Ficou fácil viajar com crianças!

Amsterdam com crianças: dicas do que fazer em família

 Convidada Especial– Claudia Cosentino

A Claudia Cosentino, que faz parte dos nossos principais participantes (e temos muito orgulho disso!) foi novamente para a Europa e desta vez, passou 5 dias em Amsterdam e 10 dias na Dinamarca com a sua família e filho de 10 anos. Veja os programas que fizeram e os que mais gostaram no país dos moinhos, tamancos e tulipas!

 

 

 

PROGRAMAS IMPERDÍVEIS EM AMSTERDAM

Minha dica no. 1 é: aluguem bicicletas! Visitar essa cidade de bike é confortável e único! Para famílias, é bom se programar e fazer reserva antecipada das bikes com carrinhos ou duplas. As crianças amam! Nós usamos a Kings Bikes, mas vale olhar as opções próximas da sua hospedagem.

This is Holland: Simulador tipo Soarin da Epcot que explica sobre a Holanda, sua geografia, e faz o ‘passeio’ em 5D. Em inglês. Melhor comprar com antecedência porque tem hora marcada. Fica do outro lado da estação Central (pode entrar com as bikes na barca que faz a travessia gratuita).

Museu Van GoghComprar ingresso pela internet. Eu comprei na véspera, sem problemas. Entrada com hora marcada. Audio guia grátis para crianças (se um adulto alugar um). Muito interativo e lúdico. Imperdível.

Museu Rembrandt – Dá para comprar o ingresso na hora. Tem áudio guia grátis para todos em português brasileiro. Reproduz a moradia do pintor e o estilo de vida da época, com demonstrações de como se fazia a tinta, como se ensinava pintura. Não é um museu de obras dele. Eu adorei, os meninos acharam interessante.

Casa de Anne Frank – Só vende ingressos pela internet e com hora marcada, mas a dica é que no dia anterior eles colocam o último lote com alguns ingressos à venda às 9h, então dá para tentar até a véspera.

Cheese museum – Tem mais de um lugar do tipo por lá. Os preços não são uma maravilha (no mercado, os queijos são mais baratos), mas é uma ótima oportunidade para queijólatras como eu ficarem provando todas aquelas dezenas de variedades. Ao lado tem o Museu das Tulipas (que é mais uma loja também).

Museu Nemo: Museu de ciências para crianças. Enorme e muito organizado. Vale à pena. Programe-se para ficar, no mínimo, 4 horas. Mas dá para ser programa pro dia todo.

Vondelpark – Parque para passeio (especialmente de bike!). Tem belos restaurantes, mas vale fazer um piquenique assistindo os locais levarem seus cachorros para passear. É um infinito desfile de doguinhos!

Canais – Também passeio para horas de bike! A área chamada Centrum é toda maravilhosa. Vale rodar tudo e tirar fotos nos canais (especialmente ao por do sol), com as casas barco, com as casinhas estreitas com gancho no topo… Só cuidado para não ‘cair’ no Red Light District, se achar que não é um lugar legal para ir com seus filhos (mulheres expostas em vitrines). Se acontecer, não tente tirar fotos de jeito nenhum, porque dizem que os seguranças podem ser bem grosseiros.

Passeios guiados – Caso seja sua primeira vez por lá, não deixe de fazer um passeio guiado para conhecer as curiosidades da cidade. Uma boa opção é o passeio de barco pelos canais. Um site onde dá pra ver as opções de preços e passeios é o Get your Guide.

PROGRAMAS BATE E VOLTA DE AMSTERDAM 

Vai alugar um carro na Holanda? Veja aqui as diferentes cotações do nosso parceiro RentalCars

Zaanse Schaans – Museu de coisas típicas holandesas. Tem a área dos moinhos (museu a céu aberto) que é gratuita, só paga se quiser entrar em um dos moinhos em funcionamento (5 euros). Mas há um monte de lojinhas para entrar e comprar lembrancinhas, além de um museu de queijo para provas, demonstração de fabricação de tamancos, etc. Local pra tirar ‘aquela’ foto com os moinhos ao fundo. Turistão, mas imperdível.

Tem também um museu fechado e pago, com atrações permanentes e outras temporárias. Inclusive um museu de chocolate e biscoitos, que as crianças devem adorar, mas não entramos.

Giethoorn – A ‘Veneza holandesa’! É um pouco mais longe, mas vale pelo cenário diferenciado. Fomos de carro e, ao entrar na rua de acesso à cidade, já começamos a ver vários estacionamentos gratuitos de restaurantes, à direita. Na beira dos canais há muitos serviços de barquinhos para alugar. Não precisa de nenhuma habilitação específica. A coisa funciona quase como um ‘barquinho de bate bate’ pelos canais mesmo! 🙂

O cenário é espetacular! Há restaurantes que oferecem mais atrações infantis, como mini golf, pula pula, parquinhos. É fácil ir pela estrada olhando as opções. No dia em que fomos, não tivemos qualquer problema em alugar o barco na hora (normalmente se usa por 1 ou 2 horas).

Viagem feita em Julho 2019.

Obrigada Claudia, querida, por mais este super roteiro e viagem! 

 

HOTÉIS
Procure o seu hotel no Booking*, com resenhas, fotos e reservas com cancelamento gratuito.


Booking.com

*Somos afiliados Booking e recebemos uma comissão pelas reservas feitas através do Blog. Lembre-se de sempre fazer a sua reserva por aqui. Você não paga nada mais por isso e nos ajuda a manter as melhores dicas!

Leia Também: 
Amsterdam com crianças: dormindo em uma casa barco
4 top dicas para fazer em Amsterdam com crianças
Roteiro por Londres, Paris e Amsterdam
Roteiro por Amsterdam, Paris, Veneza e Roma 
Schiphol, um aeroporto-shopping Kids friendly
KLM, um companhia aérea kids friendly

Também estamos por aqui:

FACEBOOK TWITTER | INSTAGRAM | GRUPO VIAGENS EM FAMÍLIA

1483 Visualizações

Sut-Mie Guibert, Family Travel Blogger, Blogueira especializada em Viagens em Família e com crianças. Jornalista e mãe de duas meninas de 10 e 6 anos, adora levar as crianças para conhecer o mundo! Mas também gosta de escutar e falar sobre o assunto com outras famílias, que são sempre bem-vindas por aqui!

Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios