Ficou fácil viajar com crianças!

Jericoacoara com crianças: passeio à Lagoa da Torta, visita aos cavalos-marinhos e descida de esquibunda nas dunas!

Jericoacoara é uma Vila de pescadores na beira do mar, a 300Km de Fortaleza e dentro do Parque Nacional de Jericoacoara que inclui dunas de areia e lagoas… Agora é um zona de Proteção Ambiental onde muita natureza está (por enquanto) intocada apesar do turismo crescente. Fizemos 2 dias de passeios mais amplos pela região e este é um deles: o passeio à Tatajuba e Lagoa da Torta no município de Camocim, a 30 Km de Jeri. Foram tantas atividades e paisagens bonitas que isto é quase um “fotopost”! Se prepare! 😉

Começamos o dia saindo às 9h30 pelo litoral e trilhas, parando para visitar um mangue, berçário de cavalos marinhos. O passeio de barco dura uns 20 mn e custa R$10/pessoa (só a menor de 3 anos não pagou).

Os barcos são bem simples mas não há perigo: todos devem usar coletes salva vidas e eles tem coletes pequenos para as crianças. Além disso, o barqueiro só anda pelas beiradas do mangue onde, aparentemente, é raso.

foto(60)foto(61)O passeio é bem interessante para as crianças: vemos o mangue de pertinho, vários siris que se enfiam rapidamente nos buracos e, com “olhos de lince”, o barqueiro encontra algum cavalo marinho que ele pega delicadamente e coloca dentro de um frasco de vidro para vermos de perto e tirar fotos! Depois, ele devolve o animal ao mar. (Este tipo de passeio também existe em Porto de Galinhas).

foto(59)foto(58)Depois, seguimos pelo litoral e trilhas pela praia que fica espelhada com a água em maré baixa.

foto(51)Atravessamos o Rio Guriú em balsas de madeira que aguentam até 2 buggys ou, no nosso caso, uma Hiluz. Não sei exatamente quanto se paga para esta travessia, pois para nós, ela estava incluída no preço do passeio.

foto(80)-001foto(55)Continuamos por trilhas através do mangue com areia branca e fina. No meio do manguezal, alguns nativos fizeram barraquinhas onde vendem água, coco e ainda penduraram redes e balanços. Os bugueiros e motoristas já fazem paradas estratégicas para tirar fotos, tomar alguma coisa e ajudar o povo local.

foto(54)foto(53)foto(52)Seguimos para Tatajuba, onde a Vila antiga foi engolida pelas dunas de areia. Ali também há algumas barracas que vendem lembrancinhas feitas com conchas e lustres com escamas de peixe Camurupim. As crianças podem tirar foto (R$2) ou dar uma voltinha de burro (R$10), animal muito encontrado nas dunas de Jeri.

foto(48)foto(82)foto(44)Continuamos por trilhas, paisagens lindas, dunas…

foto(81)… até uma das mais altas, a Duna do Funil, para tirar fotos e descer de esquibunda que se resume em uma prancha de madeira na qual você desce e “freia”, controlando a velocidade com as mãos!
Pelas fotos, não temos a noção do quanto a duna é alta! Custa só R$5 para descer quantas vezes você quiser mas a pegadinha está aí: você dificilmente vai descer mais de 1 ou 2 vezes devido à dificuldade de subir de volta! Para subir à pé, existe uma cordinha. Os menos esportivos e as crianças podem subir de quadriciclo por R$10 (bem melhor)! 🙂

foto(72)foto(71)foto(31)foto(33)foto(29)Após toda essa aventura, continuamos até a Lagoa da Torta onde há outras opções de lazer: nadar na Lagoa, andar de caiaque ou stand up paddle por R$35. O fundo da lagoa é um pouco lamacento, então, apesar de ser água de chuva, não pegamos aquela cor clarinha. Ainda assim, as crianças curtiram!

foto(30)foto(26)Foi lá que fizemos uma de nossas melhores refeições das férias: um Ariacó (tipo Pargo) grelhado na brasa que foi escolhido enquanto ainda estava fresco. Não foi barato: R$80 mas veio com arroz, baião de dois, farofa e serviu para toda a família! De tão fresco o peixe desgrudava facilmente da pele, uma delícia! As meninas adoraram! E ainda tivemos a experiência de comer em uma mesa dentro da água! Como é Lagoa, não tem maré que sobe… 😉
foto(23)fotoJerifoto(25)-001São vários quiosques, que oferecem todos mais ou menos a mesma coisa, com o mesmo tipo de serviço acolhedor do Nordeste. O nosso foi escolhido pelo motorista que já conhecia todos por ali. Quando fomos, não havia muito vento mas, se for o caso, existem outras barracas maiores mais pro fundo, perto das dunas e portanto em lugar mais resguardado. É também perto dali que ficam banheiros em cabines. Leve dinheiro. As barracas são simples e não aceitam cartões.

Depois de comer, as crianças brincaram livremente mais um pouco nesse espaço todo enquanto os adultos descansaram nas redes dentro da água. 😉

foto(24)Lá pelas 15/16h, é hora de voltar para a Vila de Jeri e novamente pelo litoral, trilhas e dunas. É um dia de passeio bem agradável porque cheio de atividades e paisagens diferentes sem ser muito cansativo! Ainda chegamos na Vila à tempo de curtir a piscina do hotel e subir na Duna do Pôr do Sol, para mais um espetáculo no final do dia!

 

==> Normalmente, todos fazem estes passeios de buggy, o que, efetivamente, deve ser divertido entre adultos e com crianças maiores.

foto(62)Mas nós fomos convencidos a fazê-lo em uma Hilux, o que foi uma excelente opção: além de maior segurança no trajeto, tivemos mais conforto sem vento ou sol e as crianças puderam dormir na volta! E ainda tivemos a comodidade do veículo e motorista ficarem à nossa disposição durante todo o período (alguns buggys deixam as pessoas e voltam buscá-las mais tarde) e pudemos assim largar com tranquilidade bolsas, toalhas, casacos…todos os nossos pertences já que o carro era fechado e privativo. Gostei de seguir o seu conselho, Cíntia da HardTour!

foto(9)

Viagem feita em abril de 2014, com crianças de 6 e 3 anos: tempo instável com algumas chuvas rápidas. Sem vento.

Não esquecer: toalhas, cangas, bonés, filtro solar, óculos de sol, camisas anti UV, baldinhos e pás, dinheiro trocado para todas essas pequenas atividades, máquina fotográfica à prova d’água.

Veja mais fotos desta viagem no instagram @Viajandocompimpolhos #pimpolhosemjeri

Para mais informações:

Hard Tour: hardtour.com.br Pedir o motorista PAULO ROBERTO: simpático, falante, bom condutor e com muita experiência da região!

Fizemos um pacote: traslado desde e para o aeroporto de Fortaleza + 2 dias de passeios na região = R$1.500. Preço na média dos orçamentos que recebemos. No escuro, acabamos escolhendo a empresa pelo tratamento cordial do email e ficamos muito satisfeitos com toda a prestação do serviço!

Este passeio sozinho normalmente custa em média R$180/200 em buggy para 4 pessoas. Mas atenção: se o buggy não for fechado com pessoas do mesmo grupo, o buggueiro pode pressionar porque alguém quer ir embora mais cedo! Vimos isso acontecer algumas vezes! 🙁

Você também pode gostar de ler:
Jericoacoara com crianças: passeio à Lagoa do Paraíso
Vila Kalango em Jericoacoara: cabanas de praia com muito charme e conforto
Beach Park com crianças pequenas
Fortaleza com crianças

Também estamos por aqui:

FACEBOOK TWITTER | INSTAGRAM | GRUPO VIAGENS EM FAMÍLIA

 

6598 Visualizações

Sut-Mie Guibert, Family Travel Blogger, Blogueira especializada em Viagens em Família e com crianças. Jornalista e mãe de duas meninas de 10 e 6 anos, adora levar as crianças para conhecer o mundo! Mas também gosta de escutar e falar sobre o assunto com outras famílias, que são sempre bem-vindas por aqui!

4 comentários para este artigo

  1. walter disse:

    Excelente artigo!!!! Parabens!!!

    Gostaria de saber qual hotel vocês se hospedaram ou se você pode nos indicar um??? Pois estou indo em Março/15.

  2. Tatiana Burns disse:

    Olá. Vamos em Julho. Tenho uma pequena que estará com 5 meses e um menino de 7 anos. Vamos ficar na Jeri Village. Você conhece? O que acha de ir com um bebê?

    • Sut-Mie Guibert disse:

      Olá Tatiana,
      Tudo depende do estilo da família e isso é uma decisão bem pessoal. A maior dificuldade é o trajeto que é bem longo (umas 4h para ir -de carro e indo direto- e 4h para voltar) e o fato de não ter nenhum hospital na cidade.
      Com criança de 5 meses, seria melhor fazer os passeios com carros fechados, que nem nós fizemos, em vez de buggy aberto que pega muito sol e vento. Atenção com o sol que é bem forte na região!
      E se vcs usarem sling ou carregador, leve-o porque não vão conseguir usar o carrinho, já que tem areia por toda a parte.
      Um abraço

Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios