Ficou fácil viajar com crianças!

Bike the bridge: o passeio de bike que atravessa a Golden Gate.

Um dos passeios mais legais que fizemos em São Francisco foi o Bike the bridge, atravessar a Golden Gate de bicicleta e com crianças de 6 e 10 anos! O passeio é gostoso e cheio de visuais incríveis. Eu descobri esse passeio no blog da Mary, Hotel Califórnia, quando estava preparando a nossa viagem e fiquei bem empolgada com a perspectiva dele. O passeio consiste em sair de Fisherman’a Wharf de bicicleta, dar a volta da baía, atravessar a ponte, ir até a cidade de Sausalito e voltar de ferry. Para os mais resistentes e com mais tempo, dá para ir até a cidade seguinte, Tiburon e voltar de ferry também.

ONDE ALUGAR AS BICICLETAS?
Chegando no bairro turístico (e plano) de Fisherman’s Wharf, perto do cais, você vai encontrar diversas empresas que alugam bikes. Mas, seguindo os conselhos da Mary, alugamos no Blazing Saddles, onde o dono é casado com uma brasileira e tem alguns funcionários brasileiros. Dito e feito: fomos atendidos por um simpático brasileiro que nos explicou tudo em português. Mais fácil para tirar todas as dúvidas e as crianças entenderem as orientações.
Note que se vc reservar pelo site, tem 20% de desconto! E, nesse caso, as bikes devem ser retiradas em lugares específicos e não em qualquer loja (a Blazing tem 7 lojas em São Francisco). Além dela, você vai encontrar várias outras lojas de aluguel de bike, como a Bay City Bike ou a Outspoken Bike. Todas essas ficavam bem perto do nosso hotel Pier 2620.

Nós pegamos as bicicletas na loja na 2715 Hyde Street, e foi ótimo, porque a loja é grande e já descendo a rua, estávamos no início da trilha para a “Bike the Bridge”: perfeito!

E ainda passamos pela estação final de Cable Car da Powell/Hyde, que rende belas fotos com o mar e a Golden Gate ao fundo.

 

TIPOS DE BICICLETAS
Há diversas opções de bikes para crianças (todas $20/dia):
– As crianças bem pequenas podem optar pela cadeirinha,

– Crianças que não sabem andar sem rodinhas podem ir de “Trailer” (uma cadeirinha acoplada, coberta, onde a criança pode eventualmente dormir, se quiser. Pode ser usada com crianças de até 40 Kg) ou “Tag Along“, uma bike acoplada a uma bicicleta de adulto. A criança pedala, mas não dirige nada. Se ela cansar, ela pode parar de pedalar que não vai mudar nada. Quem está dirigindo e pedalando, na verdade, é o adulto.

– Crianças que já pedalam sem rodinhas podem pegar uma bicicleta infantil individual, de aro 20″ ou 24″ com marchas.
– Existe também a versão interessante de “Kidz Tandem“, uma bicicleta para 2 pessoas, sendo que a criança vai na frente por ser mais baixa. Até cogitei pegar esta, pela diversão, mas fiquei com medo dela não ser flexível em curvas e com muita gente na ponte.

=> Ao decidir que tipo de bicicletas vão pegar, só leve em conta que o passeio de bike dura no mínimo umas 2 a 3 horas… portanto veja bem o que será melhor para o conforto da criança.

As bikes masculinas e femininas tem marchas e um pneu um pouco Largo, tipo vtt ($32 ou $36/dia).

Todas são alugadas com capacete, locker para a bike e mapa do trajeto.
Na frente das bikes tem uma bolsinha onde vc pode colocar suas coisas: água, filtro solar, máquina, celular…

Antes de deixar a loja, os funcionários fazem questão de experimentar e ajustar tudo, freios, altura do banco… Sentimos muita segurança e responsabilidade da empresa.

 

PASSEIO/ROTEIRO

O passeio no geral é bem light com a maior parte do trajeto plano. O que mais demora é que paramos a cada km para tirar fotos! A Baía com vista para a Golden Gate fica linda e vc sempre acha que o ângulo atual é melhor que o anterior! 😊
Passamos pelo Jardim Creek onde tudo é plano, ideal para se acostumar com as bikes e marchas.

Depois chega a primeira subidinha leve.

Em seguida, vem uma parte plana, que passa por um parque e depois à beira mar, onde vemos barcos de um lado e lindas casas estilo vitoriano do outro.

No final desse caminho, é possível ir até o final de um Pier a pé, mas não perdemos tempo com isso, já que o nosso objetivo era a ponte.

Depois, a trilha normal vai beirando a estrada, com carros que passam, mas um ciclista local nos recomendou ir por dentro, mais perto da praia e pela estrada de terra. Efetivamente, com crianças ficou mais seguro e bucólico. E até elas querem parar o tempo todo para tirar fotos!

Lá na frente, os caminhos se reencontram e temos uma segunda subida, desta vez um pouco maior. Quem não consegue, desce da bicicleta e empurra, sem problema nenhum! 😊

Quanto mais a ponte vai se aproximando, mais você vai achando tudo lindo e não para de tirar fotos. Há vários mirantes, pontos turísticos e alguns com banheiros: Aquatic Park, Fort Mason, Crissy Field, Presidio National Park, Fort Point.

Na ponte mesmo, há que se ter um cuidado maior porque o passeio se divide com os pedestres (muitos, já que é um passeio turístico), que param de repente para tirar fotos.

Dê uma parada para ver a vista da cidade e baía. Nós até tivemos a sorte de avistar baleias!

Se você quiser voltar pela ponte (o que eu desaconselho com crianças porque a subida na volta é bem maior), note que só é possível atravessar a ponte até as 21h (18h30 no inverno). Depois disso ela fecha para bikes e pedestres. Se você ficou do lado de lá, tem que ligar para o aluguel de bikes e eles mandam um carro SOS para te buscar (mediante o pagamento desse serviço que não é barato, diga-se de passagem)!

Na saída da ponte, pegue a direita e veja o Vista Point, porque vc consegue ver a ponte de um ângulo novo, com uma curva.

Depois, siga a bike trail (trilha de bike) até Sausalito, do lado direito em descida. Aqui o caminho fica um pouco mais perigoso, dividindo a estrada com os carros. Mas desça devagar, com as mãos nos freios e bem pelo cantinho que dá tudo certo. Os carros respeitam bastante os ciclistas e há muitas bikes fazendo esse passeio, você nunca estará só!

Chegando em Sausalito, a vista da baia é bem bonita com casas charmosas na colina e depois, uma marina cheia de veleiros.

 

CHEGADA EM SAUSALITO

Assim que você chega em Sausalito, há um grande estacionamento de bikes já em frente ao ferry. Prático para a volta. Como é pago ($3/bike, mas não cobram as infantis), você pode largar as bicicletas com os capacetes, inclusive.

Senão, um pouco mais à frente, há estacionamentos gratuitos, mas prenda bem a bike com o locker da locadora.

Informe-se sobre os horários dos ferries para a volta: nem todos são para São Francisco, na área do Fisherman’s. No nossa caso, imaginamos pegar o ferry das 15h40, senão o próximo seria só as 17h30 e Sausalito é bem pequena. Não há muito o que ver e fazer além de umas lojinhas no centro. O passeio por ali é rápido: ver a marina, almoçar, ver umas lojinhas, tomar um sorvete e pronto. 🙂

Nós deixamos as bikes e andamos um pouco a pé pela marina, até o restaurante Salito’s Crab House, outra super dica da Mary do Hotel Califórnia. Um restaurante bem gostoso e com vista linda para os barcos e marina. Um belo lugar para almoçar nesse dia (veja o nosso post).

Na volta, tomamos um sorvete no Lappert’s, que conhecemos no Hawaii, tem vários sabores diferentes e é excelente!

 

FERRY DE SAUSALITO

Os tíquetes para o ferry da volta ($12,50/adulto) são entregues pelo próprio aluguel de bike, o que é muito prático (e você paga na volta os que usar). Mas as crianças não podem usar esses tíquetes, já que elas pagam só meia ($7,50). Então, há uma máquina na entrada onde você pode comprar os tíquetes infantis ou dentro do ferry mesmo. (E na volta para a locadora, é só devolver os tíquetes de adultos que não foram usados).

Nós estávamos muito curiosos sobre essa volta com as bikes, já que há tantas pessoas que fazem o passeio! Mas é tudo simples: 4 filas de bikes para esperar o ferry (evite chegar em cima da hora, porque ele lota), depois tudo muito organizado para entrar e deixar as bikes estacionadas umas contra as outras.

O andar de baixo é amplo sem bancos, só para as bicicletas mesmo. Em seguida, as pessoas sobem para o segundo andar com bancos dentro da cabine se estiver muito sol ou vento ou para o terceiro andar ao ar livre para ver a vista e tirar fotos.
O passeio é bem bacana, porque você vê a Golden Gate, passa ao lado de Alcatraz e vê São Francisco e Fisherman’s Wharf de frente.

Na chegada, tudo muito organizado novamente e como tínhamos sido um dos primeiros a entrar, fomos dos últimos a sair, mas não demora.

Para vocês terem uma ideia de tempo, nós saímos de São Francisco às 11h30, chegamos em Sausalito às 13h30 e pegamos o ferry de volta às 15h40.

Como voltamos cedo, ainda deu para ver os leões marinhos do Pier 39, ao lado do pier de chegada.

Um dia de passeio intenso e maravilhoso, que vai ficar na memória para sempre! Se o tempo estiver bom, não hesitem!

=> evite fazer o passeio se estiver frio porque tem vento gelado na ponte e muito nevoeiro que esconde a vista.

=> nas outras estações, melhor não fazer o passeio muito cedo enquanto tiver neblina.

=> Se possível, evite também os finais de semana, mais cheios.

=> Não esqueça boné e filtro solar

 

Não esqueça do seu seguro de viagem! Em uma viagem para os Estados Unidos, é extremamente importante: em caso de problemas, os gastos com saúde são bem altos por lá. Além disso, o seu seguro cobre anulação de voo, perda de bagagens, repatriação, etc. Faça uma cotação e utilize os códigos de desconto do nosso parceiro Mondial/Allianz!

 

Leia também:
São Francisco com crianças: o que fazer, onde dormir, onde comer?
Salito’s Crab House: um restaurante kids friendly em Sausalito

Também estamos por aqui:

FACEBOOK TWITTER | INSTAGRAM | GRUPO VIAGENS EM FAMÍLIA

 

364 Visualizações

Sut-Mie Guibert, Family Travel Blogger, Blogueira especializada em Viagens em Família e com crianças. Jornalista e mãe de duas meninas de 10 e 6 anos, adora levar as crianças para conhecer o mundo! Mas também gosta de escutar e falar sobre o assunto com outras famílias, que são sempre bem-vindas por aqui!

2 comentários para este artigo

  1. Maryanne disse:

    Tão gostoso saber que vcs curtiram tanto e que as dicas foram boas. Não sabia que vcs tinham visto baleias! beijo

  2. Ótimo passeio num meio de transporte ecológico.

Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios