Ficou fácil viajar com crianças!

Havaí com crianças: o que fazer na ilha de Maui?

Eu penso e repenso e juro que eu não consigo escolher qual das ilhas gostamos mais no Havaí! Hoje vou falar de Maui, uma ilha muito interessante pela diversidade de paisagens, praias lindas e um clima geral bem esportivo, surfista e cool. O verdadeiro espírito Aloha! Fomos em junho, uma época ótima para as crianças porque muitas praias eram verdadeiras piscinas (lembro que é nesta ilha que acontecem as famosas ondas gigantes de 35m em Jaws)!

 

Ficamos 5 dias em Maui e adoramos:

Apesar da ilha ser pequena, ela tem 2 aeroportos: Kapalua no oeste e Kahului no norte. A escolha do aeroporto depende da localização do seu hotel. Mas pode acontecer que, em função dos preços das diferentes companhias aéreas (Island Air, Hawaiian Airlines) e principalmente por causa dos horários, vocês optem por um ou outro. Foi o que aconteceu conosco: optamos por Kapalua (distante de 45 mn do hotel) em vez do outro que ficava a 20 mn). Os aeroportos são bem pequenos e desde a chegada, a vista é essa, um pouco mais árida que as outras ilhas, sem as montanhas altas, verdes e talhadas mas com uma cor de mar incrível:

aeroporto Kapalua, MauiUma vez mais (veja o post de Kauai), decidimos ficar num ponto central na ilha, em Kihei, para passear facilmente de um lado para o outro. Todas as ilhas do Havaí são extremamente adaptadas para as famílias e crianças, mas foi em Maui que encontramos um folheto cheio de dicas e cupons de descontos para as crianças, já no aeroporto!

Maui with kids==> Visitamos a Costa Sul:

Wailea é a região dos resorts e casas de luxo, campos de golfe e shopping de luxo. É aí que fica um dos melhores $$$$$ Four Seasons da rede! Hotel totalmente kids friendly e para todas as idades, dos bebês aos adolescentes.

Depois dessa região, chegamos em Makena Beach (Big Beach), uma praia extensa com paisagem bem natural pois ela não tem resorts ou nenhuma estrutura, somente um salva-vidas. A praia tem uma encosta rochosa vulcânica e talhada, que compõe a paisagem e a torna bem interessante e diferente.

Makena Beach, MauiMakena Beach, MauiIndo para o lado direito, há uma pequena trilha para subir no costão e depois descer numa prainha ao lado, a Little Beach, frequentada por nudistas. Ambas ficam de frente para Molokini, a cratera de vulcão em meia lua que pode ser vista dali. Molokini é um excelente ponto de mergulho para snorkel, onde é possível ver tartarugas, golfinhos e até baleias em determinada época (dezembro a março). Há muitos passeios de meio-dia que são oferecidos para lá com catamarãs all inclusive com escorrega e material específico para crianças pequenas mergulharem como pranchas adaptadas com máscaras. Crianças abaixo de 6 anos não pagam.

Molokini, MauiFicamos em Kihei no meio do caminho entre a Costa Norte e Lahaina. Achamos que seria ideal para ir de um lado para o outro e explorar a ilha, já que passamos o dia inteiro fora e só dormimos no Hotel. Se você gosta de mais agito, melhor escolher a costa perto de Lahaina, Napili…e para um clima mais zen, cool e surfista, a vila de Pai’a é uma graça. Nos hospedamos no $$$ Maui Coast, muito confortável com mini cozinha e duas camas de casal. A nossa única decepção é que bobeamos e havíamos entendido que ele era de frente para a praia, o que não é o caso. Ele fica do outro lado da rua. Em Kihei tem o Kama’ole Beach Park com muita estrutura: parquinho, lanchonetes, banheiros, lugar onde alugar stand up paddle, snorkel ou ter aulas de surf.
E, pela estrada interna, podem encontrar o Shopping Piilani com alguns restaurantes: Outback, Starbucks, a Pizzaria Round Table, fast food, mas eleita a melhor pizza de Maui e super kids friendly com brinquedos, livros e desenhos para colorir. A pizza, efetivamente, era bem gostosa!

Pizza Round Table, Kihei, MauiPizza Round Table, Kihei, Maui

==> Visitamos a Costa Norte:

A estrada chega na Costa Norte pela cidade de Kahului, onde fica o outro aeroporto. Ali se concentram várias lojas, bancos, restaurantes e hipermercados: Walmart, Whoole Foods, Macy’s, Sears, Ross Dress for Less, Toy’r’Us… Se o interesse for compras, ali é o endereço certo!

Um pouquinho antes de Pa’ia, a Baby Beach é excelente para crianças. Ela fica bem em frente ao Maui Country Club em uma pequena baía. Mas passe antes nos supermercados citados e leve tudo, bebidas e lanches, pois a praia é mais selvagem e não tem estrutura. E chegue cedo também porque de tarde a maré enche e venta bastante!

O vila de Pa’ia é um charme! Com galerias de arte, lojinhas e restaurantes com fachadas de madeira, um ar de faroeste praiano, por assim dizer, e um clima muito cool, surfista, hippie e natural. Talvez o mais cool da ilha! Como é a região que fica a mais perto de Jaws (praia das famosas ondas gigantes no inverno) e de Hookipa, preferida pelos windsurfistas, me pareceu que essa “turma” se concentra aqui.

Paia, MauiPaia, MauiNão deixem de visitar o fantástico Mana Foods, o maior supermercado de produtos naturais e orgânicos que eu já vi! E para comer, experimentamos o Café Mambo com clima despojado, sanduíches, hambúrgueres, fajitas e  menu Kids (Keiki), tudo muito gostoso!

Para um almoço mais imperdível, na saída da cidade tem o Mama’s Fish House, que eu já contei aqui. Se tiverem a oportunidade, não deixem de conhecer!

Mama's Fish House, Maui, HavaíMama's Fish House, Maui, HavaíPara os que querem conhecer Jaws, esqueçam! À menos de serem muito, muito fissurados e surfistas! Parece quase segredo de Estado: não há indicações que levam para lá, placas ou informações. A Lucia Malla, blogueira de Uma Malla pelo Hawaii, claro, já foi e gentilmente deu o endereço GPS (20.942202,-156.300688), mas ainda assim, li que nem todos os carros conseguem chegar, a estrada é bem ruim além de ser uma propriedade privada! Nós tentamos ver a praia mítica mas não conseguimos. Mas também não insistimos por não ser a época certa. As ondas gigantes só acontecem no inverno, em janeiro. Apesar da curiosidade não veríamos nada: nem ondas nem surfistas loucos praticando Tow-In, quando são puxados por Jet Ski para pegar a onda.

Já em Hookipa, deu para admirar os widsurfistas que pegavam onda com suas pranchas com velas. Na maré baixa, a praia forma até umas piscininhas onde as crianças podem brincar. A praia em si, tem uma excelente estrutura: banheiros, mesas para fazer piqueniques, churrascos.

Hookipa, MauiHookipa, Maui

==> Visitamos a Costa Este:

O Caminho de Hana: um passeio que leva o dia inteiro e que deve começar bem cedo! Nem todo mundo terá disposição para este tour: são 620 curvas, passando por cachoeiras, pontes, até chegar na cidade de Hana onde tem o parque Waianapanapa e a Black Sand Beach, praia de areia preta. O passeio começa na cidade de Pa’ia, onde vocês podem comprar cestas para piquenique no Hana Headquarters e se informar sobre o clima e chuvas na região (sempre chove um pouco). Levem tudo: água, sanduíches porque não há restaurantes na estrada, a não ser um famoso bolo de banana na Half Way to Hana (comprem na ida, porque na volta a loja fecha cedo). Como tínhamos um carro alugado, fizemos o passeio por nossa conta mas penso que teria sido melhor contratar o passeio para ficar mais disponível e curtir a beleza da estrada. Além disso, não conseguimos encontrar todas as cachoeiras, que, muitas vezes, ficavam fora da estrada depois de uma pequena trilha. Se pararem em todas as cachoeiras o passeio leva facilmente 3, 4h na ida e depois mais umas 2h para voltar. Nós queríamos ter ido até Oheo Gulch (Seven Secret Falls), mas é mais 1h depois de Hana! Nesse caso, é melhor dormir na região, no luxuoso $$$$ Travaasa Hana. Note que a vila é bem pequena e não há muitas opções de hotéis e restaurantes!

