Ficou fácil viajar com crianças!

Marrakech com crianças: dicas e roteiros para a família

Marrakech, antiga capital do Marrocos, declarada Patrimônio Mundial pela UNESCO é uma cidade mística conhecida como a “cidade vermelha” devido à cor das muralhas que envolvem a cidade e seu colorido geral. Se viajar para Marrocos, a cidade é uma parada obrigatória e totalmente aprazível com crianças!

Ficamos 4 dias e adoramos:

Dar um passeio de charrete pela cidade: o meio de transporte em si já é divertido para os menores. E aqui chega a ser engraçado ultrapassar ônibus, outras charretes, e é bom para iniciar a visita e ter uma visão geral da cidade com seu colorido vermelho e suas muralhas.

Charrete ultrapassando carro

  

A Praça Djema El Fna: uma praça grande, “agradavelmente bagunçada”, onde se misturam vendedores de especiarias, de água (cuidado, se tirarem uma foto com estes, têm que pagar), contadores de histórias (em francês ou árabe!), encantadores de serpentes e “adestradores” de macacos. Na verdade, no fundo, nós pais não gostamos destes dois últimos personagens, mas não há como negar o fascínio que eles causam sobre as crianças; e mesmo se hoje estamos em um mundo bem mais politicamente correto, quem não gostou de adestradores de animais quando criança? Polêmicas à parte, pode-se ver o encantador de serpentes tocar uma flauta e fazer a serpente (Naja!!) ficar em pé, como nos desenhos animados. Depois disso, ainda pode-se mexer nas serpentes, tirar fotos com elas em volta do pescoço, etc…devo confessar que não tenho sangue frio para assistir a isso tudo (argh!), mas muitos pais e filhos, principalmente, adoram! Mesma coisa com os macacos, porém para quem vem do Brasil, isso perde bastante a graça!

Visitar o maior Souk de Marrocos: no final da Praça, começa o Souk, uma “Feira” coberta, gigante, onde se pode comprar de tudo! Cuidado para não se perder nas ruelas, pois elas são todas parecidas, com várias barraquinhas e muita gente andando. Vale a pena conferir o colorido dos “babouches” (espécie de chinelo que os Marroquinos usam na rua, e que pode ser usado em casa também) e outras lembranças (cobre, couro, louça…). Não esquecer de comprar babouches e djelabas (roupas) de cor viva para fantasiar as crianças de Marroquino(a) no Carnaval!

Visitar os jardins da Menara com seu antigo reservatório de água da cidade e vista para as montanhas do Atlas com neve eterna. Cuidado com as crianças agitadas para não chegar muito perto e cair na água, pois não há proteções.

Menara: antigo reservatório de água

Ao fundo, o Atlas com neves eternas

Dar uma voltinha de camelo e tirar foto: nós o encontramos logo na entrada da Menara, e pedimos para tirar somente a foto, sem voltinhas (porém uma criança maior certamente se divertiria!).

Hotel: nós ficamos no Sangho Privilège Club, um hotel 4 estrelas com meia-pensão que fica na entrada da cidade, no meio de um palmeiral.

Gostamos do hotel como um todo, grande, bonito, com quartos confortáveis. A piscina era linda, mas fazia um pouco frio em dezembro e acabamos optando pela piscina coberta e aquecida. Além das piscinas, o Hotel ainda tem uma mini fazenda com cabras que estão bem acostumadas a tirar fotos com crianças!

Outras coisas que observamos: os Marroquinos gostam de crianças e são bem acolhedores, pegam-nas no colo, beijam e abraçam…atenção pais e mães ciumentos.

Não esqueçam de provar o chá de hortelã, servido em qualquer restaurante, muitas vezes no lugar do nosso café. É extremamente quente e doce, mas muito saboroso e digestivo.

Nós fomos para Marrakech a partir de Paris (3h de vôo). Não há vôos diretos desde o Brasil, por isso a escala será sempre na Europa (nada mal! Aproveite o stop over para ficar uns dias e quebrar a viagem, tornando-a menos cansativa para as crianças).

Além disso, não esqueçam que Marrocos foi ex-colônia francesa, por isso todos falam francês ou árabe. As placas, cardápios e etc estão escritos nas duas línguas. Os Marroquinos geralmente falam inglês, mas com bastante sotaque.

Gostamos menos: do assédio comercial dos vendedores no Souk e na Praça Djema El Fna, eles são bem insistentes, mas como em muitas partes do mundo, é só falar algumas palavras mágicas: “Pelé”, “Ronaldo”, “Brasil”, “Futebol”…e por aí vai, dependendo das estrelas do momento! E não esqueçam de pechincar, é praxe!

Viagem feita em Dezembro de 2008 (inverno lá): tivemos céu bem azul, temperaturas amenas, esfriando um pouco à noite (levar agasalho). Cuidado, no Verão faz bastante calor!

Para maiores informações:

Sobre Marrakech: www.marrakech.net

Para achar Hotéis: www.marochotels.net com textos em português!

Sobre o Hotel Sangho: www.sangho-marrakech.com

Também estamos por aqui:

FACEBOOK TWITTER | INSTAGRAM | GRUPO VIAGENS EM FAMÍLIA

1311 Visualizações

Sut-Mie Guibert, Family Travel Blogger, Blogueira especializada em Viagens em Família, com crianças e bebês. Jornalista e mãe de duas meninas de 5 e 2 anos, adora levar as crianças para conhecer o mundo! Mas também gosta de escutar e falar sobre o assunto com outras famílias, que são sempre bem-vindas por aqui!

7 comentários para este artigo

  1. piscardeolhos disse:

    Vim retribuir sua visitinha e ADOREI as dicas!
    Vou te lincar imediatamente!
    Muitos beijos, vou continuar visitando!
    Roberta

    • Sut-Mie disse:

      Oi Roberta!
      Vc é a primeira pessoa que faz um comentário no blog! Sabe como é essa emoção dos primeiros passos de algo que nasce…
      Que bom que vc gostou! Em todo o caso, é feito com muito carinho e capricho (ainda se usa essa palavra?!).
      Obrigada pela visita e quando for andar por aí, dentro ou fora do país com o Noah (adoro os filminhos dele!!), não esquece de mandar as dicas e fotos para cá! Bjs.

  2. Cristina disse:

    Oi Sut,
    muito legal esta iniciativa.
    Tinha que ser coisa sua mesmo, né! É a sua cara isso!!!
    Aliás, acho que vc devia investir mesmo nessa área de turismo, dou a maior força!!!
    Beijos,
    Cristina

  3. Raquel disse:

    Ei,
    Parabéns, meu blog tem a mesma proposta viajandocomfilhos.blog.terra.com.br mas como só cheguei a atualidade agora, a memória não ajuda muito mas pretendo colocar mais detalhes nas proximas.
    Como fazia com a alimentação das crianças em Marrakech? tenho vontade de ir mas falta coragem, ainda estou nos destinos mais tradicionais.
    bj
    Raquel

    • Sut-Mie disse:

      Oi Raquel,
      Vou la dar uma olhadinha no seu blog ja, ja! (tenho pbms no meu teclado c/ acentos…liga não!)
      Então, para alimentar as crianças em Marrakech: a maior (minha sobrinha) comia a mesma comida da gente de restaurante e do resort (Marrocos tem comida bastante temperada, mas ela ficava nas coisas basicas, batata frita, sopa, pão, etc…e no resort, tinha comida “internacional”) e para a Clara, menor, levamos varios potinhos de comida desde Paris. Mas na verdade, nos surpreendemos porque tudo vendia la (ex-colônia francesa); não precisavamos ter-nos carregado.
      Ainda não sei que idade têm seus filhos, mas pode ir sim, a estrutura ja é boa para as crianças, o pais tem estrutura turistica e ao mesmo tempo aquele exotismo todo!
      Bjs!

  4. Aisha disse:

    Muito legal seu blog!!!
    Parabéns!!!
    Viajo muito também e tenho um blog de viagens o http://aishaviaja.blogspot.com.
    Sempre viajei, só que minha última viagem foi diferente. Levei minha filha de 5 meses e foi muito bacana!!!
    Ainda não poste essa viagem no blog, por que ele é muito recente, mas logo mais estarei postando!
    Um Abraço
    Aisha

  5. rita disse:

    Querida Sut-Mie, que espectáculo, este teu Blog é simplesmente o Máximo!! Acabei de o encontrar através tua pág do Facebook e estou fascinada! É preciso ser muito especial para seguir viajando com a filharada, e ter a disciplina para contar e postar tudo, chapeau!
    Eu estou um pouco ligada ás viagenms, visto que tenho e agencio apartamentos turisticos em Portugal, e brevemento fora daqui…Não sobra muito tempo para viajar com a pequenada, a não ser ir para as praias paradisiacas da tua terra, e aqui mais proximas também.
    Vê lá se apitas qd estiveres por aqui, e também estou morta para ir pro Rio. Te ligo assim que estiver na calha. Beijos Mil, Rita

Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios