 anos) e no Beach os quartos têm em média 26m² (com ocupação máxima de quatro adultos mais uma criança menor de 4 anos) Em ambos há algumas suítes maiores com dois quartos. Nestes hotéis também é cobrado o acesso à internet.

Para famílias grandes, os apartamentos Harborside que ficam no porto tem cozinha, além de 1, 2 ou 3 quartos.

foto(9)

=> Onde comer no Atlantis

Para comer há também uma infinidade de restaurantes e barracas na beira das piscinas para escolher. E assim como nas acomodações, há opções para todos os gostos e bolsos.

Para o café da manhã, o ideal são os dois Starbucks (no The Reef e no Coral Towers) ou os três restaurantes tipo buffet do local, o Marketplace (no Royal Towers), o Mosaic (no The Cove) e o Seagrapes (no Beach Tower). Mas dá também fazer uma refeição rápida em volta das piscinas, onde há inclusive outro Starbucks.

Para almoçar o ideal são as barracas em volta da piscina, onde dá para comer de roupa de banho mesmo. Mas os lugares são cheios e a comida é “padrão parques de Orlando”. Para uma refeição um pouco mais caprichada, é preciso ir aos restaurantes buffet mencionados acima.

Para jantar, além dos buffets, há duas outras opções. A primeira e que recomendo, mesmo para quem tem crianças, é ir ao Marina Village, um centrinho de lojas e restaurantes perto do Beach Towers onde há várias opções de restaurantes como o Bimini, o Carmine’s e o Johnny Rockets. De sobremesa dá para tomar um sorvete Ben & Jerry’s, depois um café no Starbucks e até levar um sanduíche e algumas bagels do Murray’s para o quarto. E de quebra babar nos super iates que ficam ancorados na beira do canal.

A outra opção é experimentar os restaurantes mais bacanas – e mais caros – onde é preciso fazer reserva com certa antecedência. Meu conselho é estudar as opções e já reservar de uma vez assim que chegar, aqueles que quer conhecer durante sua estada no Atlantis. Entre eles, recomendo o Café Martinique (no Marina Village), o Mesa Grill (no The Cove) e o Dune, que fica em um lugar lindo com vista para o mar e um pouco afastado do núcleo do resort, no Ocean Club. Mais recomendado para adultos.

Quanto você vai gastar com alimentação? Depende muito de onde vai se alimentar. 🙂
Existem diferentes planos de refeições, mas eles nem sempre são interessantes. Custam a partir de USD 89/adulto/dia e USD 40/criança/dia a partir de 7 anos, sendo que não inclui almoço, bebidas alcoólicas e gorjetas! Apesar dos restaurantes serem caros, a família normalmente gasta menos do que isso/dia.
Por exemplo, o buffet de café da manhã custa USD 24/adulto e USD 12/criança acima de 3 anos. Mas se for no Starbucks ou na delicatessen da Marina, pode pode gastar menos. O buffet de almoço custa USD48/
adulto e USD24/criança mas existem várias opções de refeições rápidas e restaurantes e dependendo da escolha pode ficar mais barato. E fora que alguns restaurantes tem aquelas porções americanas enormes que servem 2, 3 pessoas!

=> O que fazer no Atlantis

Para os adultos – dos jovens à terceira idade – além de curtirem praia, piscina, atrações aquáticas (não deixem de passear de boia no The Current!) e esportes náuticos no lago salgado, há biblioteca, fitness center, spa, aula de artesanato, bingo, cinema, cassino e balada à noite. Só cuidado com os preços dos extras! Há atrações gratuitas como os brinquedos aquáticos, o bingo e a maioria das aulas de artesanato. Mas há extras bem salgados como, por exemplo, as massagens e o aluguel de stand-up paddle no lago. Para se ter uma ideia, meia hora de SUP custava 40 dólares!

foto12)Para as crianças (especialmente entre 3 e 13 anos) há uma infinidade de coisas bacanas para fazer! Desde algumas das atrações aquáticas (na maioria delas é preciso ter no mínimo 1,20m), até a Dolphin Cay onde crianças de todas as idades (com a presença de um adulto) podem interagir, alimentar e nadar com os golfinhos e os leões-marinhos. As crianças adoram e a atração é super concorrida, é preciso fazer reserva prévia para algumas delas. Outra atração é o The Dig, uma aquário imenso onde dá para observar diversos peixes e, na área externa, ver os peixes em tanques e pequenas lagoas.

foto(9)-002As piscinas mais apropriadas para as crianças menores são a Poseidon’s Kids Pool, próxima ao Beach Tower e ao Coral Tower; e as piscinas Ripples Kids Pool e Splashers Kids Pool ao lado do parque aquático.

foto(9)O Atlantis Kids Adventures (AKA) é outro espaço legal para as crianças menores. Eles aceitam crianças de no mínimo 3 anos de idade e que não usem mais fraldas. Há uma sala de jogos imensa com todos os tipos de jogos eletrônicos possíveis, uma cozinha para aulas de culinária para crianças entre 3 e 12 anos, um sala de artesanato onde podem fazer scrapbooking e pintura em porcelana, entre outros trabalhos. (preço por faixas horárias, manhã ou tarde, $45)

Para as crianças entre 9 e 13 anos e para os adolescentes entre 13 e 17 anos há uma boate muito legal, a Crush Teen Nightclub, com pista de dança, DJ e jogos, e que replica a boate dos adultos e oferece até drinks descolados sem álcool. Os horários para estas duas faixas etárias são diferentes.

Para crianças menores de 3 anos, há a possibilidade de contratar babás ($25/hora) para acompanhá-las no resort.

=> Diferentes hotéis dentro de um só resort – um mundo de gente

Com os seis prédios dos hotéis mais os dois centros de compras, onze piscinas, três praias e um lago de água salgada, seis atrações aquáticas, cassino, fitness center, spa, biblioteca, mais de 20 restaurantes e mais de 15 barracas de comida ao ar livre, o resort ocupa quase um quilômetro quadrado de área!

foto(9)-001Assim, prepare-se para caminhar muito (leve o carrinho). E para se perder! É bom pensar sempre em pontos estratégicos de encontro e em colocar pulseiras de identificação nas crianças. Existe transporte de van entre os diferentes hotéis, mas recomendo as caminhadas pois os jardins do resort são lindos e bem cuidados. Pelos caminhos, lagoas de peixes de diversas espécies. As praias são bonitas e em alguns cantos delas dá até para esquecer um pouco do mundão que está por trás.

foto(11)Com crianças pequenas, a estratégia é a mesma dos parques de diversões: saia do quarto de manhã com uma mochila com tudo o que a criança vai precisa durante o dia para não ter que voltar ao quarto toda hora. Na área da piscina, há lockers para guardar coisas ($9/diária).

O negócio é tão profissional que há até um app exclusivo para o resort, que ensina como planejar sua estada e como ficar a par das atrações e de tudo o que acontece lá 🙂

=> Diferentes ambientes dentro de um mesmo resort – a grande sacada

Esta é, para mim, a grande sacada do Atlantis! O que torna o lugar muito bacana! Foi o primeiro resort internacional que visitei, mas já me disseram que outros resorts internacionais no Caribe também funcionam assim. Ao contrário dos resorts brasileiros onde estive, aqui no Atlantis há ambientes diferentes naturalmente isolados que criam atmosferas bem diversas dentro do espaço do resort. Por exemplo, para quem quer sossego há uma piscina com música suave, espreguiçadeiras, sombra das palmeiras, onde dá para ler um livro sossegado. Andando mais um pouco, há a piscina com DJ tocando música alta e um bar animado ao lado. Mais para frente tem a piscina das crianças, com aquela borda que vai gradativamente mudando de profundidade, com brinquedos que atiram água e com a bagunça gostosa das crianças. Na praia tem o espaço movimentado e os cantos sossegados, onde dá para se sentir quase numa praia deserta. À noite é a mesma coisa, há os espaços familiares e os espaços baladeiros. Ou seja, dá para a família toda aproveitar junto ou separado as atrações do resort, em momentos diferentes!

=> Vale a pena ficar no Atlantis?

O Atlantis é caro. E, diferentemente de outros resorts, as refeições não estão incluídas na diária (você pode comprar um plano refeição à parte). Assim, acho que vale a pena mesmo em dois casos específicos:

– O primeiro caso é o das grandes famílias com membros de diferentes idades e diferentes interesses. O Atlantis é perfeito pois tem atividades que agradam todas as idades, desde a avó que quer ficar sossegada na piscina e à tarde jogar bingo, aos pais que querem ir ao cassino à noite, aos tios que preferem a balada, aos filhos mais velhos que querem curtir uma boate e especialmente para os filhos pequenos que têm uma infinidade de coisas bacanas para fazer. E sem dúvida o Atlantis vale mais a pena quando o quarto é ocupado por mais do que um casal.

– O segundo é para aqueles que realmente gostam de jogar e ir ao cassino. E de quebra curtem praia e piscina. Para estes, o resort é um prato cheio e agrega valor 😉

Agora, para aqueles casais que querem descansar, que curtem ler um livro sossegadamente na beira da piscina, que gostam de fazer passeios variados, que fazem questão de comer bem em todas as refeições, certamente há lugares mais baratos que o Atlantis para escolher.

=> Minhas recomendações

Para quem já está decidido a ir, aqui vão minhas últimas recomendações:

Assim que chegar à piscina de manhã, procure a barraca onde se pegam toalhas e se colocam as pulseiras de identificação. Com as toalhas em mão, escolha um lugar em alguma das piscinas para ser o ponto fixo de encontro da família. Vai ficar mais fácil para todos se acharem durante o dia. Normalmente dá pra deixar as toalhas e sacolas de praia nas piscinas numa boa, só procure não dar muita bandeira com dinheiro ou celular. As pulseiras são práticas porque em vários locais dentro do resort eles pedem uma identificação de hóspede. Quem não usa a pulseira, muitas vezes tem que achar o cartão do quarto para apresentar.

foto(10)Se possível, evite o resort nos finais de semana, especialmente no domingo quando o local fica bem mais cheio (e os banheiros ficam até sujos). Também evite os feriados americanos, especialmente a semana do chamado Spring Break e o feriado do Thanksgiving. O ideal também é evitar as férias de verão do hemisfério Norte. Fomos logo após o Carnaval e estava uma delícia, não muito calor, não muito cheio.

O cartão de acesso ao quarto é polivalente e serve como cartão de crédito nas lojas e restaurantes do resort. Porém, lembre-se que vai incidir 10% de taxa de serviço em todas as despesas feitas no hotel. Assim, cada vez que você usar o cartão em vez de dinheiro vivo, mesmo sendo bem mais prático, estará automaticamente gastando 10% a mais da conta.

Para as crianças, trazer bonés, malhas anti-Uv, sapatilhas para a água, máquina fotográfica waterproof… tudo o que levariam para um parque aquático.

Muitos cruzeiros tem a opção de day use no Atlantis para aproveitar as piscinas, a interação com golfinhos…(veja o post do Blog Família Recomenda). Então mesmo que não fique hospedado no Atlantis, pode experimentar o day use.

Dica da leitora Geiza Mesquita: “o check out é as 12h, mas o hotel permite o uso até as 17 das áreas comuns e parque aquático. Depois, na torre do Royal tem uma área que o hóspede pode tomar banho. Nem precisa se preocupar com shampoo, toalhas, sabonete. Eles dão na entrada e assim dá para estender um pouco mais a farra!”

 

Obrigada Lu, por nos contar a sua experiência! Fiquei com muita vontade de conhecer! 😉

Para mais informações:
Atlantis Bahamas (em português): atlantisbahamas.com

Como chegar? Voos para Nassau da American Airlines, Copa Airlines ou Bahamas Air desde Miami ou Fort Lauderdale
Do aeroporto, traslado recomendado pelo Atlantis: Magestic Tours

Quanto custa? Este pacote foi feito pelo Bruno Vilaça da Agência Superviagem:

(valores/apartamento/dia)
Beach Tower: US$225
Coral Towers: US$261
Royal Towers: US$323
Harborside: US$410
The Reef: US$510
The Cove: US$523
The Club at Cove: US$760

Plano de refeições (valores por dia):
Value: US$89/adulto/dia e US$ 40/criança/dia (de 7 a 11 anos)

Atlantis, The Reef e The Cove: US$139/adulto/dia e US$55/criança/dia (de 7 a 11 anos)

Impostos, taxas e gorjetas não incluídos.
Pode se aplicar uma permanência mínima de 2 diárias e restrições de cancelamento.
Valores podem variar de acordo com disponibilidade e promoções ocasionais (as melhores tarifas costumam ser de 1/Setembro a 25/Dezembro, exceto Novembro).
Tarifas médias, válidas para meio da semana para a temporada de verão: 19/junho a 31/agosto 2014.
Hospedagens de quinta a domingo podem ter acréscimos de valor dependendo do hotel, especialmente os econômicos.

No Booking*, também é possível encontrar tarifas:
Beach Tower
Coral Towers
Royal Towers
The Reef
The Cove

* Somos afiliados Booking e recebemos uma comissão pelas reservas feitas através do Blog. Você não paga nada mais por isso e nos ajuda a manter as melhores dicas!

Você também pode gostar de ler:

No Blog Clube de Viagens Moms: Hotel Atlantis – Bahamas… viagem perfeita em família!

No Blog Travel Book: Bahamas: Conheça o Hotel Atlantis e seu fantástico Parque Aquático

No Blog Bebê pelo Mundo: Bahamas + Miami

Também estamos por aqui:

FACEBOOK TWITTER | INSTAGRAM | GRUPO VIAGENS EM FAMÍLIA

9136 Visualizações

Sut-Mie Guibert, Family Travel Blogger, Blogueira especializada em Viagens em Família e com crianças. Jornalista e mãe de duas meninas de 10 e 6 anos, adora levar as crianças para conhecer o mundo! Mas também gosta de escutar e falar sobre o assunto com outras famílias, que são sempre bem-vindas por aqui!

7 comentários para este artigo

  1. Luciana Betenson disse:

    Ficou joia Sut-Mie 🙂 Beijos!

  2. Thieli disse:

    adorei! Tambem fui no Atlantis o ano passado, e senti a mesma coisa que a luciana, uma leve confusão para entender como sao os hoteis e onde ficam. Ficamos no The cove, fomos apenas eu e meu marido, mas não parava de pensar nas crianças hora nenhuma, é um hotel muito especial para crianças. Como fui em um esquema mais adulto, deixei de ver várias coisas que a Luciana falou aqui no post, mas já sei onde pesquisar quando for com meus meninos.

    Relatei minha experiência aqui http://www.clubededuas.com/2013/10/bahamas-e-hotel-atlantis.html com muita coisa parecida com o que a Luciana falou, inclusive. bjs

  3. Ju Martelli disse:

    Vou pra la em janeiro e vc facilitou muito a minha vida com essas dicas!

  4. rose yanaga disse:

    Que bacana encontrar tantas dicas num lugar só!
    Estou indo c minha bb de 1 ano e 3 meses e c meu filho de 10 anos.
    Será muito útil as informações que li por aqui.
    Parabéns e mt obrigada por dividir td isso.Bjs.

  5. Ricardo Moraes Filho disse:

    Gostei muito do site, parabéns.

Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios