Ficou fácil viajar com crianças!
 -  Atualizado em 15/05/2021

Novos rumos para o turismo em família

Este final de semana fez um ano. Um ano de pandemia mundial de Covid 19 e um ano que nos confinamos no Rio de Janeiro. O mundo parou: fronteiras se fecharam, aviões pararam de circular, grandes eventos como o dos Jogos Olímpicos foram cancelados e a maioria de nós teve que se trancar em casa. Tomamos um susto e ficou secundário falar de viagens. Hoje, um ano depois, e apesar da dor do alto número de perdas humanas, temos o alívio de saber que já temos diferentes vacinas e que nossos idosos começaram a serem vacinados. Ainda está difícil retomar as viagens: cada vez que pensamos que a situação está melhorando, chega uma segunda onda. Mas já há luz no fim do túnel! E esse tempo de confinamento nos fez repensar muitas coisas. Pessoalmente, não simpatizo com o “novo normal“, expressão que ficou na moda. Mas posso falar por mim e pelo Blog. Quais serão os nossos novos rumos turísticos daqui pra frente?

RESPONSABILIDADE

Mais do que nunca, esta será a nossa palavra de ordem: responsabilidade! Ela sempre existiu aqui, claro, mas teremos que enfatizá-la mais ainda. Não conseguiremos falar de viagens, roteiros, hotéis sem ter ainda mais cuidado com as nossas dicas. Se estamos falando de famílias e ainda mais com crianças, agora, mais do que nunca, não podemos nem queremos recomendar qualquer coisa. Os “influenciadores” terão quer ser cautelosos com suas recomendações. E você, público leitor, seja também responsável: encontre “a sua bolha”, pessoas que tenham o seu perfil de viagem, de estilo e em quem você confia. O mundo é vasto e nem todas as dicas e destinos se adaptam para todos. Vários episódios durante este período de confinamento mostrou como pode ser nefasto seguir pessoas porque elas eram cool, bonitas, na moda porém egoistas, desprovidas de empatia e preocupação com os seus leitores e seguidores.

Por isso, cuidado com as pessoas que falam para você ir para tal ou tal lugar porque já está liberado ou porque “todos os protocolos estão sendo seguidos“. Alguns destinos turísticos abriram e tiveram que fechar tempos depois: Foz do Iguaçu, Gramado…ou outros estão abertos mas com aglomerações, inclusive em resorts. E, vale lembrar que no momento, a maioria do país está em bandeira vermelha, infelizmente.
Nós, apaixonados por viagens, estamos todos sedentos por boas notícias e queremos saber para onde já podemos ir! Mas cuidado, a maioria dos destinos estará lá quando for possível viajar com segurança. Vamos aguardar só mais um pouco.

=> Neste contexto, o nosso melhor conselho é seguir as dicas do maior e melhor blog de viagens, o Viaje na Viagem, onde o Ricardo Freire tem feito semanalmente um Painel Coronavírus de destinos no Brasil com o que está aberto ou não e com informações sérias sobre o número de casos.

SEGURANÇA

Chegamos nos nosso segundo item importantíssimo: segurança. Uma noção fundamental nos tempos de hoje e ainda mais no assunto de viagens em família e com crianças!

Para a retomada do turismo, muitas companhias aéreas e destinos estão fazendo promoções. No entanto, fuja de pacotes de viagem e passagens muito baratas, se eles não forem canceláveis sem multa. E, sinceramente, está bem difícil se programar. Mesmo meses depois, ainda não temos a segurança de quais destinos estarão aberto. Você sempre ouvirá falar daquela pessoa que teve muita sorte e pagou baratinho para ir a tal destino. Mas estamos dispostos a correr qualquer risco por uma promoção? Lembre-se que ano passado, alguns turistas não conseguiam voltar de alguns países! Em outros, é necessário fazer 10/14 dias de confinamento. Cuidado com o barato que pode sair caro. As coisas ainda estão engatinhando no setor de turismo e está difícil enxengar com clareza. Para quem já esperou tanto, porque não aguardar mais um pouco pela nossa segurança e para não correr o risco de perder dinheiro à toa?…

Ainda neste tópico, é importante ressaltar o importante papel de um agente de viagens. Eu sei que muitos de nós adoram programar suas próprias viagens, estabelecer roteiros, procurar hotéis e dicas dos lugares. Essa preparação faz parte da própria viagem! No entanto, lembre-se como a ajuda dos agentes de viagens foi fundamental quando as fronteiras começaram a fechar e a maioria dos vôos foram cancelados. Neste momento de incertezas, é essencial poder contar com um interlocutor certo, sério, profissional da área, que conheça bem a lógística e não com uma central de atendimento anônima…

=> Neste contexto, recomendo demais a agência Viajar com Crianças. Já ressaltei aqui diversas vezes o seu profissionalismo e proposta diferenciada, focada em famílias e com propostas pedagógicas. Voltando ao item anterior, cada um é responsável e decide por si e sua família. Mas no caso de optar por viajar, não descarte essa ajuda fundamental no contexto instável de hoje.

UM TURISMO CONSCIENTE E SUSTENTÁVEL

Li outro dia uma matéria que indicava um novo estudo onde estão fazendo uma correlação entre poluição e maior propagação do coronavírus. Uma coisa é certa: quem melhor “respirou de alívio” nesse tempo em que nós humanos ficamos confinados foi a Natureza e os animais. Quem se lembra das imagens de patos passeando em Paris ou Veneza, cabras soltas na Inglaterra, tartarugas e baleias na Baía de Guanabara? Um alerta que vem sendo feito sobre o aquecimento global e destruição climática ficou mais evidente ainda. Como poluímos menos este ano, a natureza e os animais se portaram melhor e agradeceram.

O que vinha sendo tendência tem que virar hábito: vamos praticar um turismo responsável e sustentável. Vamos buscar destinos que se preocupam com o impacto causado, hotéis sustentáveis (já existem vários que têm painéis solares, reaproveitamento das águas, hortas orgânicas, fazem seleção do lixo,…), nos preocuparmos em apoiar e respeitar as populações locais e não só com os points onde fazer fila para tirar uma selfie instagramável! Esse turismo de massa está ultrapassado e vem causado danos demais.

=> Recomendo demais a leitura dos posts da Mari Campos, jornalista engajada nessa temática e que tem feito muitas matérias interessantes e relevantes sobre o assunto. Inclusive, ela é uma das fundadoras do movimento Green Press BR, uma rede de turismo consciente.

UM TURISMO DE NATUREZA E DE ISOLAMENTO

Aqui, já entra uma questão e opinião pessoal: após “um ano em suspenso”, é na natureza que a nossa família quer estar. Se embrenhar no verde, sentir a terra, voltar a se enraizar. Ou seguir se maravilhando com a imensidão do mar e das paisagens infinitas. Queremos Natureza mais do que tudo e mais até do que pessoas. Queremos amplitude, respirar ar puro e fugir de aglomerações, de lugares com turismo de massa. O aluguel de casas está em alta, com pequeno grupo de família ou amigos de quem sentimos tantas saudades. O glamping (glamour + camping) ou experiências diferentes também estão em alta. Vamos aproveitar que tudo ainda é aventura e diversão para as crianças e desbravar horizontes menos óbvios.

Esses têm sido nossos grandes pilares de reflexão e sobre os quais nossas próximas viagens em família serão baseadas, assim que for possível retomar. E vocês, têm refletido sobre o assunto? Quais serão suas decisões para as próximas viagens em família?

Leia Também
Livros e filmes para crianças viajantes
Frases de crianças viajantes
Você sabe que tem uma criança viajante quando…
Sonhos de uma criança viajante: Flores para o Mundo
Porque eu viajo com as minhas crianças? 

Também estamos por aqui:
FACEBOOK | INSTAGRAM | PINTEREST | TWITTER | GRUPO VIAGENS EM FAMÍLIA

Sut-Mie Guibert, Family Travel Blogger, Blogueira especializada em Viagens com crianças e em família. Francesa, formada em Comunicação e Mídias Digitais e mãe de duas meninas de 11 e 8 anos, ama levar as crianças para conhecer o mundo! E também adora falar sobre o assunto com outras famílias viajantes, sempre muito bem-vindas por aqui!

Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios

Instagram

This error message is only visible to WordPress admins

Error: No connected account.

Please go to the Instagram Feed settings page to connect an account.