Black Beach, Caminho de Hana, MauiBlack Beach, Caminho de Hana, Maui

==> Visitamos a Costa Oeste

A cidade principal é a animada Lahaina, mais “arrumada” que Pa’ia mas ainda com clima encantador e cool, com lojas de souvenirs, restaurantes como Hard Rock Café Maui, Bubba Gump (ver post) e o imperdível sorvete One Gelato.

LahainaBubba GumpFoi ali também que conhecemos a maior Banyan Tree das Américas.

Maui's Banyan Treee nos divertimos fazendo um passeio de submarino para ver os fundos marinhos! Existem 2: o Atlantis, um submarino “de verdade”, que mergulha completamente e mais fundo, e o Maui Glass Bottom Boat meio barco, meio submarino, que fica mais perto da costa (ver nosso post sobre esse passeio).

Maui Glass Bottom BoatÉ nessa Costa que fica uma das praias que mais gostamos, a Napili Beach, uma pequena baía com água incrível e transparente, excelente para fazer snorkel e Stand Up Paddle e com hotéis lindos de frente para o mar! Da próxima vez, é por aqui que ficaremos! Em Napili ou em Pa’ia ou quem sabe, até nas 2! 😉
E ali do lado, não deixem de ver um pôr do sol em Honolua Bay!
Napili Beach, MauiNapili Beach, MauiNapili Beach, Stand Up Paddle, Maui==> Uma vez mais, nos surpreendemos com a Ilha! Um paraíso para os amantes de esportes, de mergulho, surf, SUP, com um clima descontraído e muita consciência ecológica: a maioria das casas tem painéis solares e a ilha tem um parque eólico enorme. Uma paisagem surpreendente e diferente de Oahu e Kauai: parte da ilha é seca e árida e a outra parte, super verde e chuvosa! Como a ilha é pequena, ficou interessante!
Em 5 dias, não deu tempo de conhecer todas as praias e fazer todos os programas, são muitas opções! Mas deu para se apaixonar! Definitivamente, teremos que voltar! Aloha!

Veja mais fotos desta viagem no instagram @viajandocompimpolhos, hashtag #pimpolhosnohawaii.

Viagem feita em junho de 2013 com crianças com 5 e 2 anos.

 

Passeios que não fizemos, mas que podem valer à pena com crianças:

  • ‘Iao Valley State Park: se já viram muitas praias e querem visitar um parque verde, visitem a Iao Needle, uma formação de lava com 370m de altura. Há uma pequena trilha de 800m por cima de um riacho e um pequeno jardim botânico com espécies nativas. É um passeio rápido e de fácil acesso com crianças. Dizem que esse é o ponto mais chuvoso da ilha, por isso ele é tão verde e quase sempre tem uma nuvem em cima! É bom chegar cedo, antes da formação chuvosa.
  • Com crianças maiores que gostem de caminhadas, trilhas e ver estrelas, visitem o vulcão Haleakala no centro da ilha e vejam o nascer do sol! Tragam casacos para o frio de madrugada e chapéu e filtro solar para durante o dia! Mais uma vez, a Lucia Malla tem post dessa aventura.
  • Campos de lavanda em Maui? Sim, no caminho de Haleakala, há uma fazenda de lavandas que pode ser visitada! Alii Kula. Há tours com carrinhos de golfe e até cestas de piquenique (que devem ser encomendadas) para almoçar por lá em algum canto bucólico!
  • Outro passeio que pode ser divertido com crianças pequenas se tiverem tempo sobrando: conhecer a Fazenda de cabras, a Surfing Goat Dairy, onde podem alimentar os animais, tirar o leite, assistir a fabricação de queijos,…
  • Mergulhar em Molokini: a ilha em forma de lua, topo de um vulcão submerso, em frente à Makena Beach. Se vc gosta de snorkel ou até mergulho com garrafa, dizem que este é um excelente ponto!
  • No inverno, ver baleias jubarte! Entre dezembro e março é possível ver baleias no Havaí todo, mas em Maui mais ainda! Ver post da Lucia Malla.
  • Em todas as ilhas há passeios de helicóptero! (nossa humilde opinião: nos pareceu ser mais bonito e interessante em Kauai, por causa da Na’Pali Coast ou em Big Island pelos vulcões ou em Oahu).

 

Onde se hospedar*:
$$$$$ Four Seasons em Waimea
$$$$ Westin Maui Resort & SPA em Kaanapali: com um super kids club, animação para as crianças e uma das piscinas mais bonitas de Maui, com vários escorregas!
$$$$ Travaasa Hana em Hana
$$$ Maui Coast em Kihei
$$$ Hale Pau Hana Resort em Kihei: na praia, com piscina e apartamentos com cozinha
$$$ The Plantation Inn em Lahaina: com piscina e na cidade mais animada.
$$$ Napili Surf Beach Resort: de frente para a praia, com piscina e apartamentos com cozinha
$$$ Napili Kai Beach Resort: de frente para a praia, com piscina e apartamentos com cozinha
$$ Best Western Pioneer Inn em Lahaina: com piscina e bem central
Os Cottages do Mama’s Fish House em Pa’ia

*Somos afiliados Booking e recebemos uma comissão pelas reservas feitas através do Blog.

Não deixe de ler:
No Blog da Lucia Malla, Uma Malla pelo Hawaii: 4 dias em Maui
Maui com crianças: Mama’s Fish House, um restaurante imperdível
Havaí com crianças: Kauai, a Ilha Jardim

Também estamos por aqui:

FACEBOOK TWITTER | INSTAGRAM | GRUPO VIAGENS EM FAMÍLIA

7697 Visualizações

Sut-Mie Guibert, Family Travel Blogger, Blogueira especializada em Viagens em Família, com crianças e bebês. Jornalista e mãe de duas meninas de 5 e 2 anos, adora levar as crianças para conhecer o mundo! Mas também gosta de escutar e falar sobre o assunto com outras famílias, que são sempre bem-vindas por aqui!

15 comentários para este artigo

  1. Sut,

    Tão bom, ler o post depois de ter visitado o local, rsrsrsrs
    O problema é a saudade que pinta…..já posso voltar, rsrsrs

    Vcs não conheceram Kaanapali? Nós ficamos lá e adoramos. É uma área de hoteis, bem legal, todos de frente para a praia.

    Desistimos de Hana, quando chegamos em Paia. Dodô passou mal 2X no carro, não tinha como continuar.
    Nós visitamos o IAO Valley State Park. Vale a pena, é muito bonito.

    Também não conseguimos fazer tudo o que tinhamos programado. Teremos que voltar!

    Bjs,

    Fran @ViagensqueSonhamos

    • Sut-Mie Guibert disse:

      Oi Fran,

      Conhecemos Kaanapali, mas não nos encantou, apesar do mar ser sempre daquela cor linda! Uma praia comprida, talvez com hotéis demais… Preferimos Napili, mais charmosa ou a própria Big Beach, mais selvagem! 😉
      Pois é…não deu tempo de fazer muita coisa! A ilha é pequena mas com uma infinidade de programas! E estávamos com sede turística! Agora que já conhecemos, queremos voltar, passar uma temporada e aproveitar mais, como “locais”!
      Bjs

  2. Oi, Sut. Tudo bem? 🙂

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie – Boia

  3. Que delicia…Deve ser fantastico!

    E os pimpolhos estão lindos nas fotos.

    beijinhos
    viagemdoceviagem.blogspot.com

  4. Lucia Malla disse:

    Sut-Mie, minha querida, um milhão de anos depois que você publicou esse post, eu finalmente chego aqui pra lê-lo (meu feedreader está sempre atrasado, ô vida!). E fico com mais saudade ainda da sua visita! Quando vc volta? Tem que voltar logo, pra gente poder passear mais juntas!!!! E as fofuras pimpolhas têm que voltra pra nadar mais nas piscininhas de Maui, Kauai, Big Island… 😀 Obrigada de coração pela lembrança do meu blog no seu post, e muita aloha sempre pra vcs! 🙂

  5. Talita disse:

    Oi Sut-Mie!! Nós estamos sempre por aqui, ou no seu blog ou no facebook, mas sempre acompanhamos as novidades! Graças a você conseguimos que nossa viagem a Europa (Paris, Mykonos, Santorini…) fosse perfeita. Pq qdo se leva os pimpolhos junto tudo precisa ser muito bem planejado! Já fomos ao Hawaii anteriormente, mas sem nosso filho. Agora voltaremos com ele junto. Queria te perguntar se vcs fizeram o trajeto de Hana, ida e volta, no mesmo dia? Vc aconselha a dormir lá e retornar no dia seguinte? Tenho outras duvidas mas não são referentes a Maui e sim a Big Island, vou comentar no post que vc fez de lá para não confundir aqui…
    Obrigada, beijos, Talita

    • Sut-Mie Guibert disse:

      Olá Talita,
      Sim, nós fizemos o caminho de Hana ida e volta no mesmo dia! Eu achei lindo (principalmente a Black Beach no final) mas puxado! E como o tempo estava apertado, não vimos todas as cachoeiras… Se puderem, acho melhor, efetivamente, dormir pela região (não há muitas opções, mas tem um resort muito bom por lá, que eu cito neste post) e podem assim ir até Oheo Gulch, várias cachoeiras, um pouco mais longe que Hana.
      Mas cuidado se enjoarem, porque tem muitas curvas mesmo!

      Não tenho posts sobre Big island, infelizmente não conhecemos (AINDA) essa ilha. Fizemos Oahu, Maui e Kawai. Big island ficou para a próxima! 😉 Mas vc pode ver no blog da Lucia Malla, que com certeza tem posts de lá!

      Um abraço e boa viagem! O Havaí foi uma das nossas viagens mais lindas! <3

      • Talita disse:

        É verdade, vc escreveu mesmo que não optou por Big Island por ser vulcânica e tal… É que estou lendo tanto que acabo confundindo, me desculpe… Pensei em dormirmos lá justamente por causa do enjôo e cansaço. Obrigada pela resposta! O blog da Lucia Malla é demais e ela sempre responde com a maior paciência, super querida!

  6. David disse:

    Olá Sut-Mie! Muito legal suas dicas!
    Gostaria de saber por que não subiram ver o nascer do sol no Haleakala, foi por causa da altitude com as crianças? Achou um pouco inseguro?
    Obrigado.

  7. Fabia disse:

    Oi!
    Adorei o post e as dicas.
    Vou agora em dezembro pra Maui com minha família e tenho um filho de 2anos.
    Vocês acham loucura fazer o passeio com catamarà para visitar Molokini por causa do bebê? Ele é bem tranquilo e está acostumado a viajar conosco desde os 9 meses.

    Obrigada

  8. natasha rodrigues disse:

    Ola ,sua filha menor tinha quantos anos quando você foi para o Havaí. bjs

    • Sut-Mie Guibert disse:

      Olá Natasha,
      A menor tinha acabado de fazer 2 anos. A estrutura lá é muito boa para crianças e famílias! A maior dificuldade é realmente o trajeto até lá, mas dependendo da sua criança, dá para fazer tranquilamente!
      Nós somos daqueles que preferem continuar em vez de para, pegar malas, passar de novo por todos os trâmites de aeroportos, etc. Então fomos direto, sem parar. As crianças curtem aviões, estão acostumadas, então não reclamam. Veem filmes, dormem, leem, brincam juntas…E no quesito fuso horário, dura uns 2 dias e depois entram no esquema. As crianças se adaptam melhor do que nós!
      Mas se vc achar melhor, podem para alguns dias na Califórnia. Há quem aproveite para visitar a Disneyland! 😉
      O Havaí é muito legal, um sonho! Uma de nossas melhores viagens!
      Um abraço

Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios