Ficou fácil viajar com crianças!

Dicas para economizar em viagens com crianças!

Muitas pessoas tem a impressão de que viajar com crianças custa muito mais caro! Claro que quando somos mais de um ou dois, as despesas aumentam, mas ainda assim são menores do que se outro adulto estivesse viajando junto. Viajar em casal, com um filho ou dois, dependendo de suas idades, pode sair mais barato do que viajar em grupo de amigos. Aqui vão algumas dicas para colocar o pé na estrada sem medo de apertar o orçamento da família!

PARA VIAJAR DE AVIÃO:

Na maioria das companhias aéreas, crianças até os 2 anos não pagam ou, no máximo, pagam 10% da passagem! Porque não aproveitar para fazer aquela viagem cara? (observação: elas não pagam, mas em contrapartida, viajam no colo. Se quiserem que elas tenham um assento, devem pagar por ele).

De 2 aos 12 anos, e dependendo da companhia aérea, as crianças pagam de 50% a 75% da passagem. Porém, não esqueçam que também passam a ter cartão de milhagem e acumulam milhas!

Com crianças pequenas que ainda não estão na escola, dá para fugir das férias escolares quando tudo fica mais caro! A baixa estação é um excelente período para viajar em família.

Aproveitem as diversas promoções de passagens que as companhias tem feito: a concorrência anda bastante acirrada e as companhias não param de fazer promoções. A dica é seguir no facebook certos perfis especializados em informar sobre promoções aéreas: Melhores Destinos, por exemplo. Melhor ainda é fazer a assinatura destes sites para receber no e-mail as promoções em primeira mão ou baixar o aplicativo gratuito, que avisa rapidamente pelo celular!

Pesquisar bastante!

– Evitar viajar no final de semana. Se puderem viajar na segunda ou terça, as tarifas são melhores;

– Verificar as taxas de embarque, que são as mesmas, com ou sem promoção, porém, alguns sites indicam os preços sem taxas e depois temos uma surpresa;

– Verificar tempo de voo, escalas e conexões. O barato pode sair caro! Já é difícil para adultos, imaginem com crianças: sair de madrugada, fazer 2 ou 3 paradas, conexões de 5 h, etc… Pode ser que não existam opções, mas se puderem evitar essas situações, melhor.

Milhagem: aproveitar as promoções que pedem menos milhas, como as que a Gol e Tam estão fazendo atualmente com 4.000 milhas para vôos nacionais ou 6.000 para os internacionais (América do Sul). Aqui também vale se cadastrar nos sites para receber as promoções. E não deixe de assistir ao super hangout que o Ases a Bordo fez sobre o assunto!

Aproveitar certas promoções pontuais: a CVC, por exemplo, no final do ano fez uma promoção que sempre volta, onde as crianças viajam de graça, com gratuidade nas passagens (voos fretados) e nas hospedagens.  A última, no final de 2011, tinha datas para dezembro, e até alguns destinos com datas para as férias de janeiro!

Tem alguém aí feliz porque vai viajar de avião…?

Viajar de ônibus ou trem:

Nas viagens de ônibus, as crianças até 5 anos não pagam se viajarem no colo dos pais ou acompanhantes. As viagens de trem são menos frequentes no Brasil, mas na Europa, as crianças com menos de 4 anos não pagam (mas não tem lugar reservado), e de 4 aos 12 anos, elas tem 50% de desconto na tarifa adulta.

HOSPEDAGEM:

Em muitos hotéis e pousadas crianças não pagam até os 5, 6 anos. Alguns hotéis permitem a gratuidade para crianças somente até os 2 ou 3 anos, mas ainda bem, estes  são a minoria. Após os 5 anos, muitos cobram 30% pela cama extra.

Existem muitas promoções com gratuidade para crianças até 12 anos, ou até mesmo para 2 crianças até 12 anos no mesmo quarto de dois adultos pagantes (muitas no Zarpo, compartilhadas por aqui ou pela nossa fan page).

A rede mundial Novotel tem o programa “Family & Novotel” que oferece gratuidade para 2 crianças até 16 anos.

Outra opção em conta e prática com crianças são os apart hotéis com cozinhas, ou até alugar um apartamento, em vez de ficar em Hotel.

REFEIÇÕES:

Crianças não comem muito…por isso, é sempre interessante quando existem menus infantis, mais baratos e com menos comida. Ou, crianças pequenas podem até dividir o prato com os pais.

Menu infantil do Novotel RJ

PASSEIOS:

Crianças muitas vezes não pagam entrada em monumentos turísticos até os 5, 6 anos. Depois, pagam meia-tarifa até os 12 anos.

Na França e Europa, os museus são gratuitos para as crianças até os 18 anos. Nos Estados Unidos, até os 16 anos.

Abusar dos programas gratuitos como ir a parques e parquinhos, praias, conhecer curiosidades locais, ir a Museus e Galerias com entrada franca…crianças não são exigentes, um “nada” as diverte!

Usar grupos de compras. Confesso que tenho medo de usá-los para viagens mas para passeios e restaurantes, acho uma boa estar sempre de olho! No Groupon ou Peixe Urbano, sempre tem promoção para a Fazendinha no Rio de Janeiro, por exemplo, ou no Laçador de Ofertas, sempre tem promo para o Snowland em Gramado! É interessante procurar um grupo de compras da região ou até olhar estrangeiros (se viajar para fora do país)!

O principal, como para toda boa viagem (com ou sem crianças), é pesquisar e programar! Prever um orçamento, juntar um pouquinho todo mês para as férias, estabelecer e dividir as regras na família, inclusive com as crianças: quanto gastar com lembrancinhas, sorvetes, lanches… E saibam que podem até ter boas surpresas como a que já tivemos, de ganhar um up grade em Hotel porque estávamos com crianças!

Leia também:
Cruzeiros: dicas de como comprar e economizar
Me perguntaram o que eu achava de viajar com os meus filhos
Qual a idade ideal para viajar com crianças?
Viajando de avião com bebês e crianças
Viajando de avião sozinho(a) com as crianças
Os 10 mandamentos para quem viaja com crianças

Estamos por aqui:
FACEBOOK TWITTER | INSTAGRAM | GRUPO VIAGENS EM FAMÍLIA

16640 Visualizações

Sut-Mie Guibert, Family Travel Blogger, Blogueira especializada em Viagens em Família, com crianças e bebês. Jornalista e mãe de duas meninas de 5 e 2 anos, adora levar as crianças para conhecer o mundo! Mas também gosta de escutar e falar sobre o assunto com outras famílias, que são sempre bem-vindas por aqui!

29 comentários para este artigo

  1. carol garcia disse:

    ótimas dicas!!!!

    favoritando agora!

    bjo bjo

  2. Oi Sut-Mie,

    Esse programa Family&Novotel, é pra todos os hoteis da Rede e já está valendo? É que vamos passar o carnaval em SP e iremos nos hospedar no Novotel Jaraguá.

    abs

    Ivana

    • Olá Ivana,
      Sim, esse programa é válido para toda a Rede, dentro e fora do país. Se vc achar que falta alguma coisa, tipo: o presente de boas vindas, o menu infantil ou algo para desenhar, sei lá…peça. Vai que tem algum funcionário novo… 😉
      Bjs e depois vem contar como foi.

      • Ivana disse:

        Muitíssimo obrigada pela resposta. Pode deixar que eu venho contar, sim. Aliás, estou pra fazer um pos sobre nossa viagem pra Gramado no Natal Luz e assim que tiver pronto mando pra vc com nossas dicas.

        bj e ótimo carnaval p vc e sua família

  3. Cinthia disse:

    Como sempre, boas dicas!
    Falou tudo: tem que pesquisar o destino antes de ir.

    Quando estava lendo, me lembrei da Ilha de Páscoa; um destino caro, onde, com exceção da passagem, criança não pagava nada, pousada, passeios, entrada do parque (que custa US$ 60 para os adultos!). A gente até brincava que ia mandar só a Sofia para o passeio com uma máquina para contar pra gente depois!

    Tem que pesquisar antes de desistir!

    bjs
    Cinthia
    @chilecriancas

  4. Danielle Cardão disse:

    Oi, adoro seu blog, meus parabéns! As dicas são ótimas.

    Bjssssssssssssssssss, Dani Cardão.

  5. Oi, Sut-Mie! Tudo bem?

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem. Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Bóia

  6. Alyne disse:

    Oi, Sut-Mie! Amei as dicas, e adoro seu blog! Gostaria de sugerir um destino, e um hotel, onde fomos nas ultimas férias: Thermas di´Roma, em Caldas Novas-Go. Você conhece? É ótimo para crianças! Bjs!

  7. fabio disse:

    olá
    vamos para a itália em julho. com as crianças.
    uma tem 13 e outra 8 anos.
    e locaremos um carro para rodar entre a toscana atéééé a costa amalfitana
    alguém poderia nos auxiliar explicando as leis sobre o transporte de crianças?
    Aqui no BR é assento especial até os 10 anos.

  8. Luciana disse:

    Seja caro ou barato, eu nunca tenho duvida: jamais viajo sem meus pimpolhos! 🙂 No entanto, o post ficou ótimo, como sempre… completo e cheio de dicas ótimas pra se economizar numa viagem com crianças.

    No mais, querida Sut, muito obrigada pelo comentário carinhoso de boas vindas à florzinha Lily. Aqui está tudo bem, cada vez mais apaixonados por ela… e pelo Nic também, que tem sido um otimo irmãozinho até agora!

    Beijos pra vc,

    Lu

  9. Diego disse:

    Nossa que dicas maravilhosas, parabéns, e continue a escrever no blog, pois ache otimo.

  10. rrmillington disse:

    Conheci o blog através de uma revista e me chamou atenção por ser wordpress. Não tenho filhos ainda mas tenho irmãos mais novos e quando tiver filhos quero levá-los por aí!
    Adorei a idéia do blog. Parabéns! PS: Rola algum patrocínio da CVC pra vcs manterem o blog? Bjs e ótimo carnaval

    • Olá Renata,
      Obrigada pelos elogios ao blog e não temos patrocínio da CVC para mantermos o blog. As vezes que mencionei a CVC foi por achar mesmo que a promoção é válida para as famílias, principalmente com 2 crianças! Tentamos divulgar promoções e coisas interessantes para as famílias viajantes! 😉
      Bjs

  11. Ótimas dicas, mas nunca arrisquei com meu pimpolho no exterior. Talvez porque reservamos as viagens a NY como uma pausa para nós, mas acho que por mais dicas que tenha, quando vc viaja com os filhos tem que ser para o local adequado.

  12. Natalli Araujo disse:

    Olá, vim aqui te convidar para fazer uma boa ação. vc conhece a blogagem coletiva? funciona +/- da mesma maneira. Vamos lá ajudar a quem precisa, pois cada um pode fazer muito mais.

    veja as regras para participar

    http://ligadeamor.blogspot.com/2012/02/boa-acao-coletiva-rifa-da-solidariedade.html#comment-form

    veja o exemplo

    http://educandoocoracao.blogspot.com/2012/02/vim-convidar-as-blogueiras-e-leitoras.html#comment-form

  13. maeamil disse:

    Ótimas dicas! Concordo que não é preciso gastar muito para viajar, mesmo com crianças. É só a gente se planejar.

    Beijos,
    Cecília

  14. Viajo com meus filhos sempre, hoje estão com 15,16 e 21 e continuo viajando. Seu blog leva as pessoas a pensarem que é possível viajar sim com seus filhos e muito prazeroso !

    • Olá Betina,
      Que bacana o seu comentário! Espero do fundo do coração que as minhas filhas, assim como os seus, continuem querendo viajar conosco nessas idades, porque é muito bom mesmo! 🙂
      Bj

      • Acreditamos , eu e meu marido que o maior bem que podemos deixar pra eles é essa diversidade de culturas que nos apropriamos quando viajamos, nos torna mais sensiveis as diferenças. Com certeza seus filhos continuaram viajando com vcs.
        bj e vamos nos conectar!

      • Acreditamos que o maior bem que podemos deixar para nossos filhos é conhecer diferentes lugares, pessoas,culturas e assim se relacionar com o mundo de forma mais sincera e amigável!Acredito que suas pequenas com certeza vão querer ficar juntas de vcs nestas grandes descobertas, que são as viagens

  15. chris disse:

    Olá, adorei as dicas… Não tenho filhos, mas vou viajar levando uma priminha para conhecer o mar… Acho que estou mais anciosa que ela!!! Achei legal porque várias coisas que, por instinto, eu já tinha combinado com a mãe dela estaõ aqui nas dicas! Parabéns… continuem postando dicas sobre viagem com crianças…

  16. Alessandra França disse:

    Olá,
    Parabéns pelo blog.
    Gostaria de informação a respeito de bagagem, pois vou viajar com minha bebê para Orlando, e ela vai no meu colo. será que tenho direito de despachar mala para ela ou terei que incluir na minha cota de bagagem,2 malas 23kg? posso levar carrinho de bebê?
    Obrigada pela disponbilidade de compartilhar experiências conosco.

    • Olá Alessandra,
      A sua bebê não paga passagem até os 2 anos, mas também não tem direito à assento ou bagagem. As coisas dela vão ter que entrar na sua cota de malas. Não sei se vc tem intenção de fazer compras lá, mas se for o caso, tente levar o mínimo de coisas possíveis! 😉
      Já o carrinho pode ser levado e não conta como bagagem.
      Um abraço e boa viagem!

  17. Ana Costa disse:

    Bom dia Sut-Mie! Com relação a alimentação, eu prefiro dividir o meu prato com o meu filho do que pedir um menu infantil. Normalmente esses menus infantis são um lixo. Produtos industrializados, cheios de sal, gordura e pouco nutritivos. Às vezes tenho a impressão que o cunho apelativo de quase “fast food” desses menus infantis, apresentando seus nuggets, batatas smiles, e cachorro-quente (cachorro-quente como comida???), são mais para dar um sossega leão na fome dos filhos enquanto os pais comem uma comida de qualidade muitas vezes sensivelmente superior. Na minha opinião, quem pede menu infantil dessa natureza pro filho, não está preocupado com o filho. Esta mais preocupado em comer sem aborrecimentos do que outra coisa. Tipo zona de conforto, sabe? Por isso nunca recomendo o menu infantil, nem cogito pedir um para meu filho quando vou a um restaurante. Bem, essa é a minha impressão. Parabéns pelo blog. Sou fã!

  18. Lívia disse:

    Olá gostaria de saber como eh o transporte de crianças em Cancun? Necessita cadeirinha até qual idade? Obrigada abraço

Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios